O "paraíso" a 9km de casa!

não é segredo que eu e o mariduxo somos fãs de SPAs, sempre que podemos, ele é massagens, banhos turcos, jacuzzis, etc etc..
e andamos sempre chorosos porque SPAs decentes nas redondezas só em lisboa, ignorando o facto que o hotel da aldeia dos capuchos tem um wellness center..

ontem, como parte do programa de comemoração dos 8 anos, fomos experimentar o hotel, e o SPA, claro!

ok, é carocho, 30€ uma diária, mas... o peso do preço desaparece quando começamos a gorgolhar dentro do jacuzzi, ou quando estamos a flutuar na piscina aquecida, a ver o pôr-do-sol lá fora, ou quando nos fechamos no banho turco para cozer a vapor durante uns minutos..

depois ainda temos a fonte de gelo, é sair do banho turco, agarrarmos um punhado de gelo e espalhar pelo corpo sabe taaaaaaaao bem...e depois irmos para debaixo dos duches de contraste, e depois voltarmos para dentro do banho turco.

não utilizamos o ginásio, que está muito bem equipado, porque não tavamos praí virados, e foi muito em cima da hora para marcar massagens ou tratamentos, mas tou cá com um feeling que já sei onde vamos passar muitos dos fins-de-semana invernosos, pois este é dos melhores SPAs que já frequentamos...e está pertissimo de casa!

27 de Setembro de 2009, às 22:38link do post comentar ver comentários (3)

..mais uma volta em torno do sol!

podia dizer muita coisa acerca destes últimos 8 anos, mas é mais do mesmo, que sou muito feliz, que tenho o melhor homem do mundo, que fazemos um duo incrível, etcetera, etcetera, mas posso afirmar que mesmo depois de tantos anos, a monotonia não tem conseguido pegar. andamos sempre um passo à frente, sempre com pancadas novas, sempre a inventar!
it never stops!

27 de Setembro de 2009, às 22:26link do post comentar ver comentários (2)

T-30...

..prós 30!

 

M-E-D-O

26 de Setembro de 2009, às 18:03link do post comentar ver comentários (1)

Com colegas destes, que é que precisa do Pai Natal?

há meses que andava a tentar comprar um maneki neko (gato da sorte), acho-os adoráveis, mas é difícil arranja-los, só mandado vir.. mas é sempre um risco, podem partir-se pelo caminho ou não serem nada do que estávamos à espera..

entretanto, um destes dias, o colega jac anuncia à malta que vai laurear a pevide pro japão durante duas semanas!
opá, se vais ao japão, tens que me trazer uma lembrança de lá hi hi hi

então as duas semanas chegaram ao fim, e lá veio ele carregado de goodies para a malta, desde aperitivos com muito bom aspecto (NOT! loll), chá verde... e uma caixa enorme para mim!!

a malta tava curiosa e juntou-se tudo ali ao pé para ver o unboxing da coisa. já eu, tava cá com uma pena de abrir aquele presente lindíssimo, perfeitamente embrulhado, que nem vos conto..

depois do papel, seguiu-se uma caixa com uma tampa vermelha espectacular. é por isso que eu gosto dos japoneses, são mestres do detalhe!

eis que o gato finalmente sai cá para fora.... e que coisa mais fofaaaaa!!
já corri essa net toda por gatos da sorte e encontrei poucos que fossem realmente bonitos e tão cheios de detalhes. este tem uma expressão tão cuuuute e tá cheio de gatinhos mais pequenos à volta, é mesmo giro <3

maneki neko

ganhei também pauzinhos reutilizáveis e uma caixinha para guarda-los e levar quando ir ao japonês :)

brigada, jac, por teres vindo com esta carga toda atrás hi hi hi =D

22 de Setembro de 2009, às 01:30link do post comentar ver comentários (3)

Na Activa...

"Como conquistar um Balança:

Está a apontar? Então anote: tem de ser culta; gira; esperta; engraçada; boa pessoa; interessada; tem de saber estar, conversar, rir, dançar, e cantar e tocar piano e falar francês, árabe e mandarim, tem de saber de arte, de gastronomia, de música, de decoração, de literatura, de jardinagem, de astrofísica, de cinema chinês do século XIV e de obscuros escritores russos antes e depois de Tolstoi.

Em resumo, para conquistar um Balança basta ser perfeita. E mesmo assim, corre o risco de ficar sentada ao lado dele ano após ano a brilhar no escuro e a bater a pestana e a mandar piadas cultas umas atrás das outras e mesmo assim ele há-de fazer imenso charme para o seu lado sem se dignar sequer a convidá-la para um café, porque algures em Reikjavik pode haver alguém ainda mais perfeito.
Enfim, se conseguir arrastá-lo do pedestal
, vai ter o namorado ideal. Depois diga-nos como é que conseguiu." (daqui)

portanto, as minhas suspeitas saem confirmadas muhahahahaha!!

21 de Setembro de 2009, às 01:50link do post comentar ver comentários (8)

Sushi overload II

tá para fazer um ano que experimentamos o aya de carnaxide pela primeira vez. na altura escrevi sobre a experiência, mas nunca mais voltei a pronunciar-me sobre o restaurante, do qual nos tornamos fãs e clientes assíduos.

ora, já se sabe que quando gosto duma coisa, farto-me de fazer publicidade e já andava a aguçar o apetite da vi, a madrinha-malvada, há muito tempo. então, ficou prometido que quando ela fizesse uma pausa lá da bifolândia, passava por aqui e íamos lá encher o bandulho.

...e isso aconteceu finalmente na quinta passada!
às nove da noite estávamos os três a caminho de carnaxide, cheios de vontade de comer peixe crú.

enquanto nos tentávamos decidir sobre que quantidade mandávamos vir, o marido sugeriu um barco médio, porque a ponte ou o barco pequeno só trazia duas sopas miso e aquele trazia três e assim e assado. eu dizia que achava muito, mas ele insistiu que conseguíamos dar conta daquilo e acabamos por pedir esse.

todas as vezes que lá fomos, nenhuma foi tão abusada como nessa noite.. só sei que quando o barco chegou à mesa, entrei em pânico! nunca tinha visto tanta quantidade de sushi/sashimi/nigiri à frente dos mes olhos (os all-u-can-eat não contam!), e a única coisa que me ocorria era como é que raio iamos comer aquilo tudo..



é que nem sabíamos por onde começar. tudo aquilo parecia estar ultra-delicioso!

e estava mesmo, o peixe estrava fresquissimo como de costume e a variedade era imensa. alambazamo-nos ali os três como se não houvesse amanhã, e no fim.. bem.. no fim, só sobrou umas fatias de gengibre hehehehe
mas comemos até mais não, principalmente eu e a madrinha, que ainda jogamos ao "pedra, papel e tesoura" para ver quem comia o nigiri de salmão em vez do de atum lol

não só ela ficou impressionada, como eu voltei, mais uma vez, a ficar impressionada com a qualidade daquele restaurante. e não somos os únicos a notar isso, pois a casa está cada vez mais frequentada. ao principio apanhávamos pouca gente por lá, chegamos a estar praticamente sozinhos na sala, e agora encontramos aquilo quase sempre cheio.

acho que não há palavras para descrever o quanto gosto daquele sitio e da comida que lá servem. excelente, excelente, excelente!

20 de Setembro de 2009, às 22:54link do post comentar ver comentários (3)

Os segredos do nosso sucesso, III

quando a música desempenha um papel importante nas nossas vidas, é importante que a pessoa com que partilhamos a nossa vida, partilhe do nosso gosto musical.
é giro quando sentimos que estamos na mesma "frequência" e isso acaba por aproximar-nos ainda mais.

...e claro, também é fixe irmos sempre com a nossa companhia favorita prós concertos!

então vá, eu sempre gostei de música electrónica, e o marido, apesar de ter um background metaleiro, a dada altura começou-se a voltar também para a electrónica.
quando nos conhecemos, uma das primeiras coisas que descobrimos ter em comum, era precisamente a musica que gostávamos de ouvir.
nessa altura ainda nem sequer sonhávamos em partilhar a mesma gaveta das cuecas.

isto tudo para contar que, há uns dias atrás, tavamos nós sentadinhos no sofá, cada um com o seu portátil ao colo como de costume, e com a tv sintonizada no VH1.
entretanto acaba um clip e começa outro, e nós desviamos a atenção para a tv, para ver o que vinha de lá.

passados praí nem 10 segundos, olharmos um pro outro e sai um "alta som!" em simultâneo. lindo!

sim, gostar da mesma música é definitivamente essencial :)

btw, a música em questão é esta!

E porque há uma primeira vez para tudo...

...hoje escamei um peixe!

 

e fez uma bela duma porcaria porque não tinha as ferramentas adequadas, mas foi divertido LOL

9 de Setembro de 2009, às 00:54link do post comentar ver comentários (7)

"Então adeus e felicidades!"

não sei porque carga d'água, estamos constantemente a ouvir isto das "felicidades" lol
não é porque estamos noivos, até porque usamos alianças, nem sequer é porque vamos ter offspring... a única coisa que me ocorre é pelo facto de andarmos sempre no amasso, as pessoas partirem do principio que ainda devemos andar no inicio da relação ou tar de casório marcado ou coisa parecida. suspeito que a aliança por ser de ouro branco também não ajude grande coisa.. mas pronto, é engraçado :)

8 de Setembro de 2009, às 00:30link do post comentar ver comentários (4)

Mudam-se os tempos, mudam-se as vontades!

com setembro chegam novas temporadas das séries que costumo acompanhar. vai daí, que por esta altura, é habitual andar maluquinha pelo do recomeço de house.

mas por incrível que pareça, este ano as minhas atenções desviaram-se completamente do house e foram parar ao ...dexter!

OI?!?!?!

...mas se ainda há menos de dois meses dizia que não suportava a série, o que é que raio se passou??

bom.. fui literalmente "obrigada" a vê-la, porque começou a dar no fox e o marido engraçou com aquilo, e mal batia as 10 pra meia-noite, agarrava-se à televisão.
ora, mesmo de olhos colados ao portátil não consigo evitar deixar o olhar desviar pra tv ao ouvir as reacções dele. fazia-me confusão como é que ele conseguia ver e gostar daquilo.. só que season e meia depois nem eu escapei!

já anda por aí desde 2006 e tem tido bastante sucesso, mas ignorei-a completamente. primeiro porque achava que o tema era um demasiado macabro para uma série, depois, porque não suportava o michael c. hall. a culpa não é dele, é mais da personagem que interpretou no six feet under. irritava-me como tudo e ficou marcado!

mas tava difícil! comecei por engraçar com as personagens secundárias, principalmente com a "debra", e aos poucos fui-me apercebendo que estava ali qualquer coisa que tinha tanto de diferente como de genial. quando a segunda season acabou, até já conseguia achar piada ao michael lol!

entretanto vimos a terceira, a primeira e a segunda outra vez. essa é definitivamente a minha favorita, o final então é brutal. também já vimos o primeiro episódio da quarta que saiu cá pra fora antes do tempo e fiquei em pulgas pa ver a continuação, acho que a coisa promete!

..e quanto a house...bom, ou aquela merda muda, ou então vou acabar por deixar de ver..esta última season foi mesmo mazinha. parece-me um bocado estranho dizer isto de uma serie que já gostei tanto, mas.. é a vida. temos pena!

 

(btw, sabiam que o "dexter" é casado com a "irmã" na vida real? muito bom!)

7 de Setembro de 2009, às 23:57link do post comentar ver comentários (12)

'Le me

tem idade suficiente para ter juízo, embora nem sempre pareça. algarvia desertora, plantou-se algures na capital, e vive há uma eternidade com um gajo que conheceu pelo mirc.

no início da vida adulta foi possuída pelo espírito da internet e entregou-lhe o corpo a alma de mão beijada. é geek até à raiz do último cabelo e orgulha-se disso.

offline gosta muito de passear por aí, tirar fotografias, ver séries e filmes, e yada yada, yada... é ler o blog ;)

bucket list

'Le liwl

era uma vez um blog cor-de-rosa que nasceu na manhã de 16 de janeiro, no longínquo ano de 2003, numa altura em que os blogs eram apenas registos pessoais, sem pretensões de coisa alguma. e assim se tem mantido.

muitas são as fases pelas quais tem passado, ao sabor dos humores da sua autora. para os mais curiosos, aqui ficam screenshots das versões anteriores: #11 #10 #9 #8 #6 #5 #4

seguir nos blogs do sapo

Follow follow us in feedly