E porque há uma primeira vez para tudo!

a ecalma achou que hoje era um bom dia para nos enfeitar o carrito à porta de casa, e deu o seu ar de graça. ah poizé... ainda devem andar contagiados pelo espirito natalício e tal...

e se foram rápidos! 2mn antes de sair de casa, espreitei lá para baixo e ainda não haviam fitinhas, foi o tempo de vestir o casaco, apanhar as chaves, descer o elevador, e quando cheguei lá abaixo, pumbas....

 

busted!

 

os sacanas....!

o rapazito disse que ainda deu três voltas antes de cumprir o dever, mas ele não teve culpa que eu tenha chegado a casa às 4 da manhã com 300km no lombo e não ter arranjado vontade de ir meter logo o carro na garagem, que ainda fica quase a 1km de casa, né?
só não tou chateada porque nós abusávamos um bocadito da boa vontade deles, é verdade, e tamos fartos de saber que não se pode estacionar ali...enfim.

agora que já sei o que é ter o carro bloqueado, espero que seja a primeira e última vez :P

...e espero que o cascas não arranje praí ideias de se vingar em nós pela maldade que lhe fizeram : /

30 de Dezembro de 2008, às 02:15link do post comentar ver comentários (5)

015 - Ler um livro por mês durante um ano

esta era fácil!

(ordenada pelo mês em que iniciei a leitura)

janeiro: o traficante de armas
fevereiro: don't make me think (técnico)
março: under the duvet
abril: shopaholic & baby
maio: the secret dreamworld of a shopaholic
junho: shopaholic abroad
julho: jpod (muito provavelmente, o livro mais estranho que já li)
agosto: shopaholic ties the knot
setembro: the undomestic goddess
setembro/outubro: peach fuzz (3 volumes, conta como um, vá)
novembro: shopaholic & sister
dezembro: sex and the city (não gostei lol)

(...e tenho mais três para ler, todos técnicos)

apenas um em português ^^
quando olho para esta lista, chego à conclusão que, apesar de me ter entretido a ler aquilo tudo, tá ali muita merda...então, a resolução para 2009 é ler um livro a cada dois meses, mas desta vez, tem que ser obras decentes da literatura portuguesa. acho que vou meter uma pausa no chick-lit...(oh man, acabei de envelhecer 10 anos neste preciso momento LOL)

29 de Dezembro de 2008, às 14:15link do post comentar

Provavelmente, a última novidade de 2008

...e que me andava a escapar :P

a maninha tem novo encontro marcado com a cegonha, para abril!

ou seja, fiquei para tia....AGAIN!
vergoooonha!

como ela já está quase nos 5 meses, a cegonha foi obrigada a chibar-se, e quando contei a boa nova ao marido, a resposta dele foi:

- parece que na vossa família, os óvulos fecham a porta ao cromossoma Y (LOL, é capaz de ser verdade, sim)

que é como quem diz, temos menina!! hi hi hi
e vai nascer sob o signo oposto ao da leo...nem quero pensar nas guerras que aquelas duas vão ter quando forem mais crescidas lol

28 de Dezembro de 2008, às 02:44link do post comentar

O Natal por aqui...

definitivamente, já não lhe acho piada absolutamente nenhuma, e cada vez tá pior...
quando era miúda, adorava. a família reunia-se, havia confusão, havia muita comida, havia muitas prendas. era realmente giro.
mas depois uma pessoa cresce e aquela magia começa a desvanecer-se...e começa a dar lugar a uma certa amargura, especialmente pela parte em que a família cresce prós lados e começa a ter que fazer opções e deixa de reunir-se como antigamente, e é disso que tenho realmente saudades..o natal sem essa parte da família não me diz nada. resta-me as memórias que guardo desses tempos..

depois há a parte em que nós crescemos e começamos também nós a fazer papel de "pai natal", mas até a isso acabei por me cortar, há vários anos que me recuso a oferecer prendas no natal. e as chatices que essa decisão me poupa!
houve um direito que conquistei com a idade, o de comprar aquilo que quero, quando quero e posso, não preciso de esperar por época nenhuma, é quando calha, e sabe-me bem. não preciso de esperar por aniversários, ou natais ou outras datas comemorativas.. e não falo apenas em coisas para mim.
mas antes não...antes tínhamos que nos portar bem para merecer as tretas, e quando as recebíamos, aquilo realmente tinha outro sabor, mas eu prefiro como as coisas são agora, gosto mais de ser eu a controlar a minha vida.

mas sim, fartei-me de "ganhar" coisas, tipo, dois livros técnicos, uma light tent, uma objectiva, uns nikes, uns crocs que por acaso até tinha pedido por aqui, roupa, guito, e a única prenda real, uma moldura digital, vinda da maninha :)

27 de Dezembro de 2008, às 04:28link do post comentar ver comentários (1)

Mais 5 caches!

a malta tá de férias, não tem mai nada pa fazer, diverte-se como pode, né?

então no dia 25 levamos o dia todo a dizer que tínhamos que nos fazer às caches, mas quando finalmente saímos de casa, eram sete e meia da tarde. noite cerrada, portanto...

como estava muito escuro, decidimo-nos por caches urbanas, e lagos era o que estava mais à mão.

cache #4 - marina de lagos

começamos pela marina, que era a que estava mais perto. tava um frio de rachar, mas não nos demoveu de ir à procura da cache. estava num sitio fácil, mas estava um bocado afastado do ponto que o mapa indicava, pelo que ainda levamos bastante tempo a espreitar por entre as pedras do pontão.
tínhamos apenas uma lenternazeca de dar à manivela, não dá luz quase nenhuma, mas safou a coisa.

saímos dali aos pulos a ver se aquecíamos e fomos consultar a app. estávamos a km e meio de outra, tava tão perto que chateava... era só pegarmos no carro e seguir em frente.

cache #5 -
os indios da meia-praia

o sitio onde esta cache se situa não me inspira grande confiança, por isso, fomos dar uma granda volta, para chegar lá pela praia em vez do povoado. o carro também não ficou estacionado muito perto. podíamos ter chegado lá em poucos minutos se tivéssemos ido pela linha de comboio, mas era perigoso.
again, não se via um cabrão e a luzeca mal iluminava o sitio por onde púnhamos os pés.

aquela foi realmente fácil, a pista dizia tudo. em menos de nada, tavamos sentados a logar a nossa visita.

cache #6 - forte da meia-praia

esta sofreu do mesmo mal da outra..tava apenas a um kmzinho dali...era uma pena não passarmos por lá, então lá fomos.
também foi bastante fácil dar com ela. ajuda um bocado conhecermos o sitio como a palma da nossa mão, né? he he

cache #7 - a22 - via do infante - lagos - w-e

esta foi fruto do acaso, porque paramos na estação de serviço quando regressávamos a casa e ela estava uns metros de nós. não íamos deixar passar a oportunidade em branco, claro!

andamos 15mn, agachados a espreitar por entre os arbustos com aquela luz de merda, e tava difícil..às tantas, chamo o marido e digo-lhe: "não vamos desistir, aposto que está mesmo à frente dos nossos olhos!" e não é que estava mesmo??

e com essa demos a noite por terminada. foi uma estreia, as caches nocturnas, e foram todas bem sucedidas!
muito divertido, apesar do frio, e tem a vantagem de não levantar tantas suspeitas em relação ao que se anda ali a fazer

no dia 26 saímos em família, fizemos duas, todas nos arredores aqui da aldeia.

cache #8 estela de bensafrim

esta meteu uma pista pelo meio. a localização da cache que está no site não é a final, tínhamos que dar um passo intermédio para chegar à localização exacta. caro que foi fácil encontrar a pista, e o local.

a vista é realmente bonita, conheço bem os arredores disto aqui, mas nunca me tinha aventurado praqueles lados.

cache #9 old dam wall

esta também não foi difícil de achar, e andamos por uns sítios bem manhosos, cheios de pedras. foi o meu pai que deu com o tupperware, que eu andava mais preocupada em fotografar o musgo que crescia num sitio ali perto he he

e pronto..queria ver se amanhã ia para os lados da costa vicentina..espero que não chova, que há ali muita cache para descobrir :)

27 de Dezembro de 2008, às 03:17link do post comentar ver comentários (1)

Cache #3 - Gulbenkian

GCKCJ9

a cena fixe do geocaching: fui almoçar com o marido. levei o farnel e abancamos uma mesita no jardim da gulbenkian. enquanto comíamos, surge a conversa: "de certeza que há uma cache escondida por aqui!"

consultamos a appzita oficial da coisa, e pimbas, lá estava uma, a uns míseros 100m de nós.
arrumamos a tralha e fomos atrás dela. foi bastante fácil dar com o local, depois andávamos por ali os dois a sondar à procura do sitio exacto onde ela estava enfiada. para esta foi preciso verdadeiro trabalho de equipa, se não, ela não saia do lugar he he

este fim de semana vamos partir para coisas mais sérias, e com uma máquina fotográfica decente atrás :)

24 de Dezembro de 2008, às 02:44link do post comentar

Cache #2 - Moinho de Cacilhas

GC16PZM

domingo à tarde. já havia dias que planeávamos ir às caches de almada. e começamos por aquela que estava mais perto.

o local é estupidamente próximo de casa, passamos lá perto todos os dias, e nunca lá tínhamos estado, nem eu, que estou por almada vai fazer 7 anos, nem o marido que vive cá desde que nasceu... o moinho de cacilhas, que está rodeado por uma parque de estacionamento, mas tem uma vista fabulosa sobre toda a margem sul e lisboa, assim como uma vista muito curiosa sobre almada.

não foi fácil de encontrar a cache porque o sitio estava atulhado de lixo, mas quando já estávamos perto de desistir, eu vi-a!
foi a primeira que encontrei e fiquei mesmo contente hi hi aquilo dá assim umas cócegas na barriga.

depois foi tira-la de lá com cuidado, que andavam por ali uns putos, e não queríamos que ninguém nos visse a sacar aquilo, e abancamos, não muito perto, para abri-la, ver o conteúdo, registar a nossa passagem e deixar a lembrancinha.
 

#2 #2 #2


depois fomos em direcção de outra, mas havia tanta gente a passar, que desistirmos, não fossemos levantar alguma suspeita, ainda por cima, que desconfio que aquela implicava andar a "vandalizar" um canteiro.

seguimos caminho, até outra localização, mas também não tivemos sorte. nem quer perdemos lá muito tempo.

seguiu-se outra com resultados idênticos às duas anteriores. desistimos e demos o dia por terminado. mas o facto de termos encontrado uma valeu pelos resultados negativos das outras três he he

 

24 de Dezembro de 2008, às 02:40link do post comentar

Cache #1 - Aventura do Rio Mondego II (Caldas da Felgueira)

GC1BRTP

a primeiríssima!

aproveitamos que estávamos nas redondezas e aquilo era novidade. como ainda havia tempo para isso, lá fomos ter de encontro ao local que o mapa indicava. depois disso, foi com gps.
éramos 5 à procura dela, e tava difícil. uns por um lado, outros por outro. levanta pedras aqui, levanta pedras ali. o marido escorrega e esfola uma perna, chega à conclusão que não está no caminho certo, e junta-se ao resto da malta, que já estava muito próximo do local exacto, e às tantas lá deu com aquilo.
 

#1 #1 #1 #1


tava num sitio bonito, e esse é suposto ser o objectivo do geocaching, levar-nos a sítios bonitos. mas agora reparei que não tirei fotos da área :(

24 de Dezembro de 2008, às 02:38link do post comentar

Maria, vem daí, vamos às caches!

quando o carlos me sugeriu o geocaching no ano passado, por causa de nós andarmos sempre de cú no ar por esse pais fora, a ideia ficou em standby porque não tínhamos gps, e sem gps, não há nada pa ninguém.

os iphones, com gps assistido, vieram a meio do verão, mas nós no verão só conseguimos ver uma coisa no horizonte: praia. e a ideia continuou em standby..

até que quando estivemos pela primeira vez na estrela este ano, fiz uma pesquisa por um sitio onde passamos e um primeiros resultados era a pagina de uma cache que estava escondida por lá. e eu disse ao marido: já viste? se a gente se tivesse lembrado? tinha sido giro...

e no fim-de-semana seguinte o marido lembrou-se das caches e andou a aliciar os putos do meu tio, e a modos que sem querer, lançamos-nos nas aventuras do geocaching.
ao principio estávamos um bocado baralhados e pensávamos que o gps do iphone não prestava praquilo, porque não nos dá coordenadas, e como o meu tio tinha um gps decente, usamos o dele. só depois é que nos apercebemos que se metermos o mapa com visão de satélite, o trabalho fica muito facilitado (talvez até demais lolll)

hoje encontramos a nossa terceira cache, acho que já nos podemos considerar oficialmente geocachers he he ainda estamos a aprender como funcionam as coisas, mas até agora, estamos a curtir da ideia, apesar de que à primeira vista, esta coisa da "caça ao tesouro" possa parecer um bocado gay lol

vou fazer um post por cache, pá coisa ficar mais arrumadinha :)

24 de Dezembro de 2008, às 01:39link do post comentar ver comentários (2)

..e eis que começa o inverno!

e a avaliar pelo dia solarengo que faz lá fora, começou bem!

 

gosto deste dia por uma razão: hoje é o dia mais pequeno do ano e a partir de amanhã, os dias vão começar a ficar maiores, a minha contagem decrescente oficial pro verão. YAY!!

21 de Dezembro de 2008, às 12:05link do post comentar ver comentários (5)

'Le me

tem idade suficiente para ter juízo, embora nem sempre pareça. algarvia desertora, plantou-se algures na capital, e vive há uma eternidade com um gajo que conheceu pelo mirc.

no início da vida adulta foi possuída pelo espírito da internet e entregou-lhe o corpo a alma de mão beijada. é geek até à raiz do último cabelo e orgulha-se disso.

offline gosta muito de passear por aí, tirar fotografias, ver séries e filmes, e yada yada, yada... é ler o blog ;)

bucket list

'Le liwl

era uma vez um blog cor-de-rosa que nasceu na manhã de 16 de janeiro, no longínquo ano de 2003, numa altura em que os blogs eram apenas registos pessoais, sem pretensões de coisa alguma. e assim se tem mantido.

muitas são as fases pelas quais tem passado, ao sabor dos humores da sua autora. para os mais curiosos, aqui ficam screenshots das versões anteriores: #11 #10 #9 #8 #6 #5 #4

seguir nos blogs do sapo

Follow follow us in feedly