Ano Novo, Vida Nova

Este ano já lá vai, outro que se some. É tempo de fazer a retrospectiva da praxe.
Basicamente, 2004 foi um ano de merda. Tenho uma "coisa" com anos pares, e este não escapou à regra. Claro que teve coisas boas, mas as más e as estúpidas que também aconteceram não equilibraram nada bem a balança..

Começamos o ano às turras com o empréstimo, para começar as obras da casa, que estavam previstas para começarem em Setembro/Outubro do ano que passado (2003). Andamos também às voltas para comprar este iBook lindo, não havia em lado nenhum, dois meses de espera, diziam todos. Fevereiro até foi um mês à maneira. Devido a uma desistência, acabei por não esperar muito pelo mac, o empréstimo finalmente saiu, Sagres passou à historia, e descobri que havia furões de estimação em Portugal.

Março passou a correr, e veio Abril.
Com o mês de Abril, começaram as conturbadas obras de Sta Engrácia, que foram sendo mostradas ao longo do ano no site das obras.

Em Maio começava o suposto estagio fantasma, ou seja, ferias antecipadas 2 meses. O Kit veio para nós, um furão lindo de morrer.

Em Junho foi um stress desgraçado. Andamos a anhar durante o ano todo e a duas semanas da apresentação da PAP, é que começamos a trabalhar..foram duas semanas stressantes até ao ultimo segundo.
A PAP fez-se, foi apresentada, foi a melhor da turma, rendeu um 18 a cada um, nota mais alta. O momento mais alto do ano. Não demos o curso por terminado, pois faltavam algumas recuperações.
As obras, cuja promessa era estarem findas no máximo dos máximos até meio de Junho, continuavam, atrasadíssimas.

Depois começou o Verão, havia planos para um Verão maravilhoso, pois estávamos finalmente todos de ferias. Foi um Verão de merda, nem à praia fui, vá lá que a edição desde ano do Festival do Sudoeste foi bem bacana, assim não se deu o mês por completamente perdido..Arranjei um segundo furão.

Veio Setembro, a cozinha foi montada, foram feitas recuperações, contra todos os planos, decidimos casar. Marcamos o casamento para o mês a seguir. O ponto alto deste mês foi a vinda da Madonna a Portugal, e nós a assistir na primeira fila da plateia ;)

Em Outubro as obras ainda não estavam prontas. Casamos no dia previsto, sem antes, claro, haver uma granda confusão no registo civil.
No fim do mês a casa já tinha chão. Estava finalmente a pouco do fim.

O mês de Novembro foi passado à espera do canalizador para montar o gaz, e dos electrodomésticos essenciais. Montamos a mobília essencial.
Fizemos também a ultima recuperação, mesmo à ultima da hora, e com uma grande mãozinha de um certo formador, conseguimos acabar o curso. Recebemos os nossos diplomas de profissionais, eu 16, o marido 17.

Em Dezembro fica quase tudo pronto. Faltou apenas dar uns retoques na pintura e rematar as guarnições das portas. O tecto da cozinha começou a empolar, e a marquise começou a criar bolor..mas isso fica para depois, agora a prioridade máxima era acabar o ano na casa nova. E por uma qualquer inspiração divina isso foi mesmo possível.
São sete da tarde, dia 31 de Dezembro, faltam cinco horas para acabar o ano. Já tenho as passas, e estou finalmente sentada no meu sofá lindo, a escrever esta ultima entrada do ano.
Tenho passado os últimos 3 dias em arrumações. As minhas costas estão a matar-me, mas tenho tudo, tudo pronto para começar o ano como deve de ser.

Estou a contar que 2005 seja melhor que este que passou. A agenda já está cheia até fim de Fevereiro. Esta meia-noite vou pedir os meus doze desejos, com as doze passas, debaixo do fogo de artificio no Parque da Paz, cheia de convicção que o ano que vem, vai mesmo ser um grande ano!
Ah, só por curiosidade: este é o primeiro ano em 25 anos, ou seja, desde que nasci, que passo a passagem de ano sem ser na presença dos meus pais he he

E é isso que eu desejo para todos vocês, um grande, grande ano!
    31 de Dezembro de 2004, às 20:11link do post comentar