Pancas da serigata VI

não posso rir quando tenho a mádame refastelada no colo, quer esteja acordada ou a dormitar.

é raro o dia em que isto não acontece:

tou sentada no sofá com a bixa em cima, porque mal assento o coiro num sitio qualquer o resto da casa transforma-se em lava (querias um gato peganhento e agora queixas-te.. aguenta e não chora!). calha ver uma cena divertida na net ou na tv, ou o homem dizer uma piadola qualquer e desatar às gargalhadas..

..e é instantâneo! a tipa flipa-se da marmita e ferra-me um braço ou uma mão, qual dos dois estiver mais a jeito. chega a bufar-me e tudo.. depois salta pró chão e se for preciso ainda me crava os dentes nas pernas, e vai-se encolher a um canto, amuadíssima da vida dela, a olhar para mim como se lhe tivesse feito mal.

será que é porque não entende a piada?

não tem sentido de humor nenhum, cabrão do gato..

3 de Março de 2015, às 22:30link do post comentar ver comentários (1)

Murphy's Law

"Anything that can go wrong, will go wrong... and at the worst possible moment"

 

máquina de lavar roupa. encastrável. inundação às 2 da manhã.

pandemónio instalado na cozinha. respirar fundo. avaliar danos. definir estratégia. esperar pelo pior melhor.

esvaziar a máquina. limpar a água que brota por todos os lados. desmontar o rodapé da bancada. arrastar a máquina para fora da bancada. verificar que foi o tubo que saiu do esgoto por obra e graça do menino, podia ser pior. limpar a água toda e tentar secar a área ao máximo. enfiar o tubo no esgoto. arrastar a máquina de volta ao sítio. aproveitar para limpar o filtro. montar o rodapé. ajustar a posição da máquina ao milímetro se não a porta não fecha. voltar a meter a roupa a lavar. lavar o chão da cozinha. 3 e meia da manhã. PQP.

2 de Março de 2015, às 03:41link do post comentar ver comentários (6)

Lá em cima

òzanos que andava para ir ao planetário. ando por estas bandas há mais de 13 anos e nunca lá tinha posto os pés..shame on me!! pois bem, achei que já estava na to do list há tempo demais então hoje foi o dia.

a.do.rei a projecção das estrelas, quando a sala escureceu e por cima de nós revelou-se um céu nocturno absolutamente real até me arrepiei. só faltava ali uma musiquinha espacial a condizer com o ambiente :)


(montagem manhosa que fiz, colei o céu numa foto que tirei à sala depois da sessão ter terminado)

 

a sessão a que fomos metia demasiada história e ecologia, quando eu queria era mesmo ver mais sobre o cosmos, os planetas, o sistema solar, ou a galáxia. hei-de voltar para assistir às restantes. a ver se apanhamos a que passa pink floyd que o homem não fala noutra coisa lol

(a quem ficou com a letra da música do era uma vez no espaço no ouvido por causa do titulo do post: parabéns, estás velho/a muhahahaha)

2 de Março de 2015, às 01:15link do post comentar ver comentários (5)

Ai este meu povo...

que reclama por tudo e por nada, até mesmo quando as coisas são à borla.. suck it up!

    1 de Março de 2015, às 14:45link do post comentar

    Sobre a polémica do dia

    eu vejo branco e dourado, o homem vê azul e preto

    lol

    28 de Fevereiro de 2015, às 01:01link do post comentar ver comentários (1)(1)

    Se ele não fosse assim… X

    é raro mas às vezes enquanto está a preparar a janta, o homem distrai-se lá com as cenas dele e acidentes acontecem. tipo refogados queimados, comida salgada ou muito picante.. mas como o rácio semanal de quem cozinha cá em casa anda pelos 5:2 ou 6:1 - e representando eu o valor mais baixo, não estou em posição para reclamar muito :D

    um desses acidentes, que ainda encho a barriga de rir quando me lembro, aconteceu com a “especialidade” dele.. e lembrei-me disso agora porque ele está agarrado aos tachos a fazer a sua “especialidade”.

    então a “especialidade” do homem é risotto de frutos do mar. tecnicamente é arroz de surimi (“delicias do mar é muito redutor”, palavras dele), mas com um nome fino lol. 
    não sou fanática por surimi, ou delicias do mar, ou seja lá como preferirem chamar àquela mistela duvidosa de peixe e cenas, mas se o arroz de tomate estiver no ponto, não interessa se tem peixe, marisco, ou delicias do mar. marcha tudo, o resto é paisagem!

    numa das ocasiões em que ele fez a tal “especialidade” para o jantar, achei que o arroz estava ligeiramente mais viscoso que o costume. pareceu-me que o homem tinha-se esticado na quantidade de delicias (que de delicioso não têm nada, mas pronto) mas não fiz nenhum comentário.. até porque tenho interesse em manter os rácios como estão muhahaha

    quando levantei os pratos da mesa e os larguei no lava-loiça, reparei na embalagem vazia que momentos antes embrulhara cerca de 20 palitos de surimi. incrédula, deitei-lhe um esgar enjoado e perguntei:

    "ouve lá.. mas tu usaste um pacote INTEIRO de delicias do mar no arroz?? fosga-se, bem-me parecia que aquilo tinha delicias a mais..”

    "opá, o que é que queres.. apeteceu-me! e tiveste sorte, que ainda comi umas quantas antes das meter no tacho”

    BLARGH!!!!!

    e gosta tanto daquilo que come meio congelado e tudo…. XP

    hoje tem ali uma miscelânea de marisco que comprei no pingo doce, a ver se não mete só delicias.. por 4,99€ (800gr, dá para umas quantas vezes) até tem bom aspecto, mas pelo sim pelo não, vou acender uma velinha e rezar à santinha para não me dar caganeira valente, que ainda tá ali uma *certa* quantidade de amêijoa..

    ps. estava uma maravilha, como de costume ;D"

    27 de Fevereiro de 2015, às 00:37link do post comentar ver comentários (2)

    Don't quit your day job

    não tenho jeito nenhum para isto (nada que não se soubesse já), ponho-me a ver o slideshow das farpelas dos famosos e só me ocorrem pensamentos destes:

     

    "parece que se embrulhou em papel de alumínio"

    "deve ter comido um bife para aguentar com aquele peso todo em cima"

    "parece que se enrolou num cortinado"

    "deve ir a um funeral a seguir"

    "the second coming of jesusout of the closet!"

    "enganaste-te miga, isto não é o coliseu de roma"

    "parece uma prenda de natal"

    "amanhou umas folhinhas de alface e tá a andar de mota"

    "deve estar com o período.. really heavy flow"

    "ainda gastaste uns quantos rolos de scotex com essa brincadeira"

    "parece que se enfiou num saco do lixo"

    "lá se foi o papel de parede da casa de campo da bisavó"

    "parece que enrolou numa toalha de mesa"

    "zomg, plastic man it that you?"

    "agarrou a primeira coisa que lhe apareceu à frente, um lençol"

    "está a sufocar, pobre homem.. da próxima vê se te arranjam um tux com as tuas medidas"

    "parece que se enrolou num naperon gigante"

    "quem é que deixou entrar o busboy?"

    "definitivamente, muita gente naquela altura do mês"

     

    vou-me deitar, que o meu trabalho para esta história já está mais do que feito anyway :)

    23 de Fevereiro de 2015, às 02:10link do post comentar ver comentários (5)(3)

    Hoje a blogosfera divide-se...

    ... entre os prognósticos para os vestidos que vão desfilar na passadeira, e os prognósticos para os vencedores dos prémios da academia.

     

    a minha sorte é que tenho a lida da casa para fazer :D

    22 de Fevereiro de 2015, às 16:57link do post comentar

    A cadela da vizinha

    enquanto esperávamos que o portão da garagem abrisse, reparamos que a cadela da vizinha do rés-de-chão estava no controle. escondida entre as sebes do terraço, pronta a abrir a goela e pregar um susto de morte a quem passasse na rua, por baixo dela. a mim já me apanhou umas poucas de vezes, não é particularmente agradável..

    mas hoje estávamos dentro do carro e com música alta, nem dávamos por ela.

    anyway, o portão é lento c’mó caraças e ficámos os dois distraídos olhar para o bicho, que no alto do seu poiso, permanecia imóvel, quase como se fosse feito de pedra. fitava-nos com um olhar esgazeado, cheio daquela raiva de trazer por casa tão característica dos canídeos.

    nisto, escorre-lhe do nariz uma pinga bem grossa e reluzente, que cai quase que em slowmotion mesmo à nossa frente, no capot do carro a um palmo do pára-brisas…

    “EWWWWWWWWWWWW”

    ca'nojo, pá!

    22 de Fevereiro de 2015, às 16:42link do post comentar

    Hoje confirmei um mito urbano

    pessoas que se pinçam nos transportes públicos!

     

    (eu sei, eu sei.. já todàgente deve ter visto mas eu ainda não tinha testemunhado tal coisa)

     

    fiquei perplexa com a mestria da rapariga sentada à minha frente, que munida de um pequeno espelho e pinça em riste, ia sacando pelinho aqui, pelinho ali, apesar das condições de luz miseráveis e das sacudidelas do metro... como é que ela consegue???

     

    TEACH ME MASTER!!!

     

    ..é que eu preciso de um holofote por cima da cabeça, um espelho gigante de aumentar, e carradas de concentração para não me mover um milímetro que seja, pá.

    18 de Fevereiro de 2015, às 23:36link do post comentar ver comentários (20)(1)

    'Le me

    tem idade suficiente para ter juízo, embora nem sempre pareça. algarvia desertora, plantou-se algures na capital, e vive há uma eternidade com um gajo que conheceu pelo mirc.

    no início da vida adulta foi possuída pelo espírito da internet e entregou-lhe o corpo a alma de mão beijada. é geek até à raiz do último cabelo e orgulha-se disso.

    offline gosta muito de passear por aí, tirar fotografias, ver séries e filmes, e yada yada, yada... é ler o blog ;)

    101 coisas em 1001 dias - parte III

    faltam 40% done

    'Le liwl

    era uma vez um blog cor-de-rosa que nasceu na manhã de 15 de janeiro, no longínquo ano de 2003.

    muitas são as fases pelas quais tem passado, ao sabor dos humores da sua autora.
    a versão actual levou tempo a cozinhar mas ficou awesome toda cheia de modernices: web fonts, svgs, media queries, e css3. aviso já que os browsers antigos não vão achar piada nenhuma :D

    para os mais curiosos, aqui ficam screenshots das versões anteriores: #10 #9 #8 #6 #5

    follow us in feedly   Follow on Bloglovin