...

FINALMENTE conseguimos comprar a bodega do frigorifico!

Mas mesmo assim, esta manhã, ainda havia um entrave..é que a nossa "arma secreta" tinha apenas um contracto de seis meses, que é no fundo uma formalidade, pois ela só pode passar a efectiva depois de três contratos temporários. Vá lá que a resolução era fácil...em vez de ser em 10 prestações, ficou em 5...FODA-SE, ATÉ QUE ENFIM!!

***

Tou a escrever isto em antecipação ao que já adivinho que nos vai acontecer no futuro: "Quem compra barato, compra duas vezes / Quem se veste de ruim pano, veste-se duas vezes por ano"

Já dizem os provérbios populares há muitos anos, e com razão..
Nós são andamos propriamente sem saber o que fazer ao dinheiro, por isso, quando pensamos a nossa casa, pensamos em termos de gastar pouco dinheiro, apesar de mesmo assim, parecer ser muito..
Não falando pelas obras em si, mas sim no recheio da casa. Mandamos fazer uma cozinha, toda personalizada, que ficou por €3000, e cuja qualidade parece ser bastante razoável (a ver vamos), de qualquer modo, pelo investimento, parte-se do principio que deve ser uma cozinha para durar..
Escolhemos equipar a nossa cozinha com a marca de electrodomésticos Indesit, cujos aparelhos parecem ser de boa qualidade, além do design ser bastante atractivo.
Resolvemos mobilar praticamente a casa (menos o sofá, a secretária e as cadeiras) toda com mobiliário do Ikea, por ter preços acessíveis e agradar à vista.

Mas como eu sou muito curiosa, logo desconfiada, dei em procurar por más experiências com as nossas escolhas.

Começando pelos electrodomésticos, já sei que os frigoríficos têm uma duração relativamente curta, especialmente se formos pessoas azaradas, mas diga-se de passagem, que um combinado de €450 não tem nada a ver com combinados de outras marcas com maior projecção, cujos preços se situam na média dos €600/700... assim como as maquinas de lavar e secar. Da placa, forno e exaustor não li nada.
Fiquei desiludida, claro, pois prevejo dinheiro jogado à rua, mas como a vida é feita de ilusões e desilusões, já estou pronta para o pior.
Ficou acordado entre nós, que caso algum dos aparelhos se avariar, é logo substituído por outro equivalente, de outra marca melhor, mesmo que seja muito mais caro (sim, digam o que disserem, a qualidade paga-se! Experimentem a comprar uns ténis de marca branca, de €20 e uns da Adidas ou Reebok a €80..façam o mesmo uso e comparem-nos depois de 6 meses de uso...principalmente o factor odorífero...)

Os moveis do Ikea, são tão bons quanto os da Moviflor..ok, talvez um pouco melhores, e o esquema é igual, são vendidos em kits e montados por quem compra.
Tenho lido criticas incríveis ao moveis do Ikea, mas também adivinho muita trollisse na montagem e uso e manutenção dos mesmos...
As pessoas queixam-se principalmente da demora na entrega, das instruções complicadas, da montagem, da falta de peças, da qualidade dos materiais, e a longevidade..
A nossa experiência tem sido ligeiramente diferente da destas pessoas todas. Para já, nós é que nos encarregamos do transporte, e fomos cuidadosos para que não danificássemos os moveis durante o transporte e a montagem. Seguimos as instruções à risca, as quais achamos bastante fáceis de seguir, assim como achamos fácil e muito divertido a montagem dos mesmos, e não faltou nem um prego.
Mas nós estamos conscientes que compramos móveis com uma qualidade duvidosa, apesar de parecer razoável. Não somos parvos, estivemos duas vezes na InterCasa e duas na ExpoLar e vimos muito bem quando se paga por moveis de boa qualidade, robustos e duradouros. Uma cama, com colchão, jamais custará €270..é que nem um colchão custa tão pouco!!! Uma mesa de cozinha boa, não custa menos de €300, e a nossa custou €30...
Mais uma vez, quando os moveis se começarem a deteriorar, por mais rapida e dolorosamente que seja, serão substituídos por novos, mas bons, e caros, pois nós sabemos que aqueles não vão durar muito..a base da cama, por exemplo, uma noite mais movimentada e somos bem capazes de partir as traves daquilo.

No fundo, só esperamos é que quando a época das substituições começar, tenhamos dinheiro suficiente para comprar bem e bom, se não, é mesmo "vira o disco, e toca a mesma" :(
    30 de Novembro de 2004, às 05:03link do post comentar