Madrugada marada

Hoje de madrugada, quando o marido (que ficou até as 5 e meia da manhã a dar no duro, tadinho - as VPNs nem sempre são bem vindas..) me acordou para ir para a cama (sofá doce sofá), reparei que tava alto aparato na minha querida praça. Um bacano, que devia vir a "voar" avenida abaixo, não conseguiu fazer a rotunda e espetou-se. Deve ter mandado uma cambalhota e só parou quando embateu no muro da fonte.
Tavam três carros de policia, um jipe dos bombeiros, um carro de desencarceramento e uma ambulância...aquilo eram só pirilampos a iluminar a praça, bófia a controlar a cena, bombeiros, uns a cortar o carro, outros a apanhar cenas que tinham saltado, pessoal do inem com macas a postos, e claro, curiosos..

- "Então esta merda aqui à porta e tu não ouviste nada? Deve ter feito alta barulhaço!!"
- "Não, não ouvi nada..deve ter sido por causa das televendas, a televisão estava muito alta.."

Esta manhã, quando desci, a única coisa que restava eram as marcas no relvado, as plantas destruidas e uma porção de lages arrancadas pelo impacto..por pouco não parou dentro da fonte...

Malta, cuidado com as rotundas e curvas apertadas, que até eu, já ia virando o carro uma vez :P
    19 de Janeiro de 2006, às 17:29link do post comentar