Até prás a malditas das formigas...

....o marido é um gajo muita porreiro!

aí há uns dias ouvi-o barafustar com as formigas, tinham invadido as guloseimas do furas, mas ao que parece eram umas que ele não gosta e ele teve uma ideia:
espalhou aquela porcaria no parapeito da janela (do lado de fora claro), ao pé do que ele pensa ser uma das entradas delas.

então não é que o tráfego das rabigas desapareceu quase por completo de casa e concentram-se agora no parapeito a dar conta do banquete que o marido gentilmente lhes cedeu! é o que se chama de uma win-win situation hi hi hi
31 de Março de 2008, às 22:39link do post comentar ver comentários (1)

Yaaaay!!

é com enorme prazer que anuncio que acabamos de entrar na hora de VERÃO. acabamos de entrar na altura do ano que eu gosto mais hi hi hi a partir de agora é sempre a abrir!

...e vivó VERÃO!

(e finalmente voltei a ter o relógio da cozinha a dar horas certas hi hi hi)
30 de Março de 2008, às 02:09link do post comentar ver comentários (4)

Episódios da vida na aldeia II

hoje quando saímos de carro notamos que o porta-bagagens tava aberto. fechamos e não ligamos ao sucedido, apesar de eu ter estranhado não ser preciso trancar. mas quando foi preciso abri-lo para largar lá umas coisas, a chave não entrava nem a meio da fechadura. um olhar mais atento e verificamos que alguém tinha forçado a fechadura e deu cabo dela, e nem se deu ao trabalho de fechar bem aquilo..

faz-me confusão saber que algum filha-da-puta forçou entrada ao meu carro, xaretou as minhas coisas, e foi-se embora deixando-me uma fechadura para arranjar...não me sinto confortável com esta ideia...

Constatações de gaja

tenho que deixar de comer cereais para putos e passar a comer cereais de gente grande...

é que desde que comecei a devorar taçadas de cheerios e estrelitas ao pequeno almoço que ganhei 2kg e não me consigo ver livre deles...não pode ser, não pode ser! a este ritmo chego aos 50kg num instante..

vou passar a consumir dos mesmos do gajo marido, special k...pode ser que com uma colherada de mel aquilo até me saiba bem..

17ª sessão de TORTURA!

...e pronto, era uma vez uma (puta duma) raiz!

há uns bons anos atrás (+12), eu tinha um dente estragado que me doía comó caraças, e desesperada com dores, pegava em cubos e gelo e esfregava-os no dente (há quem bocheche bagaço..). só que esta (muito má) ideia, para além de  aliviar apenas momentaneamente, teve um mau resultado: o dente fracturou-se (até ouvi o estalo lol).

às tantas fui ao dentista. um dentista, que, coitado, tinha tanto medo de nos fazer mal que só fazia merda. ele lá fez pra lá qualquer coisa que o dente deixou de me doer mas ficou muito fragilizado..

uns tempos mais tarde, quando tive que iniciar uma espécie de reabilitação oral, escolhi outro dentista. o gajo inspecciona a boca, toca-me num dos dentes e pergunta "isto foi obra do filipe, não foi?" pois e tinha sido sim senhor! eles já se conhecem uns aos outros e tudo!

foi um calvário esse verão, e como já não via a hora daquela provação acabar, não fui até ao fim, deixei dentes por arranjar, na altura eram os menos críticos, porque o dentista deu prioridade aos piores..

esse fragilizado era um deles, e com o tempo, desfez-se em pedaços, restando apenas a raiz..

há uns três anos atrás, depois de uma noite com uma dor brutal de dentes fui a um dentista que ao tratar o dente do lado, disse que aquela raiz tinha que sair depressa, pois tinha desenvolvido um quisto que podia trazer complicações. eu disse que sim, mas depois daquele dente tratado nunca mais lá pus os pés...espertinha, hem!

quando em outubro passado me desafiei a mim própria a meter-me no dentista e só sair de lá quando não restassem dentes por arranjar, tá-se mesmo a ver que desta vez não tinha escape possível... ela tinha que sair, a bem ou a mal...

"não precisa de estar nervosa" pois, pois...

the thing is..ao fim de tantos anos, os dentes do lado foram-se apropriando do espaço vazio e empurraram a raiz para baixo, deixando uma abertura relativamente pequena, e o quisto que o gajo tinha desenvolvido também não ajudou à festa..

aquilo não foi uma escavação arqueológica como de costume, aquilo foi um saqueamento selvagem a uma catatumba secreta. uma horinha. e passei-a quase toda de olhos fechados porque aquela visão do tubo do aspirador a aspirar sangue faz-me mal (porque raio não fazem os tubos opacos?), assim como observar aquela parafernália de ferramentas de tortura a passarem-me à frente dos olhos, então fechei-os e só os voltei a abrir por instantes quando veio outro dentista e cumprimentou-me. sim, foi preciso outro dentista, porque aquele não dava conta do recado. e mesmo àquele esta a custar, já estava a ouvir falar em "descolamento dos tecidos em redor" ou coisa assim, mas já nem queria saber, tava por tudo..
às tantas lá se decidiu a sair, aos bocados, claro, mas sem ser preciso tomar medidas mais drásticas thank god!

doer, não doeu, mas fez-me uma impressão do caraças, pois a gaja estava situada na parte de cima da boca, e aquele empurra todo, e broca, e parte, e remexe, e "tá mesmo difícil", e atarraxa qualquer coisa, e puxa, e escava, e escava, e escava dentro do osso não é lá grande coisa blaaaaaaaaarggg...

nem quero imaginar quando algum dia tiver que tirar um siso...

por acaso é uma coisa marada, tirar dentes..numa altura em que a medicina dentária já está tão evoluída, tirar um dente continua a ser um acto tão bárbaro! valha-nos a bendita da anestesia...

bem, e suponho que marquei a minha última consulta...a ver vamos, aquela gente qualquer dia não me pode ver lá loll

(belo post deu aquela raizinha, hem!)

No fim-de-semana passado...

...não éramos para ter ido aos algarves, mas de repente lembrei-me que era páscoa e que provavelmente iria haver a feira do folar em barão de s. joão. doida como sou por folares, lá tive que me ir abastecer.

ao contrário da maralha toda, ficamos quietinhos e só saímos de casa na sexta à noite. nada de trânsito, nada de confusões na estrada. chegamos lá tarde e como não tínhamos avisado ninguém, a porta tava trancada e a malta a dormir. umas porradas na janela resolveram o que os telemoveis não conseguiram loll

no sábado fomos tratar do quarto da criançola (leia-se, a sobrinha).
quando a mana e o cunhado compraram o apartamento, ficamos incumbidos da decoração do quarto da sobrinha. mal deitei os olhos imaginei logo a cena toda: uma carpete verde cortada de forma irregular e flores grandes em vinil nas paredes a imitar um jardim, uma mesinha e banquinhos do ikea, um baú para guardar a tralha, e montes de peluches pelo chão! um espaço muito colorido e divertido.

temos comprado as coisas aos poucos, e este fim-de-semana foi a vez de aplicar a carpete. ainda não estava totalmente esticada já a miúda se rebolava e atirava ao chão. depois o marido fez os recortes e eu tratei de arrumar aquilo como tinha imaginado. e o resultado foi este:

leo's bedroom leo's bedroom


agora só falta pedir os orçamentos para os vinis e saber se colam naquela parede.
mais tarde a caminha será substituída por outra da mesma linha da mesa e dos bancos, e a quantidade de peluches e brinquedos há-de ir aumentando he he

na véspera de fazer 4 aninhos (no sábado à noite), o nosso diabrete albino fez-nos a parte e pirou-se de casa outra vez. já passava da uma da manhã quando o vizinho do lado veio bater à porta com ele na mão. segundo ele, ouviu barulho no quintal, foi ver o que era e o bixo entrou-lhe casa a dentro...

no fundo até temos sorte que ele não se afasta muito, e quando começa a ficar cansado, procura a casa de alguém, e como as pessoas já sabem de quem é o bixo, menos mal. se calhar até procurou a nossa casa, mas como a porta estava fechada e ele não emite sons audíveis, ficou na rua.. enfim, vinha todo cagado, até um carrapato trazia à boleia no lombo, e foi directo pro bidé, tomar banho. veio a calhar que ele já andava muito malcheiroso, mas nós temos pena de lhe dar banho no inverno..

?!


chegou à metade da viagem sem grandes percalços. se tudo continuar a correr bem, vive na boa mais 4 anos, o que viver a partir daí, é bónus (estes bixos têm uma esperança média de vida de 8 anos). mas a vida até lhe corre bem, tem liberdade na medida do possivel, é muito activo, nunca esteve doente, mimos é coisa que não lhe falta, tá completamente spoiled, faz o que quer e o que lhe apetece e nem por isso é castigado.

...e no domingo à tardinha lá fomos a barão de s. joão buscar os ricos folaritos! trouxemos 4, mais meio quilo de azeitonas e uns bolos de torresmos, que eu gosto muito. ah e fora a quantidade de bolinhos de doce fino que comemos por lá he he

saímos de lá à hora do costume, onze e meia na noite, já não apanhamos filas nem nada que se pareça, foi um fim-de-semana igual a tantos outros ^^

Eu bem que me parecia!

afinal a primavera começou hoje, não ontem!

ai que dia mais boniiiiito :D praia praia praia!
21 de Março de 2008, às 11:44link do post comentar ver comentários (3)

...e o segredo nº3 é:

ORIGINAL!

"the original product. unscented and without added essential oils.
suitable for the most sensitive skin and persons with skin problems."

é oficial, estamos viciados no raio do sabão..ao ritmo de uma barra por mês.. a loja que os vende no forum tem um stock muito mauzinho, a do atrium saldanha está bem melhor apetrechada e as caixas estão melhor seladas...
20 de Março de 2008, às 22:37link do post comentar ver comentários (2)

You may pass now!

bom, acabou-se a saga da inspecção do chasso, sem que antes, tivessem havido mais confusões, claro!

(isto passou-se ontem)

como não podíamos adiar a inspecção nem mais um dia porque este fds a estrada é capaz de estar pejada de bófia e eu não quero apanhar uma multa/ficar sem o livrete porque o prazo para (re)inspecção já tinha acabado, decidimos levar o carro ao mecânico para ele alinhar o farol e irmos com ele ao centro na quinta-feira (hoje) o mais tardar.

chegamos lá, e o marido pergunta ao gajo da oficina se dá para baixar o farol pois está muito alto e tinha sido um dos motivos do chumbo.
o gajo, que deve ter ficado picado a  pensar que nós o estávamos a culpar por aquilo (ele tinha arranjado o suporte do farol há coisa de mês e meio), não vai de modas: "ah, isso agora só farol novo!" e nem sequer foi lá ver o dito cujo... eu a ver a minha vida a andar para trás, que não ia poder usar o carro durante o fim-de-semana, mas o marido, desconfiado, pisca-me o olho e pergunta-lhe: "então, e em quanto fica um novo?"
o gajo vai ver, telefona para outro que lhe dá o preço, aplica mais a montagem e dispara: 120€€!

até gani ao ouvir aquilo! é que NEM PENSAR! nem pensar se gasto aquele dinheiro num farol praquele carro, nem pensaaaaaar!!!
viemo-nos embora, e o marido enfurecido por o terem tentado enrabar, decidiu-se: "também agora, vou EU descer o farol e vamos com ele à inspecção JÁ ...a ver se não passa!"

dito e feito. chegou ao carro, sacou da chavinha, ajustou o parafuso da altura do suporte, vimos perfeitamente o farol a descer e bora lá que se faz tarde!

chegamos ao centro e ficamos a saber que como o prazo já tinha expirado era preciso fazer nova inspecção. baaaaah! mas vá, tou-me a cagar, eu quero é andar com o carro descansadinha da vida, que tenho muito orgulho nas minhas 0 multas! (as 2 de estacionamento à porta de casa não contam :P)

desta vez fui eu que levei o carro pelo percurso, que cá para mim, o marido da azar* he he. mandei-o dar uma volta e meti-me na fila. calhou-me um porreiraço. fez aquela merda em três tempos (até porque o carro tinha sido totalmente inspeccionado há menos de um mês) e em três tempos tinha a merda do papel verde na mão!

120€€ por um farol novo MY ASS, bastou uma puta de uma chave e rodar um cabrão dum parafuso. é assim que se perdem clientes. nunca mais o chasso há-de lá por as rodas naquela oficina!

* naquele cento de inspecções, na primeira vez que fomos lá com o carro, foi o marido que o levou e o carro chumbou, da segunda fui eu e passou, da terceira foi ele e chumbou, da quarta fui eu e passou. coincidência? lolll
20 de Março de 2008, às 14:02link do post comentar ver comentários (3)

'Le me

tem idade suficiente para ter juízo, embora nem sempre pareça. algarvia desertora, plantou-se algures na capital, e vive há uma eternidade com um gajo que conheceu pelo mirc.

no início da vida adulta foi possuída pelo espírito da internet e entregou-lhe o corpo a alma de mão beijada. é geek até à raiz do último cabelo e orgulha-se disso.

offline gosta muito de passear por aí, tirar fotografias, ver séries e filmes, e yada yada, yada... é ler o blog ;)

bucket list

'Le liwl

era uma vez um blog cor-de-rosa que nasceu na manhã de 16 de janeiro, no longínquo ano de 2003, numa altura em que os blogs eram apenas registos pessoais, sem pretensões de coisa alguma. e assim se tem mantido.

muitas são as fases pelas quais tem passado, ao sabor dos humores da sua autora. para os mais curiosos, aqui ficam screenshots das versões anteriores: #11 #10 #9 #8 #6 #5 #4

seguir nos blogs do sapo

Follow follow us in feedly