Os bons momentos de 2010...

...porque também os houve :)

o fim-de-semana de geocaching em marvão.
   
a mini-maratona, que já se tornou num classico.
   
segundo o gps, tou em cima dela.. as incursões pela serra da arrábida...
   
...e pela costa algarvia, sempre com o geocaching como desculpa. hiking over the clifs
   
IMG_6403 a escapadela no alentejo...
   
..para ir à caça de caixas espaciais.
   
terraço do la brisa a semana fantastica em punta cana...
   
...e as praias selvagens que se descobrem perto de casa Ribeira do Cavalo
   
hot! as mini-épicas-férias do altentejo
   
o regresso à serra da estrela
   
da maquina apontada aos céus estrelados.
   
a escapadela à mina de s. domigos para conhecer um lago de coca-cola old mine
   
as mini-férias no vale do rossim.
   
o retiro do sapito, em beja...
   
com direito a nova caçada de caixas espaciais, no parque natural do guadiana.
   
o evento do ano, que dispensa apresentações :D espaço
   
e o retiro da passagem de ano :)


uma pessoa safa-se como pode, né?

31 de Dezembro de 2010, às 17:56link do post comentar ver comentários (10)

Vai e não voltes, ano corno!

2010 prometia!

o marido mudou novamente de trabalho e passou a trabalhar também no sapito. pela primeira vez ao fim de 5 anos voltamos a estar juntos no mesmo sitio. sair juntos de casa, almoçar juntos, e regressar juntos a casa sabe mesmo muito bem.

também resolvemos um enguiço que já andávamos a adiar há algum tempo e até conseguimos ter uma espécie de lua-de-mel. nada mal, hem?

 

a segunda metade do ano começou mal e foi piorando lentamente..

não sei bem o que raio se passou, mas em julho fui-me abaixo de uma tal forma que ainda hoje tou para saber como é que aquilo aconteceu..

passei o resto do verão da melhor forma que consegui. aproveitamos bem o tempo livre para espairecer, mas não foi o suficiente para arrebitar.

 

depois de uma intensa ronda de consultas e exames médicos entre julho e dezembro, não se chegou a conclusão nenhuma. aparentemente está tudo bem comigo, apesar de eu não me sentir como tal.. o médico acha que estou deprimida, coisa que me custa a aceitar.

 

entretanto o meu mac com menos de dois anos e meio também achou que podia ajudar à festa, cometendo suicido.

 

e para terminar o ano em grande *NOT*, em dezembro o furas ficou esquisito.. começou a ter uns ataques estranhos e a perder forças. depois de uma consulta que nos custou qualquer coisa como 250€, o vet não percebe a causa dos ataques, pois não está relacionado com a doença que ele tinha e nem com a arritmia que lhe foi descoberta.. estamos a perde-lo lenta e dolorosamente..

 

há que ser honesta, neste momento avizinha-se um 2011 pura e simplesmente merdoso..

vou começar o ano a lutar para que uma depressão não se instale de vez, e com a ideia de que algo possa estar mal com a minha saúde e não se encontra a causa, a perda de ente adorado, um projecto demasiado arrojado em que nos metemos e cujas probabilidades de falhar são elevadas, e mais qualquercoisinha. vai ser jeitoso!
valha-me o meu homem, se não, tava desgraçada :P

 

acho que nunca antes entrei num ano novo com tanto pessimismo.. resta-me curtir o get-away que reservamos pra passagem de ano da melhor forma. por falar nisso, tá ali uma piscina de água quente à minha espera :D

 

(as minhas desculpas pelo negativismo todo. "tu não eras assim", como diria a stôra domitília.. isto também serve mais ou menos como explicação da minha ausência aqui do blog, não ando com feeling para coisa nenhuma..)

31 de Dezembro de 2010, às 14:52link do post comentar ver comentários (12)

The last 10 years or so...

este é o ano ideal para fazer o resumo da ultima década, pois foi a partir de 2001 que vivi as maiores mudanças da minha vida. tão bora lá..

 

2001

no inicio do ano ficou decidida a escola em que queria tirar o curso.

várias deslocações a lisboa sucederam-se. janeiro para ir conhecer a escola, em maio para a inscrição, junho para os psicotécnicos, e julho para a entrevista.

o stress do se-sou-aceite-ou-não acabou finalmente em agosto, quando chegou o tão esperado telefonema. tinha sido aceite e a mudança no mês seguinte estava eminente. ia finalmente realizar o sonho de viver em lisboa (ou perto).

entretanto também o (agora) marido soube que tinha sido aceite no mesmo curso.

 

em setembro mudei-me de armas e bagagens para (não tão perto de) lisboa. o curso começou a 11 de setembro. e até ao fim do ano vivi em casa de amigos, numa terreola não muito longe de sintra, e que me obrigava a usar essa odiosa linha (que é a de sintra) para as deslocações diárias. não foram tempos fáceis e decidi que estava na hora de me mudar para mais perto de lisboa.

 

2002

o ano começou com a mudança para almada. depois de várias tentativas para arranjar quarto em lisboa desisti. não encontrava nada de jeito a preços decentes e a outra margem surgiu como alternativa. além disso, a estudar perto do cais do sodré, era o ideal.

o segundo ano de curso fui brutal, a malta arrastava-se pela escola todos os dias até as tantas. gostávamos mesmo daquilo he he

fui pela primeira vez ao festival do sudoeste e foi awesome :)

 

2003

foi o ano em que este blog nasceu.
em julho, entreguei as chaves da casa de almada e mudamo-nos para azeitão, para fazer obras naquela que viria ser a nossa futura casa.

foi também um último verão em que trabalhei no restaurante.

em setembro começava o último ano do curso.. ir todos os dias de azeitão para lisboa revelou-se uma valente pain in the ass.. N10 + A2 + ponte 25 de abril todos dias em hora de ponta..leva qualquer pessoa à loucura :P

 

2004

um ano em cheio (de stress).

pra já começou comigo a render-me aos encantos da maçã. esta referencia não podia falhar he he
em abril começavam as obras da casa. em maio o furas veio para nós. em julho acabamos o curso em grande. e o melhor de tudo: doze anos depois voltei a ter um agosto sem ter que aturar turistas chatos!

em outubro fiz do marido, marido, e no último dia de dezembro, estávamos de volta a almada, já na nossa casinha nova.

 

2005

pela primeira vez em 4 anos estava separada do marido durante a maior parte do dia. foi uma adaptação bastante penosa, mas teve mesmo que ser..

em agosto o marido mudou da etic para o iol e ainda foi pior, pois ainda estava mais tempo longe de casa.

com a minha desmotivação a aumentar e deixar de tolerar a solidão da casa e do trabalho de freelance, decidi que estava na altura de também eu arranjar trabalho fora. em dezembro comecei a trabalhar no sapito (já la vão 5 anos) :)

 

2006

o ano em que nos estreamos como campistas e iniciamos um dos nossos grandes hobbies: passear!!

passamos uns dias brutais na costa alentejana. grande verão!

 

2007

foi basicamente a continuação de 2006: muito passeio, muita diversão, muita fotografia :)

nesse ano cometi uma das maiores doidices de sempre, quando fiz o salto tandem no dia 7 do 7 do 7 :)

 

2008

este foi um ano à maneira!

o marido mudou novamente de emprego e finalmente conseguimos comprar o carro novo, fora o mac (que já morreu) e os iphones (entre outros devaneios).

ah, e fartamo-nos de passear, que é mesmo o que nós gostamos lol

 

2009

em termos profissionais foi provavelmente o melhor ano de todos.

isso e corremos esse país que nem uns leões, açores incluído!

viajei pela primeira vez de avião (comercial) e tudo lol

 

e eis que chegamos a 2010 (mas isso é outra história)..

30 de Dezembro de 2010, às 01:39link do post comentar ver comentários (1)

O dia em que Almada foi notícia..

tavamos nós  a almoçar quando reparamos no que se passava na tv. estava a dar um directo no jornal da sic onde se lia na legenda: "avião deixou cair peças em almada..."

 

WTF?

 

tentamos perceber, a muito custo, porque o cameraman teimava em só fazer close-ups na traseira de um dos carros sinistrados e na repórter e não deixava ver nada em redor, até que às tantas lá deu para perceber: era numa rua que utilizamos com frequência, quando vamos ou voltamos da garagem, qualquer coisa como a 300m de casa (em linha recta). mais tarde li nas noticias que houve peças que caíram numa outra rua, mesmo aqui ao lado..

houve alguns danos materiais, felizmente nada de muito grave. não passou de um valente susto, que por sorte não teve consequências piores..

 

não é coisa que me deixe particularmente descansada, viver debaixo de duas rotas aéreas tão movimentadas quanto estas... às vezes quando os vejo a aproximarem-se, pergunto-me qual será o dia em que aquilo dá em merda. hoje foram uns "destroços" (ou peças, segundo os jornalistas), mas nunca se sabe quando não será uma das turbinas, à lá donnie darko :P

adenda: segundo o i, houve bocados a cair na fonte luminosa..yep, mesmo à porta de casa..medo!

7 de Dezembro de 2010, às 02:07link do post comentar ver comentários (4)

Ainda tou aqui, hem!

bem, as teias de aranha e o pó que deixei acumular.. até custo a entrar aqui!

acho que nunca em tempo algum o blog passou tanta fome como nestes últimos meses..

 

não escrevo não por falta de assunto, simplesmente não me apetece ou não tenho grande motivação nem nada digno de registo (ou então porque acho que não são coisas praqui chamadas), ainda que tenha um post em atraso do codebits.
entretanto continuo à espera que o mau-tempo que por aqui paira disperse, algo que pelos vistos, tarda em acontecer, ainda por cima nesta altura do ano. não ajuda nada, como eu odeio o frio e a chuva :P

 

oh well.. a ver se o ano novo traz novidades :)

6 de Dezembro de 2010, às 01:34link do post comentar ver comentários (2)

'Le me

tem idade suficiente para ter juízo, embora nem sempre pareça. algarvia desertora, plantou-se algures na capital, e vive há uma eternidade com um gajo que conheceu pelo mirc.

no início da vida adulta foi possuída pelo espírito da internet e entregou-lhe o corpo a alma de mão beijada. é geek até à raiz do último cabelo e orgulha-se disso.

offline gosta muito de passear por aí, tirar fotografias, ver séries e filmes, e yada yada, yada... é ler o blog ;)

bucket list

'Le liwl

era uma vez um blog cor-de-rosa que nasceu na manhã de 16 de janeiro, no longínquo ano de 2003, numa altura em que os blogs eram apenas registos pessoais, sem pretensões de coisa alguma. e assim se tem mantido.

muitas são as fases pelas quais tem passado, ao sabor dos humores da sua autora. para os mais curiosos, aqui ficam screenshots das versões anteriores: #11 #10 #9 #8 #6 #5 #4

seguir nos blogs do sapo

Follow follow us in feedly