I can has mah ifone nao?

começou por recusar-se a enviar um sms. mau!

duas, três, quatro tentativas, e nada...

teste de despiste: mudar o cartão SIM.
continuava a não enviar sms com um SIM diferente, e o outro SIM funcionava perfeitamente noutro telemovel..

uma breve visita aos foruns de suporte da apple confirmou que havia mais gente com o mesmo problema... tinha acontecido uns dias depois de lhe ter feito o update para a nova versão.. só podia ser problema de software..

primeira tentativa.
voltar a programar o número do centro de mensagens. nada!

segunda tentativa.
restaurar o sistema operativo. nada!
reprogramar o número do centro de mensagens. nada!

terceira tentativa.
apagar todo o conteúdo e informações (levou 1hora a fazer isto :P), e depois meter-lhe novamente o software. nada!

quarta tentativa.
restaurar o sistema, noutra máquina, noutro sistema operativo, noutro itunes. nada!

andamos a adiar a visita ao centro de assistência técnica porque fica em alfragide e tem horários de gente normal, ou seja, abre as 9h e fecha as 19h. ora, durante esse período de tempo eu não consigo ir pregar praquela freguesia...a não ser ao sábado, que está aberto até às 13h.. só que mal calçamos em casa nos fins-de-semana que se seguiram..tavamos feitos para ir lá no próximo.

para minimizar o impacto da coisa, o marido emprestou-me o dele, e foi ao refugo buscar um dos bzidroglios que usavamos antes e não quisemos dar de retoma quando compramos os iphones. é um marido bom, tá visto, não quis privar a sua gaija do uso do magnifico aparelho durante o tempo em que o outro parvo estava em greve de sms..

até que há dois dias saiu, a modos que sorrateiramente, um update de firmware. um updatezeco, diziam eles, que melhorava umas coisitas...é que nem falavam em bugs de sms corrigidos...

dissemos um pro outro: "uma última tentativa antes de o mandarmos pra assistência técnica ser sodomizado por estranhos...não custa nada..." a esperança é a ultima a morrer, tão a ver?

...e hoje o marido fez o tal update, and guess what? as sms ressuscitaram do mundo dos mortos!

de qualquer forma, só torno a falar dele, e do facto de se ter tornado uma extensão da minha mão, quando fizer um ano..a não ser que se arme em parvo outra vez!

30 de Janeiro de 2009, às 01:09link do post comentar ver comentários (1)

Cada vez melhores...

os meus pesadelos!
 

sonhei que um polvo gigante, provavelmente extraterrestre, atacava uma cidade e destruía tudo à sua passagem, e eu tive que fugir para os túneis do metro mas nem aí estava a salvo, que só se viam tentáculos de polvo por todo o lado...fartei-me de correr e acordei com uma bruta dor de cabeça..

JURO pela minha saudinha, que não tomo, nem fumo cenas maradas... não, a sério!!

(e também não vejo ou leio hentai :P)

28 de Janeiro de 2009, às 19:14link do post comentar ver comentários (6)

056 - Tirar um curso de escrita criativa

como era intensivo, foi apenas uma amostra das coisas que tornam a escrita criativa. fizemos uns exercícios giros que me deram muito em que pensar e me ensinaram muita coisa, inclusive que estou mais longe de cumprir um dos meus objectivos do que imaginava.

a meio do curso ainda considerei meter-me num menos condensado, onde aprofundássemos mais as ferramentas e fizéssemos os exercícios com mais calma, mas desisti da ideia, pelo menos para já. antes de voltar a pensar em escrita a sério tenho que lamber muito papel. a minha escrita é demasiado directa, simples e descontraída e foi dificil abstrair-me disso. para além disso preciso vocabulário, gramática, e muito treino.

a única aula que não gostei foi a última, onde tivemos que fazer vários exercícios auto-biográficos, do tipo tentar pescar memórias enterradas nos confins do cérebro através de sensações ou objectos.
e a pontaria do formador, que foi buscar precisamente um dos assuntos que eu mais odiei na minha vida..caiu-me muita mal. há coisas que prefiro simplesmente não me lembrar delas, e fui obrigada a recordar, a digerir e escrever sobre elas.

também serviu para aperceber-me de outras coisas, tipo, ir meter-me num curso superior, a trabalhar full-time ao mesmo tempo seria uma péssima, péssima ideia..vou ter que adiar esse projecto mais uma vez. cheguei à conclusão que depois de um dia de trabalho, o máximo que aguento de aulas é hora e meia, e nunca mais de três dias por semana...temos pena :(

e antes que perguntem, tirei aqui :)

Greatest hits!

uma coisa que não exploro muito é a minha pancada pelas músicas dos anos 80/90..é que gosto mesmo muito de ouvir as músicas destas alturas por causa dos time travels que elas me proporcionam.

mas apesar de gostar muito, é rara a vez que me ponho à procura delas, sendo o youtube a ferramenta a que recorro normalmente..mas há uns dias houve um novo desenvolvimento: a M80, que, para quem não sabe, é uma rádio que só passa música dos anos 70, 80 e 90.

e isto é novidade porque deixamos de ouvir rádio há coisa de 5 anos, quando o auto-rádio do chasso avariou. depois perdemos esse hábito..

quando o cascas chegou, uma das primeiras maldades lhe fizemos foi tirar a antena para fora, que eu não gostava dela, achava-a demasiado grande, e, mesmo não fazendo uso dela, não queria que ma gamassem..e continuamos sem ouvir rádio.

até que comecei a achar, que o cascas sem antena, devia-se sentir, tipo..castrado lol então quis arranjar uma antena pikinina, só para dar o seu ar de graça. e assim fizemos!

dias depois, tava eu a levar uma seca no carro à espera que o marido descesse de casa, quando me lembrei a ligar o rádio e fazer zapping pelas estações. ora, e o que é que eu encontrei?

a M80, claro está!

desde então que temos andado divertidos a ouvir as pérolas que esta rádio põe a descoberto, que acabam por fazer que nos nos recordemos de outras pérolas, como exemplos que se seguem, as quais nós apelidamos carinhosamente de "música de queca":

muitos de vocês, se estão cá hoje é graças aos korgis, que esta batia forte há 20 e tal anos atrás!

esta também era bem famosa. tinha uma amiga maluca pela música, quase chorava quando a ouvia. eu jurava a pés juntos que o gajo era francês..até que ontem descobri que não é... lol

o elton john também tem umas baladas bem jeitosas.
 

o paul young também deve ter contribuido bastante para o aumento da taxa de natalidade.


e claro, não podia faltar os belos dos escorpiões, e da balada que deve ter sido mais usada para o engate no inicio dos anos 90!

ai..bons tempos!

(e ainda me vou lembrar de mais he ehe ehehe)

27 de Janeiro de 2009, às 01:52link do post comentar ver comentários (4)

A modos que para ficar registado...

o iphone desiludiu-me antes de fazer seis meses mas o cascas não!

fez hoje seis mesitos que está comigo, nunca me deixou ficar mal e ainda continuo terrível e irremediavelmente apaixonada por este carro cor de fogo!

 


...e já leva 13 mil e tal km no lombo, nada mal!

22 de Janeiro de 2009, às 23:50link do post comentar ver comentários (5)

Pelos caminhos de Portugal... - versão alto alentejo!

íamos todos lampeiros por esse alentejo fora, a caminho da serra de s. mamede, para mais um fim-de-semana à maneira, mas fomos traídos pelo mau-tempo. arruinou-nos o passeio, grande FDP!

é que senti-me roubada! num sitio tão bonito como aquele, e não via um palmo à frente dos olhos por causa das nuvens, e do nevoeiro, e da chuva. não há direito!

passamos a noite numa albergaria perto de marvão que já andava debaixo de olho há pra mais de um ano, e só não foi um bocadinho melhor porque não escolhemos o quarto certo, escapou-nos o pormenor da casa de banho completa. a albergaria é muito gira porque todos os quartos são diferentes, e podemos escolher o que nos agradar mais, quer pela cor, quer pela decoração. é um sitio muito porreiro e o pessoal simpatico. havemos de lá voltar :)

foi um bocadinho dificil fazer geocahing por aquelas bandas. não sei se é por ser um sitio remoto, se é pela proximidade com espanha, mas eram raras as zonas onde apanhávamos 3G no iphone..aliás, se estivéssemos a apanhar gprs já nos podíamos considerar sortudos. levávamos o tempo todo a rezar que os mapas carregassem, que degredo. vá lá que isso não nos impediu de encontrarmos os lugares todos. fizemos 6 caches, mas podiam ter sido 9. saltámos três delas por causa da maldita da chuva.
mesmo assim o saldo foi positivo. viemos carregados de tesouros pa largar noutros sítios :)

#18 - barragem da apartadura
fizemos um pequeno desvio a caminho da estalagem e não nos arrependemos, que o sitio era lindo. e eu não costumo achar piada a barragens (tenho medo, vá!) ^^
encontramos uma moeda muita gira nesta cache. foi a primeira moeda que apanhamos :)

#19 - freixos da estrada en246-1
depois de uma bela jantarada o marido quis passar por lá. tavam 3ºC na rua, eu nem tive coragem de sair do carro :P

#20 - estação cp marvão-beirã
a estação mais parecia abandonada, mas ainda conserva traços originais, daí o seu interesse histórico. apesar disso, é por ali que passam os comboios internacionais.
vieram uns gatitos ter connosco que tornaram a coisa mais divertida

#21 calçada romana, marvão
a cache do marvão tava desactivada mas havia outra pelo caminho. a calçada é interessante, e na cache encontramos mais uma geocoin..ou geobag, ou qualquer coisa assim. não havia rede aqui, tavamos a apanhar a vodafone espanhola e não havia net pa ninguém. esta foi à base de pistas mesmo.

#22 - castelo de vide
andamos mais de meia-hora às voltas pelo castelo. tavamos mesmo, mesmo quase a desistir, quando a encontrei. tive pena que não se via nada por causa das nuvens e eu sei que aquilo é mesmo bonito.
a cena mais engraçada nesta, foi quando apareceu um casal com uma miúda quando estávamos a logar a cache, e depois tivemos que esperar que eles se pirassem. as tantas volto-me para trás, e tava o marido, na pose mais comprometida que alguma vez vi, tinha um olhar ameaçador e tudo, não tava mesmo a dar nas vistas loll..faço ideia o que é que aquela malta não deve ter pensado!

#23 - pinturas rupestres da lapa dos gaivões - arronches
não me recorda se algum vez tinha visto pinturas rupestres ao vivo, tenho quase a certeza que não. de qualquer modo, aquelas a modos que me desiludiram..tava à espera de ver mais quaquer coisita..ou então vi mal, que já era quase de noite..
lá subimos o rochedo e fomos a procura da cache. aquilo tava perigoso porque a pedra tava humida por causa da chuva e escorregava, parecia que estava untada com margarina. passamos aquilo a pente fino e nada. o gps também não tava a ser grande ajuda, para ele eu tava sempre em cima do spot.
era praticamente noite quando finalmente encontrei a caixa. o marido ficou tão contente que ao descer mandou dois bate-cus valentes em cima das rochas, apesar de 5 segundos antes lhe ter avisado para ter cuidado.
cumprimos a missão e largamos lá o espelhito que apanhamos em porto covo :)

depois dessa demos o fim-de-semana por terminado e regressamos à base.

é lógico que vamos lá voltar, para ver o que não vimos desta vez, mas vamos esperar pela primavera, quando a serra estiver florida e não estiver tempo de merda. odeio o inverno. parece que tenho que por a vida em standby enquanto essa estação estúpida não se vai embora..hibernar não era mal pensado :P

(depois logo boto aqui umas fotos das caches, pa isto não ficar tão despido)

Este blog já tem idade para ir à escola!


ai tadinho do meu pecanito, que está tão crescido * chuif chuif *.. parece que ainda ontem andava-lhe a mudar as fraldas... ^^

16 de Janeiro de 2009, às 14:15link do post comentar ver comentários (12)

Ainda sobre o post anterior...

lembrei-me agora que as últimas calças que comprei na pull&bear em outubro passado, foram um 34. acabei por acha-las tão largas que voltei lá para troca-las por um 32... na mesma pull&bear onde ontem não consegui vestir um 34...vá-se lá entender estas coisas...e o meu peso é o mesmo desde essa altura... :P

16 de Janeiro de 2009, às 12:38link do post comentar ver comentários (5)

Quem é que anda a trocar os números, quem??

porque é que eu não fui avisada que anda por aí uma conspiração (máfia, talvez) que está a obrigar os fabricantes de jeans a trocarem os tamanhos das calças, tipo 32 para 34 e 34 para 36 e por aí adiante?

é que hoje andei às calças e só conseguia entrar em 36...em 36....36....eu, que costumava vestir 32, 34 no máximo vá...é uma conspiração só pode!!

(completamente em denial...eu juro que não engordei!!!!)

16 de Janeiro de 2009, às 00:30link do post comentar ver comentários (8)

Este fim-de-semana foi só cachar, dizia o marido!

na semana passada tínhamos planeado fazer uso do fim-de-semana para optimizar a despensa, esse antro escuro e húmido da nossa casa, atafulhado até ao tecto, que até me dá suores frios cada vez que tenho que ir lá buscar algo...

mas no sábado, a primeira coisa que disse ao marido mal abri os olhos foi:

"sabes o que é que me apetecia mesmo?"
"starbucks?"
"não... uma mariscada no marquês..."

ele não se fez de esquisito e disse: "atão, isso tem bom remédio!"

andamos a molengar um bocado, mas lá conseguimos despachar-nos e sair de casa. como o dia tava bonito, decidimos ir de ferry. ainda não tínhamos andado nos novos nem conhecíamos o percurso novo.

aquilo leva, de facto, muito mais tempo. às tantas já começa a ser secante, mas vá, a viagem é agradável. tava era cá um friozinho, fosga-se!

então, já que iamos passear, fomos às caches, claro!

a primeira foi numa praia vizinha da galé, a aberta-a-nova. nunca tínhamos ido lá, apesar de passarmos  dias e dias de praia ali mesmo ao lado. a estrada tava uma desgraça, coitado do carro..mas chegamos inteiros.

eu, ainda não tinha saído do carro, já estava aos saltos e a guinchar histéricamente, ou não tivesse na minha praia favorita. sim, que aquela ou a da galé, vai dar tudo ao mesmo. sempre pensei que só lá voltaria em maio ou junho, mas assim de repente, dei por mim ali. foi tão bom voltar, ainda que completamente fora de época. tava um frio desgraçado, mas mesmo assim fomos à procura da cache.

fui muito fácil dar com ela e foi uma barrigada de rir quando a topamos, porque era basicamente um bidão enterrado na areia cheio de coisas. logamos, tiramos fotos, e depois descemos até ao areal. estavam alguns pescadores por ali, pelos vistos faça chuva ou faça sol, há sempre alguém à pesca por aquelas bandas.

ai se eu adoro aquela praia. adoro, adoro, adoro!!

aberta-a-nova, fontainhas aberta-a-nova, fontainhas


depois seguimos caminho. já tinha caído a noite quando paramos para fazer a segunda cache, já perto de porto covo. tava escuro, mas mesmo assim subimos as dunas e andamos por entre as árvores e arbustos, de lanterna e gps na mão, a ver se davamos com a localização daquilo, que tava dificil e as condições não ajudavam nadinha...

mas encontramos, logamos, e ainda fotografamos. nesta altura, o rugido do meu estômago já ecoava pela planície alentejana.

a cena fixe do marquês é que uma pessoa mal se senta, quando dá por ela, tem a mesa cheia de coisas deliciosas!
comemos que nos alambazamos. pena que não havia nem percebes nem bruxas. isso é que tinha sido!

antes de sairmos do restaurante o marido ainda quis fazer uma última cache, "tem um travel bug", diz ele. bom, se tem um travel bug, é motivo mais do que suficiente para parar...se bem que já tou queimada, que já fui meter o nariz em não-sei-quantas caixas que prometiam travel bugs e não passavam disso, promessas.

estacionamos o carro em frente à praia. o computador de bordo indicava 3ºC lá fora. até me benzi, mas saímos do carro e fomos direitos a ela. aquilo com o mapa do iphone é mesmo alta batota, não haja dúvida.
a lua já estava alta no céu e iluminava bastante. segundo a malta no twitter, era a maior do ano. realmente, tava gordíssima e brilhante. conseguíamos ver a praia na boa. e eu que gosto tanto da praia em noites de lua cheia, por causa das cores e dos brilhos.

o marido saca a caixa de dentro de um buraco, abre, e pimbas: TB inside! YAY!

foi a primeira vez que encontramos um e ficamos todos contentes. por esta altura, já não sentia as bochechas e os lábios por causa do frio, mas noite tava tão, mas tão bonita, que ainda ficamos uns minutos a tirar longas exposições à praia e à lua. às tantas, o frio tornou-se mesmo insuportavel e fomos obrigados a procurar o abrigo do carrito.

porto covo


já não fomos capazes de fazer as de sines, já estava a ficar tarde e resolvemos regressar. mas foi um belo dum passeio!

no domingo também andamos as caches, por almada, e não fizemos mais nada, que eu depois do almoço jantar, cheguei ao sofá e apaguei.

a despensa ainda está ali, por arrumar e prestes a desabar em cima da próxima pessoa que ousar a abrir a porta...he ehe he e

'Le me

tem idade suficiente para ter juízo, embora nem sempre pareça. algarvia desertora, plantou-se algures na capital, e vive há uma eternidade com um gajo que conheceu pelo mirc.

no início da vida adulta foi possuída pelo espírito da internet e entregou-lhe o corpo a alma de mão beijada. é geek até à raiz do último cabelo e orgulha-se disso.

offline gosta muito de passear por aí, tirar fotografias, ver séries e filmes, e yada yada, yada... é ler o blog ;)

bucket list

'Le liwl

era uma vez um blog cor-de-rosa que nasceu na manhã de 16 de janeiro, no longínquo ano de 2003, numa altura em que os blogs eram apenas registos pessoais, sem pretensões de coisa alguma. e assim se tem mantido.

muitas são as fases pelas quais tem passado, ao sabor dos humores da sua autora. para os mais curiosos, aqui ficam screenshots das versões anteriores: #11 #10 #9 #8 #6 #5 #4

seguir nos blogs do sapo

Follow follow us in feedly