...

Acho que já estou em condições de contar o que se passou na sexta à noite, que até me levou a escrever algo na antiga tag-board sobre isso.

Ok, sexta sim, sexta não, vou para Lagos, e na grande maioria das vezes, vou de Expresso, no horário das oito e meia, da EVA. Até aqui, tudo normal..o insólito acontece na altura do expresso parar. Supostamente, todos os expressos para numa área de serviço, para o pessoal se esticar e ir ao WC. E, eu e o meu Gato, que esse fim-de-semana vinha comigo, saímos, para ir ao WC e ir buscar uma água. Demoramos cerca de 10 minutos, e quando regressamos NÃO HAVIA EXPRESSO!

Ok, ponto da situação. Nós os dois, às 11 e meia da noite, literalmente presos no meio do Alentejo, mais precisamente na area de serviço de Almodovar, sem carteira, nem telemóveis nem nada, pois tinha ficado tudo no expresso. Eu quase "caí de quatro"..o que me valeu foi mesmo o Gato, que andou a fazer uns telefonemas. Ainda pensamos em arranjar boleia, mas quando telefonamos para o meu pai, ele já vinha a caminho.

Entretanto phonamos também à Vi, para ir buscar as nossas coisas em Lagos, na esperança que estivessem lá todas..e tínhamos merdas importantes lá..e a minha mãe também já se tinha antecipado e fez o meu tio sair da cama para ir para lá também e para mandar uma descasca no irresponsável do homem.

Resultado, o meu pai fez trezentos e tal quilómetros em vez dos 60 que faz para nos ir buscar a Lagos, e tivemos uma noite muita conturbada...ainda hoje custo a acreditar na cena...

Consequências? Queixa à DECO. Ainda estamos para ver até onde isto vai...

Ah, btw, putas das pessoas que iam lá, perto de nós, que não podiam ter reparado. São tão culpadas como o cabrão do condutor, filho da puta!

    30 de Junho de 2003, às 16:11link do post comentar

    ...

    Ora aqui está uma coisa completamente diferente: um layout à boa maneira pessoal. A partir de agora, só ca ficam os curiosos suficientemente corajosos para enfrentarem um site com uma visibilidade destas. Têm que ter mesmo "amor à camisola".

    Não vou ligar a criticas sobre se não gostas e se não se percebe nada, é assim que eu quero que o meu site pessoal seja, e mai' nada!!

    Sim , usei e abusei dos "pincéis"!

    Tem um backoffice todo marado..criei o meu próprio motor de posts, comentários, etc etc..está rápido, não está?

    Btw, o site antigo ainda continua activo embora será descontinuado. Para aceder, basta clickar na bolinha do canto superior esquerdo.

      29 de Junho de 2003, às 22:04link do post comentar

      ...

      Pronto..acabou-se o Blogger e esta versão...
      Espero que o pessoal curta da nova versão, se bem que eu tenho as minhas dúvidas..mas eu gosto, e é isso que interessa.

      O site é pessoal ou não? He he

      29 de Junho de 2003, às 00:53link do post comentar

      Nova versão!

      Pois é...eu disse que ia apressar a remodelação, e cá está ela. Acredito que pode não estar ao gosto de muitos, mas eu sempre quis fazer um layout onde abusasse dos pinceis e cá está ele.

      Ah, é verdade...não adianta clamar que está ilegivel..é que é mesmo para estar assim..mas se serve de consolo, provavelmente é temporário.
      Também a partir de agora tenho um site completamente autonomo. Não preciso de sistemas de publicação, nem de comentários que sejam externos e que só atrasam o loading do site. O segredo ta no backoffice do site. Todinho em php, e à la pata, que assim é que é bom!

      Podem ainda ver a versão antiga, que permanece intocavel, clickando na bolinha do canto superior esquerdo. Já dou mais noticias.

      27 de Junho de 2003, às 08:58link do post comentar

      Nostalgia

      Ainda agora, quando saí da escola à hora do almoço, vi algo que me fez recuar no tempo, ou seja, deu-me a nostalgia...

      Tava uma multidão à porta, à espera de ir fazer os testes psico-técnicos...ai..que tempos..em que eu não sabia se ia entrar na escola ou não, em que o nervosismo dos psico-técnicos e das entrevistas dava-me cabo do estomago...grandes tempos de ansiedade...dos duzentos e tal que estavam para entrar, só 24 mais uns quantos "suplentes" eram escolhidos...eu e o meu Gato, cujos psico. foram no mesmo dia, estavamos nos primeiros 24 "lugares"..eu recebi primeiro a noticia..ia morrendo, quando nos finais de Julho de 2001, recebia um telefonema da escola a dizer que tinha entrado..era uma coisa que eu desejava mesmo muito..o meu Gato (nessa altura, o Gato ainda não era bem meu he he), já assustado, recebeu no dia a seguir...foi lindo... e hoje lá estão mais uns quantos...engraçado que no ano passado não me apercebi disso...

      BTW, que tal akeles cartazes "nojentos" que envadiram os outdoors de Lisboa, com um bacano todo ensanguentado, agarrado a um teclado de MAC? Uma "maravilha", as mentes carolas da escola....

      Vou confessar um coisa...adorava mandar um pontapé no urso que costuma a tar à porta nas lojas da Natura....

      Estágio 16º dia
      Buaaaa...ta no fim....

      26 de Junho de 2003, às 00:52link do post comentar

      Guerrinhas!

      Ultimamente tenho notado na "blogosfera", uma coisa que me desagrada profundamente. São estas "guerrinhas" do "que é ou não é um blog", quais são os sites que devem ser considerados ou não, etc, etc...e isto, sem falar nas guerras entre blogs...

      Isto agora é tão frequente que acho que quase todos os visitantes assiduos de blogs já devem ter tropeçado no assunto. A confusão está instalada, promovida por nichos dentro do nicho que é a bloga portuguesa...eu não quero saber!

      Quando comecei a "blogar", não existiam regras, ou pelo menos pareciam não existir, e talvez tenha sido, em parte, esse facto que me levou também a ter um "blog". Agora, passados poucos meses e devido à explosão de blogs, toda a gente se preocupa com regras e definições, e "filosofam" sobre o assunto, analisam-no até a exaustão, chegando até a provocar um certo mal-estar e divisões na bloga. Separam-na! Estropiam-na!

      Chegam, abancam-se, passado semanas querem ser donos da razão, querem impôr-se aos que já cá estavam, depois, esses revoltam-se e ainda é pior!

      Será isto mesmo necessário? Se para ter um blog, tenho que submeter-me a isto, então eu salto da "carroça"!
      A partir de hoje, este site passa a ser um site pessoal, com a inclusão do diário da vida da autora, entre outras coisas. Que o Lost In WonderLand deixe desde já, de ser considerado um blog (se é que alguma vez o foi, pois segundo as "regras" a que um blog deve "obedecer", o meu site nunca foi um blog).

      Não quero participar, nem ter parte nenhuma nestas "guerras" estúpidas. Vou apressar a remodelação e retirar qualquer palavra que possa induzir à ideia que este site é um blog, excepto nos links, pois eu gosto de ler alguns blogs e de os ter linkados. Não quero estar sujeita às vossas regras, quero ter um site pessoal, e ter as minhas próprias regras.

      De resto, continuará a ser igual ao que sempre foi. Reservo aos outros autores, que me têm "linkada" aos seus sites, a liberdade de me manterem nas suas link lists como blog, site pessoal ou removerem o link, devido ao meu manifesto. It's up to you!

      24 de Junho de 2003, às 00:50link do post comentar

      O melhor dia de praia de sempre!!

      Axo que estou constipada. Pelo menos, estou a sofrer dos sintomas habituais dessa maleita desgraçada...

      Ok, tenho que contar o excelente dia de praia que tive ontem, que começou pouco depois do outro post, o das das 7 am.
      Bazamos de Azeitão cerca das nove e meia, o Gato e eu, em direcção a Almada, para amanhar as cenas que iamos levar. O dia estava cinzento, frio e nublado, mas isso não nos demoveu da ideia de irmos à Caparica, afinal já estava planeado desde quinta passada.
      Então, carregaditos, lá saimos de casa, cerca do meio dia, e xigamos à Costa por volta do meio dia e meio, sem sequer termos pregado olho!

      Apanhamos o Transpraia, e para grande felicidade minha, os raios de sol começavam a trespassar as nuvens. Quando chegámos à praia da Morena, o calor já se fazia sentir, e comecei a pensar no chapéu de sol que tinha ficado em casa, precisamente por não parecer que o sol não ia "dar a cara". Meia hora bastou para que ficasse arrependida de não o termos trazido, mas enfim...

      A praia tava enorme e a modos que para o vazio, e o mar fazia uma espécie de lago (adoro isso), que consolava miúdos e graúdos. Entretanto as núvens desaparecem quase por completo.

      Depois de fazermos um lanchinho, fomos dar a voltita habitual pela praia e pisar a água, que, para meu espanto estava morninha. Não é muito normal, a água por estas paragens estar assim quentinha.
      Abancamos ali mesmo à beira da água, naquela zona em que a areia está ligeiramente molhada. Estava-se tão bem ali, que acabei por dormitar um pouco. Passados uns minutos, o Gato achou que era melhor irmos para um sitio onde pudessemos ter as nossas coisas debaixo de olho, que a "vizinhança" parecia não ser de confiança. Depois decidiu ir ao banho.

      Eu, que tava mais morta que viva com perguiça e com pouca vontade de me molhar, fiquei mesmo ali, à beira da água, deitada na areia a vê-lo banhar-se. A areia tava tão boa, que apetecia mesmo estar deitada e nem me importei com o facto de tar praticamente coberta por ela. Normalmento detesto isso e na praia não me deito sem ter uma toalha por baixo. Ontem não foi, decididamente, o caso.

      Bastaram poucos minutos até que o sono me vencesse, e fiz da areia a minha cama. Ali, à beira-mar, onde toda a gente passava, lá estava eu, estendida na areia, coberta dela, de chapéu na cara, ferrada a dormir.

      Entretanto fui bruscamente acordada pelo Gato, encharcado, a pingar água pracima de mim. Fomos para onde tinhamos as coisitas, para nos estendermos nas toalhas. Mais uma vez deixei-me dormir, amaldiçoando-me por ter deixado o sombreiro em casa.
      Quando acordei estava a escaldar, cheia de sede, toda seca. Voltámos novamente para perto da água e o Gato foi ao banho mais uma vez.. e eu, voltei a repetir a "proeza". Fiquei ali mesmo, a dormir.

      E devo ter adormecido rápidamente, pois o Gato disse que mal virou as costas eu já estava a xonar. Não sei como não veio ter ninguém comigo, tipo o nadador-salvador, a perguntar se estava tudo bem. O Gato disse que ainda dormi bastante tempo, e que as pessoas, ao passar por mim, umas não ligavam, outras olhavam de uma forma estranha...faço ideia!
      Mas também não quero saber..tava ali muito bem! Depois fomos buscar a máquina para tirar umas pics, e ainda demos mais umas voltitas mais pela praia. Estava-se mesmo bem.

      Tive pena de vir-me embora, ainda ficava lá mais tempo, mas o último comboio (da praia) estava quase a passar, e nós não tavamos com apetite a voltar à pata. Isto às sete e meia da tarde...ainda ficava lá mais uma hora...Oh, se ficava!!

      Que cena, um dia que não prometia nada transformado numa maravilha...e fiquei rendida às praias da Costa :)))

      Depois foi apanhar o bus e ir para casa, tomar banhito, papar, e xonar, pois a noitada começava seriamente a impôr os seus sintomas.

      Estágio 13ºdia
      Os bacanos não aparecerm cá hoje, o DG e o boss...e eu a querer saber do layout definitivo pa avançar com o código..também, que se lixe, ainda há tempo ^^

      23 de Junho de 2003, às 00:49link do post comentar

      Noitada..

      Sim! Já me viram as horas?
      Pois foi..estive a noite toda acordada (e nem vou dormir, porque daki a duas horas quero estar a preparar as sandoxas pa levar pá praia ^^).

      E o que é que tive a fazer..bem..a começar o site pa SN, e pô-lo online. Não está completo, "graças" ao volume de informação que me foi dado para "enche-lo". Espero que a situação se resolva nos próximos dias. Não é nada saudável colocar online um site incompleto, mas mais uma vez: "O cliente é que sabe!"...e assim, pode ser que se apressem.

      Por acaso até gosto destas noitadas, tipo, um sitezeco de empreitada e tal. Mas voltando ao "tema de abertura", estou mesmo a pensar fazer "directa" (a não ser que me deixe dormir no bus ^^)..não me lembro de fazer uma antes..o máximo que fiz foi deitar-me as 6.30 / 7, e acordar umas horas depois, mas dormia sempre...hoje, não sei, não.. de qualquer modo, sinto-me em perfeitas condições para elaborar uma listinha com os sintomas que esta situação me trás (a de ficar até às tantas, a fazer as tais "empreitadas").

      Sintomas secundários de uma noitada:
      -Dor de cabeça;
      -Picadas e comichão por todo o corpo;
      -Visão enevoada;
      -Mau-humor;
      -Falhas na memória.

      Volto amanhã...agora vou rezar que estas nuvens que eu tou a topar através da janela, sejam passageiras...se não...BOLAS!

      22 de Junho de 2003, às 00:48link do post comentar

      ...

      Vou começar pelas asneiras da quarta à tarde.

      Depois de ter saido do estágio, fui buscar a minha certidão de nascimento, para ir tratar do BI.
      Quando xiguei ao Arquivo de Identificação, comprei e preenchi o formulário, e pus-me a aguardar pela minha vez. Tinha nem mais nem menos do que 100 pessoas à frente. Bem, esperei, claro, e aquilo até andava rápido, mas eu tinha que bazar, e acabei por ficar lá apenas uma meia hora.

      Depois quando voltava da minha "tortura semanal", estava decidida a encontrar o BI. Nem foi preciso procurar muito.. bastou ir desencantar o caderno que costumava andar na mochila e abir...estava lá!!
      que nunca me passou pela cabeça, ao procurar a cena que pudesse estar lá, devido a altura do desaparecimento...URSA! Quase 20 euros "deitados à rua"... Enfim...

      À noite fui vingar a sarinhada merdosa que tive em LX, na semana passada. Foi mesmo lá em Cacilhas, ao som dos fados e numa atmosfera de festa.
      A noite estava linda (e quente), e eu e o Gato acabamos por subir as avenidas até à praça da Liberdade, que estava cheia de pessoal.
      Quando descemos ainda fomos ás farturas.

      Ah, já me esquecia de contar a táctica que desenvolvi especialmente para afastar os vendedores de esculturas africanas e os kéfrô, tão habituais por estas bandas.

      African souvenirs salesman. "AI!!! Tire-me isso daqui que me assusta! Brrr...Não, não! Não quero! Já lhe disse que me assutam e não quero disso em casa!"

      Resultou, nem ficou a chatear à mesa um terço do tempo que normalmente fica. Os Kéfrô é que me lixaram..pois eu tava prontinha pa gozar com eles, mas os gaijos deviam-se aperceber disso quando punham os olhos em mim... De qualquer forma, se aparecesse lá algum era corrido com a desculpa que eu era alérgica ao polén.

      Anyway, estes bacanos venderam muito mais manjericos do que rosas, nesta noite de S. Pedro.

      Ok, Feriadão!
      Apesar do matagal que já é visivel nas minhas pernas, fui pa praia sem complexos. Já passava das quatro quando saímos de casa e tava um calor infernal, já pela manhã, as noticias tinham-se dedicado a mostrar o dia de praia que estava, especialmente as enchentes..
      Chegamos à Caparica por volta das cinco e meia e ainda perdemos mais meia hora a tentar encontrar uns calções-bikini para mim (virilhas por deplilar "é aquela base").
      Descobri que esta zona turistica também ganha bastante com a venda destes artigos...

      Depois apanhamos o Comboio da Praia para irmos para as praias que estão mais ao fundo, que são melhores. Estacionamos numa à maneira. Deviam passar das seis quando chegámos..mas ainda foi suficiente pa ter uma tarde de praia optima.
      Quando o dia terminou, fomos comer uma pizza e um burger à do Toni he he

      Tava uma noite tão quente, mas tão quente, que eu não tenho memória de tal, nem mesmo no barlavento algarvio..tavam 32º...Lindo
      Chegámos a casa à meia-noite....e foi dificil dormir com tanto calor...mesmo com a janela toda aberta (o que me vale é que os mosquitos não parecem subir tão alto para me virem picar.. estas são as vantagens de morar num 7º andar ^^)

      Digo de nota, infelizmente pela negativa: das escassas duas horas que tive na praia, ocorreram pelo menos trés afogamentos..

      Para finalizar, o photoblog leva hoje 17 fotos, inclusive as da praia ^^

      Estágio 12º dia
      Ainda cá estou he he

      20 de Junho de 2003, às 00:48link do post comentar

      Disparatada!!

      Pode não parecer (para quem não me conhece), que sou assim "pró certinho", quer dizer, eu até acho que sou, praí 40% do tempo.

      É que muitas vezes, parece que a minha personalidade é atacada por uma boa dose de criancisse. Por exemplo, agora "deu-me" esta: Ultimamente as minhas viagens de metro são interessantes, pois entro sempre para a primeira carruagem, para espreitar para um buraquinho (tenho que me por em "bicos de pés") que está na porta e que dá para ver o que se passa à frente (ou seja, o tunel). Agora espero ansiosamente pelo dia em que o motorista se lembre a olhar por lá também num altura em que eu esteja lá a olhar também... quando faço isto, sou observada por olhares estranhos (daqueles em que se vê mesmo que tão a achar que estamos a fazer figura de ursos)

      Depois também foi a cena de ter perdido o passe e os cartões num dia, e nem muitos mais passaram até que perdi o BI...

      E agora, mais recentemente: Eu adoro perfumes e chego a passar horas em perfumarias, mas hoje quando fui "caçada" por uma daquelas meninas que estão à porta das perfumarias a dar folhinhas com perfume, pedi-lhe desculpa, pois não ia poder aceitar devido a ser alergica a perfume ou cheiros fortes..não si realmente o que me deu para lhe dizer akilo...chego à conclusão de que, volta e meia, sou possuida por alguma coisa estranha...

      Estágio 11º dia
      Pelos vistos está a correr bem he he mas vi a coisa preta, é que sem querer dei um pequeno pontapé no mac e tive a pontaria de acertar no botão para desligar...perdi umas coisas fixes, mas prontos, pus tudo mais ou menos como estava. Já fiz mais uns quantos layouts hoje..mas está a chegar a hora de me decidir por um...glup...

      18 de Junho de 2003, às 00:47link do post comentar

      'Le me

      tem idade suficiente para ter juízo, embora nem sempre pareça. algarvia desertora, plantou-se algures na capital, e vive há uma eternidade com um gajo que conheceu pelo mirc.

      no início da vida adulta foi possuída pelo espírito da internet e entregou-lhe o corpo a alma de mão beijada. é geek até à raiz do último cabelo e orgulha-se disso.

      offline gosta muito de passear por aí, tirar fotografias, ver séries e filmes, e yada yada, yada... é ler o blog ;)

      bucket list

      'Le liwl

      era uma vez um blog cor-de-rosa que nasceu na manhã de 16 de janeiro, no longínquo ano de 2003, numa altura em que os blogs eram apenas registos pessoais, sem pretensões de coisa alguma. e assim se tem mantido.

      muitas são as fases pelas quais tem passado, ao sabor dos humores da sua autora. para os mais curiosos, aqui ficam screenshots das versões anteriores: #11 #10 #9 #8 #6 #5 #4

      seguir nos blogs do sapo

      Follow follow us in feedly