Mini-maratona!

Domingo começou cedo, por volta das oito da manhã.

Deu para acordar e preparar as coisas nas calmas, e sair com tempo, de modo a chegarmos ao "garrafão" cedo. O dia estava lindo!

 

Nos anos anteriores lembro-me sempre de estar quase sempre nublado e chegou a chover. Este ano, estava um autêntico dia de primavera. Chegamos lá em cima ao Pragal (já com um bom km no lombo), e encontramos um maranhal de gente que tentava descer a escadaria que dá acesso à praça das portagens. Andamos cerca de meia-hora, empurrados pela multidão a tentar abrir caminho lá para a frente, porque o marido queria tirar fotos às pessoas todas que estavam para trás.

 

Tava tudo numa algarraza pegada, reinava a alegria. Ouvia-se os típicos comentários que o pais tava na merda, mas enquanto houvesse coisas destas a malta estava contente, uns agitavam bandeiras e entoavam os cantigas do costume, outros riam, outros gozavam, outros berravam, montes de gente mascarada...era basicamente, uma festa de todo o tamanho...só eramos 36mil pessoas!

 

Ao principio de entrar para a ponte estava um bocado assustada (anos a ter pesadelos que ela cai não ajuda nada...), e aquela treta tremia toda que havia alturas que quase que perdia o equilíbrio, mas acho que o facto de estar tão populada atenuava os efeitos do pânico em atravessar uma coisa tão monstruosa como aquela!

Ainda me assomei algumas vezes "à varanda", mas a grelha era a minha favorita, especialmente porque a evito sempre que passo lá de carro.. Pessoal a tirar fotos era o que não faltava.

 

Era também um dos nossos objectivos, para além de atravessar a ponte à pata, tirar fotos. Muitas fotos! A objectiva nova surpreendeu! Apanhou com cada coisa que até nos passamos! Tou contente por ter insistido naquela primeiro, e por ir busca-la no sábado, assim tipo: "Ai está com esse preço? Tão bora lá!"

 

Heli Ferry Easy jet Down there! Contentores

 

E por causa das fotos, acabamos por ir ficando para trás, mas ainda bem, porque apanhamos coisas bem divertidas!

 

Snack Tusófona Tugas Soldado grego Viking

 

Já estava cansada de andar quando chegamos ao 2km, e quando olhei lá para baixo e vi o que me esperava, achei que não ia aguentar até ao fim.. Por esta altura já tínhamos ficado completamente para trás, e já vinha a polícia e autocarros a "empurrar" a malta, para abrirem a ponte ao trânsito habitual novamente.

 

Ao 3km comecei a sentir uma dor suspeita no peito (vida sedentária não perdoa), mas como o que não faltava por ali eram ambulâncias e assistência médica, não me preocupei muito.

 

Ao 5km finalmente havia água (sim, porque nós não nos incomodamos a levar disso...lol)! A dor no peito já tinha desaparecido, mas começavam agora as dores nas pernas e nos pés. Muitos participantes da meia-maratona a terem que ser assistidos por médicos a um par de km's da meta..

 

Aos 6km já começava a achar que afinal ia conseguir chegar até ao fim. Se tinha conseguido chegar até ali, mais um bocadinho de esforço não me ia matar, ne?

 

E aos 7km vimos finalmente a meta! Thank God!

 

Depois atravessamos a marginal e fomos apanhar o ferry a Belém..estava uma fila enorme, que ao principio pensávamos que era para entrar no barco, mas afinal era para comprar bilhetes..ainda bem que levamos os nossos passes lol

Fizemos a travessia por baixo da ponte, nunca tinha passado por baixo dela por mar, tem umas vistas bastante interessantes :)

 

Foi realmente uma manhã muito divertida, para além de realizar FINALMENTE o objectivo de atravessar a ponte à pata, e para além de ter trazido 1GB (tenho que comprar um cartão maior :P) de fotos de recordação e uma medalha e tudo, o primeiro escaldão do ano e uma valente dor nas pernas e no rabioske que me faz andar de uma forma estranha e parece piorar a cada hora que passa lol, resta-me dizer que par o ano, vamos lá estar outra vez! E o marido diz que para o ano vai querer correr, portantos, preciso de companhia he he

 

Btw, será que é desta que deixo de ter sonhos/pesadelos catastróficos com a ponte, ou será que ainda vai ser pior? LOL

 

A única coisa que tive pena foi de ter calhado precisamente no dia de anos da mana...oh well..pro ano compenso-te he he

 

[galeria completa das fotos]

20 de Março de 2007, às 01:40link do post comentar