Depeched!

Bem, grande asneirada que eu fiz..fui para um concerto com 3 horas de sono em cima! Se já não tinha os niveis de energia lá muito altos, o dia stressante de trabalho que tive também não foi grande ajuda, mas lá fui, toda contente, pó Parque das Nações, assistir ao meu primeiro concerto de Depeche Mode, que já gosto há coisa de 15 anos he he
Já no Vasco da Gama, apinhadissimo de gente, apanhei o tio-padrinho e a "tia", e mais tarde o marido e fomos jantar. Entramos no Pavilhão Atlântico por volta das 20.15h e estava vazio, mas mal se aproximou a hora do inicio do concerto, bem..eram mais kás mães. Ficamos lá à frente, suponho que a uns 10 ou 15 metros do palco, e mal nos conseguiamos mexer. Levei a Benq e tirei montes de fotos, mas poucas se aproveitam, a ver as do tio, que também levou maquina.
A minha parte favorita do concerto foi praí o ultimo terço, quando eles começaram a dar-lhe nas mais antigas : ))))))))) Não pulei tanto como no concerto de Chemical, mas deu para sair de lá cansada e cheia de dores nas costas (por causa de tar sempre a me esticar para ve-los em palco)..nas pernas nem por isso ^^
Também curti bastante da componente multimedia do concerto, tinham uns monitores bem grandes, e passavam umas cenas em tempo real (e não só) bem bacanas! O som é que estava assim meio estranho (para não dizer uma bela merda)...mas, then again, podia por estar ali tão em cima das colunas :P
Para sair do Parque das Nações é que foi giro..tava cá um transito...DASSSS!
Hoje quando acordei, parecia que tinha levado um camaçal de porrada..tava memo de rastos!

Btw, as estações de metro da linha vermelha tem uma particularidade bastante interessante e útil, que ainda não vi em mais nenhuma linha: no painel de informações, tem uma terceira linha, que nos indica quando tempo falta para passar o próximo comboio, com um desconto de 30 segundos que é o tempo que ele fica na estação. Mal o comboio parte, o painel mostra logo quanto tempo falta para o próximo. A ver se metem essa treta nas outras estações também, porra!

Entretanto, (ontem) de manhã, fui exprimentar uma "bombinha" que há-de ser a minha ruína...oh well!
    9 de Fevereiro de 2006, às 19:33link do post comentar