Post daqueles de encher chouriços, porque sim!

se há supermercado que eu gosto de ir é ao do el corte inglés (apesar de nem por isso gostar do centro comercial em si), pela selecção de produtos que é de andar a limpar a baba ao canto da boca. quando lá vamos (eu e o marido) parecemos dois putos numa loja de brinquedos..

acontece que eu ontem estava com uns desejos especificos mas já não iamos chegar a horas de ir ao pingo doce, e o jumbo estava fora de questão (chasso na oficina - mas não entrem já em pânico, que ele foi lá só para mudar o óleo e alinhar os faróis), então fomos lá.
escolher camarão por entre as variedades que haviam foi complicado, foi tambem complicado resistir à secção dos vegetais, dos peixes, das carnes e do queijos e das azeitonas, mas rendemo-nos à das especiarias, como tinha ficado prometido da última vez que lá tinhamos ido. mesmo assim não foi fácil, escolher dois frasquinhos de tanta variedade, tanta coisa diferente do habitual.. pena os preços serem tão puxadotes, mas como não vamos lá muita vez, não faz mal hi hi hi (é como ir jantar ao japonês)!

(ai... ai...quando é que será que começo a ser recompensada pela publicidade que faço à borla...?)

.--- . .-. .. -.-. .... --- .-. ..- .-.. . ...

bem, acabamos de ver agora os três primeiros epis da segunda season e jericho e... UAU!

pena que é uma season tão curta, vai saber a pouco :((
28 de Janeiro de 2008, às 02:00link do post comentar ver comentários (9)

Malditos pesadelos cinematográficos...

juro que um dia destes passo só a ver comédias e pouco mais...
o desta noite foi demasiado longo, cansativo (acordei cheia de dores musculares), e muito, muito violento...

27 de Janeiro de 2008, às 19:34link do post comentar ver comentários (5)

A ciência do café

em tempos que já lá vão, a minha mãe, quando lhe apetecia beber um cafezinho, pedia-me sempre a mim que o tirasse, dizia ela que gostava muito dos meus cafés. aquilo a mim soava-me sempre a graxa, para não ter que ser ela a tirar ou pedir a outra pessoa, porque diga-se de passagem, (à primeira vista) tirar um café não tem ciência nenhuma.. mas se calhar até tem...

existe um ritual, acredito que a forma como se aperta o café deve fazer toda a diferença..até o nosso estado de espirito deve ter alguma influência no processo...é estranho.

não noto isso nos cafés porque não bebo, mas noto nos galões e nas meias de leite. por exemplo, no bar da cantina do picoas, há 4 ou 5 pessoas que habitualmente estão a atender e todas elas já me tiraram galões mais do que uma vez. dessas todas, apenas uma tira os galões ao meu gosto e há outra que os tira quase intragáveis. tento sempre ir a hora que a pessoa que mos tira como gosto costuma estar de serviço, mas às vezes tenho azar e apanho outras. como já as conheço, manipulo sempre a coisa, mais forte ou mais fraco...mas não é a mesma coisa nem nada que se pareça.

quem diria que misturar leite com café pode ter tanta ciência...não é para todos!
25 de Janeiro de 2008, às 16:49link do post comentar ver comentários (5)

The neverending story

gostava de entender os gajos das obras, a sério que gostava... de manhã acordo, assomo-me à janela e vejo que estão a alisar o terreno da futura estrada. uh-uh! vão começar a asfaltar a praça, penso.
antes de sair de casa, espreito novamente à janela e vejo que estão a abrir um buraco enorme no sitio onde o terreno que já parecia pronto. andam nisto há três dias: alisam, abrem buraco, alisam, abrem buraco, alisam, abrem buraco...

há uns dias atrás decidiram novamente mexer na canalização à porta do prédio, quando já tinham mexido há uns meses e estava calcetada de fresco. vá de escavar tudo, vá de tapar tudo...porque é que será que não conseguem fazer tudo de uma só assentada?

adenda: esta manhã fizeram mais uma das deles. tavamos a tomar banho e pumba, vai-se a água!  telefonema para o smas... ruptura de uma conduta, causada pelas obras do metro, o piquete já estava a caminho, daqui por uma hora a água volta...e eu com champoo no cabelo...e suspeito que o "apagão" afectou uma grande parte da cidade..

24 de Janeiro de 2008, às 21:50link do post comentar ver comentários (7)

035 - Comprar uma objectiva fixa de 50mm

supostamente não ia comprar mais objectivas para a 400D pois estou a pensar troca-la, mas desde que me meti naquele projecto do 365 days comecei a sentir necessidade de uma fixa..bom, lá acabou por vir a uma canon EF 50 mm f/1.8 II. mas sem dar luta claro está, lá eu consigo comprar algo sem que a coisa dê pró torto?

no sábado passado à tarde fomos lançados à colorfoto. chegamos lá e vieram logo as "boas" noticias: esgotadas, por tempo indeterminado! fnac, idem idem aspas aspas...opá, se ha coisa que me aborrece é querer comprar uma coisa e não conseguir...quando chegamos a casa e fomos ver no site da pixmania...havia em stock, é lógico que preferia esperar 4 ou 5 dias do que não-sei-quantos e fizemos a encomenda.

..e chegou mais rápido do que estava à espera, hoje portanto! :D

O segredo da Gamila

aí há uns tempos, a mini-saia falou num sabonete todo xpto e eu curiosa (sim, porque passou-me completamente ao lado a dica que a madonna usava esta coisa loll) quis experimentar. encontramo-lo numa perfumaria no forum e encolher por entre os que estavam disponíveis é que foi complicado, cheiravam todos bem e cada um dizia que fazia melhor que o vizinho do lado. bom, às tantas lá nos decidimos pelo soothing geranium.

ora, esta pequena barra de "clarim" compra há vontade 15 doves.. mas doves não suavizam a "pele e a alma" e o cheiro e suavidade que deixam na pele não tem comparação possível. já para não falar da casa, que hoje quando cheguei toda ela cheirava ao sabonete. muito bom!

o marido já disse que da próxima vez que fazer a barba vai usa-lo de acordo com uma das sugestões que vêm na caixa. a ver o resultado (mas é capaz de demorar que ele só faz barba duas vezes por mês blargh) :)

Coisas de gajo...

o meu gaijo tem um princípio que eu apesar de entender, não consigo aceitar.. it goes like this: nós temos gostos musicais bastante semelhantes, mas como é lógico, ele gosta de algumas bandas que eu nem por isso aprecio e vice-versa. volta e meia, vem cá uma dessas bandas que eu sei que ele gosta e pergunto-lhe se ele não quer ir assistir. ele pergunta-me se eu era capaz de ir com ele e perante uma resposta negativa da minha parte, diz que não lhe apetece a ir, por mais que eu insista...

isto já aconteceu com tool, nine inch nails e vai acontecer brevemente com portishead...só porque eu não consigo estar duas horas a gramar um som que não gosto para lhe fazer companhia. não compreendo porque é que ele não vai à mesma, pois também não me iria sentir à vontade a ir assistir a um concerto acompanhada por ele se soubesse que ele não ia gostar..

ele diz-me que não gosta de ter momentos altos na vida dele sem que eu esteja presente, ok, aceito e penso de igual modo, mas será que ele iria ter um momento alto comigo ao lado de trombas a fazer frete e a contar os segundos para sair dali? (sim, eu sou péssima a fingir que gosto das coisas quando não gosto...)

...enfim!

21 de Janeiro de 2008, às 00:03link do post comentar ver comentários (27)

Porque é que tenho que tirar um dente que nunca na vida me deu problemas?

por acaso, há uns anos atrás, tive que tirar um igual àquele (um molar), no outro lado da boca, mas havia uma boa razão para tal: andava constantemente a ficar de cara inchada, tinha um abcesso enorme e houve uma altura que já só sobrevivia a painkillers.. fui com ele ao dentista e não havia nada a a fazer...mas este? este nunca me doeu, nunca me inchou a cara, nunca teve um abcesso, e para além disso é essencial para mastigar, por que raio é que vou ter que o tirar? ok, tá a criar infecção qualquer... perguntei se não havia mesmo alternativa e o dentista disse-me que podia restaurar e mante-lo supervisionado, e mal ele começasse a dar problemas saia logo...prefiro assim...tirar o outro custou-me tanto que nem me quero lembrar...e pior que tirar foi a salganhada que foi depois para aquilo sarar, sem contar que deixei de conseguir mastigar daquele lado...

o do siso que nasceu atravessado, também disse que devia sair...beh, logo sai quando estiver a estorvar, até lá, fica sossegado onde está.

a ponte, bem, porque nunca me explicaram como mantê-la limpa como deve ser, duas das raízes estão a desenvolver carie...então o dentista lá me explicou como limpar aquilo e disse que vamos manter a coisa debaixo de olho, mas mais cedo ou mais tarde, vai ter que ser substituída.. menos mal, tava à espera de notícias piores...

17 de Janeiro de 2008, às 19:37link do post comentar ver comentários (19)

'Le me

tem idade suficiente para ter juízo, embora nem sempre pareça. algarvia desertora, plantou-se algures na capital, e vive há uma eternidade com um gajo que conheceu pelo mirc.

no início da vida adulta foi possuída pelo espírito da internet e entregou-lhe o corpo a alma de mão beijada. é geek até à raiz do último cabelo e orgulha-se disso.

offline gosta muito de passear por aí, tirar fotografias, ver séries e filmes, e yada yada, yada... é ler o blog ;)

bucket list

'Le liwl

era uma vez um blog cor-de-rosa que nasceu na manhã de 16 de janeiro, no longínquo ano de 2003, numa altura em que os blogs eram apenas registos pessoais, sem pretensões de coisa alguma. e assim se tem mantido.

muitas são as fases pelas quais tem passado, ao sabor dos humores da sua autora. para os mais curiosos, aqui ficam screenshots das versões anteriores: #11 #10 #9 #8 #6 #5 #4

seguir nos blogs do sapo

Follow follow us in feedly