Yonderboi

a rádio do last.fm gostava muito de dar-me a ouvir este moço, haviam duas ou três músicas que estavam sempre a passar, mas fora isso nunca me dediquei a aprofundar a discografia ele.. até que ontem levei o dia todo a ouvi-o no grooveshark e fiquei deliciada com algumas das músicas.
é awesome para quem gosta chillout meloso como eu :)

16 de Junho de 2012, às 17:09link do post comentar

Cada vez que o Cascas vai à revisão...

...volta sempre com uma para contar!

 

fora a primeira, que correu muitíssimo bem - e foi com muita pena que recebemos a notícia de que aquela tinha deixado de ser uma oficina oficial da marca, pois nunca mais apanhámos uma decente..

 

a segunda, em vez de umas horas, levou 3 dias.. e quando fomos buscar o carro ainda não estava pronto. 

 

a terceira, para além de se terem esquecido a avisar que já tinha chegado uma peça que precisava de ser substituída, voltou sem a capa do motor.. como só demos pela falta dela meses mais tarde não valia a pena ir lá estrebuchar (e se quisermos uma nova, são 70€ :P)..

 

esta última.. bem.. esta última tem a história mais "engraçada" delas todas! 

 

fomos lá pessoalmente pedir orçamento para a revisão dos 80k e aproveitar para conhecer as instalações e o pessoal. não nos pareceu mal, apesar do valor que pediam.. mas é normal sermos enrabados nas oficinas oficiais da marca..

 

semanas mais tarde, precisei de dois dias e cinco telefonemas para conseguir apanhar alguém na oficina e marcar a revisão... durante a quinta tentativa, enquanto o telefone chamava.. chamava... chamava, disse ao marido: "acho que o universo tá-me a mandar uma mensagem... se não conseguir marcar agora, cagamos para eles". por azar atenderam :P

 

hoje de manhã quando deixámos lá o carro, fiquei apreensiva, já a contar que alguma coisa corresse mal.. e às cinco da tarde, quando o fomos buscar, não foi preciso muito para topar uma pelada bem grande no verniz do para-choques, entre o farol e a matricula.. *poker face* 

 

sim senhora, bonito serviço... fizeram para lá um cócó qualquer que deve ter empolado o verniz, e limpar piorou ainda mais a coisa, agora tá o plastico pintado a descoberto... vá lá que não se meteram com merdas, a dizer que já vinha assim. ficaram de tentar accionar a garantia da pintura, se não, assumem os custos.. tou para ver se não temos que nos chatear muito com isto..

 

mas acho que foi a última vez que fizemos revisão marca, já chega de xulice e mau serviço :P

 

anyway, saímos da oficina e aproveitamos para levar logo o gajo à inspecção (que ficava na porta ao lado), para ser torturado, tadito... entretanto, temos mais um selo para decorar o vidro.. bah

fdx.. 4 anos passam rápido! 

13 de Junho de 2012, às 22:20link do post comentar ver comentários (3)

Memórias de umas memórias!

o meu mac actual não veio guarnecido com RAM suficiente para aguentar com psd's gigantes, edições de vídeo ou fotos em RAW.. vai daí, comecei a melgar o hóme por "MOAR RAM", para ver se o gajo não se arrasta tanto cada vez que quero abusar dele..

para me ver calada, fez-me a vontade :D

quando se fala em RAM, há sempre uma loja que vem à baila (e da qual já somos clientes há alguns anos): a crucial.
escolhidos os módulos, o hóme iniciou o processo de compra, mas deparou-se com um problema no mínimo, estranho: não conseguia editar os dados de envio da conta dele. 
como não estava para se chatear, mandou vir os mesmos módulos, da mesma loja, mas através da amazon, que por sinal até ficavam mais baratos por causa dos portes.

 

o processo pela amazon correu bem, como de costume. os módulos chegaram dias depois, foram instalados, e funcionavam às mil maravilhas. de repente o meu mac parecia ter ganhado uma nova vida e távamos todos felizes, todos contentes: eu que tinha agora 8GB de RAM, o marido que herdou a minha e passou de 2 a 4GB, a crucial que vendeu, e a amazon que também lucrou algum (esperemos).
 

eis que... dois meses mais tarde, o diabo do mac começa com uns chiliques marados. ao principio julgávamos que tivesse sido um update de sistema que correu mal, mas rapidamente nos apercebemos que o mais certo seria uma das memórias ter pifado. o software de diagnóstico de hardware da apple confirmou-nos as suspeitas. oh well, estas coisas acontecem, no big deal, estão na garantia era só pedir que as substituíssem..

 

a amazon foi o primeiro ponto de contacto, uma vez que a compra foi feita lá.. mas como já tinham passado 30 dias disseram que já não podiam fazer nada e que deviamos tratar do assunto directamente com a crucial.
mesmo assim, enviaram-nos um email de seguimento onde que mencionava o pedido de suporte e o comprovativo de compra.

 

posto isto, o marido contactou a crucial e expôs o assunto. eles responderam prontamente, pedindo os dados dos módulos (nº série, lote, etc) e a morada para envio. validaram os dados, emitiram um número de RMA, e uma etiqueta RSF para imprimir e colar num envelope para devolver os módulos (apesar de só um estar avariado, tinhamos que devolver o pack). 

 

..e assim se inicia o processo de devolução mais surreal de sempre!

 

Acto I  - CTT 

 

se existe sitio que tenho medo de ir é ao posto dos CTT aqui do quintal.. os funcionários que lá trabalham parecem ter ficado esquecidos no tempo.. é se vamos lá com qualquer coisa mais complicada do que comprar envelopes ou pagar um serviço qualquer, cai o carmo e a trindade..

 

mas como fica de caminho e não podíamos perder tempo por causa do RMA, fomos lá tentar a sorte..

 

a funcionaria que nos atendeu quase que se borrou quando ouviu o que estávamos ali para fazer. ah pois que nhénhénhé e nhénhénhé (e a fila a aumentar) e rebéubéu e o cacete, entretanto consulta a colega, que ainda mais assustada fica.. e dali não desatolava!
o marido ainda tentou explicar que já tinha feito uma devolução nos mesmos termos naquele mesmo posto, mas tipa não queria mesmo aceitar o envelope e só se desculpava com "pois isso gera sempre polémica".. ele às tantas perdeu a paciência "quer dizer, vocês são os ctt! se isto gera polémica, então melhor do que ninguém, deviam estar devidamente preparados para estas situações".. dito isto, pegámos em nós e fomos a um posto onde esperávamos encontrar funcionários mais competentes..

 

uma rápida visita aos ctt das picoas resolveu a coisa, sem stresses nenhuns.. e os módulos estavam novamente a caminho de onde vieram!

 

Acto II  - Crucial

 

três semanas depois, e com muitos are we there yet emails pelo caminho, a crucial lá acusou finalmente a recepção da devolução, e informou que ia dar inicio ao processo.

 

entretanto o tempo foi passando e nada de novidades na volta do correio.. 

 

na semana passada, o marido, já aborrecido com a espera (e a desesperar porque queria os meus 4GB de volta no mac dele), manda para lá um email a perguntar comé? cadê a minha RAM?.. ao que os gajos respondem, ah e tal, de facto recebemos, mas o RMA só era válido por 10 dias e demorou mais do que isso, como tal o nosso sistema cancelou-o automáticamente (WTF?!)... lamentamos imenso, e vamos já tratar do assunto!

 

pouco depois mandaram-lhe um email a informar que a devolução estava pronta. bem rápidos!

 

só que a história não morre por aqui.. é que a encomenda estava pronta a ser enviada (já tínha o tracking number e tudo), quando o marido repara que a morada está errada.. a tal que não se conseguia alterar pelo site, em vez da que tinha sido fornecida por email quando se iniciou o processo de devolução (isto porque associaram o endereço de email à conta que ele já lá tinha).
contactou rapidamente o suporte, desta vez por chat, para alertar o erro, e asseguraram-lhe que seria corrigido.

(entretanto, disseram-lhe também que não era possivel alterar a morada, para isso tinha que criar uma conta nova.. o que o deixou WTF'ed loll )

 

Acto III - UPS

 

no dia seguinte, quando vamos ver o paradeiro do pacote, ficamos perplexos por saber que já estava em lisboa.. mas guess what? continuava com o destinatário errado.. omg

 

valeu-nos o feriado, que interrompeu o processo de entrega, se não por aquela altura, quem sabe se não tinha já sido entregue a alguém que não nós..

 

na manhã seguinte, bem cedo, o marido telefona para a UPS a expôr a situação e ver se dava feito alguma coisa. informaram-lhe que não tinham recebido indicações sobre alterações à morada e que só o remetente é que podia fazer isso (por razões de segurança, entende-se). disseram-lhe também que só após uma entrega falhada é que podia ser o destinatário a alterar.. crap!

 

a ideia de que alguém se ia alambazar com a nossa RAM estava cada vez mais presente.. 

 

a seguir ao telefonema, o marido manda novo email para a crucial a dizer que a UPS ainda não tinha recebido qualquer notificação e ainda lhes fez o trabalho de casa, enviando os contactos da UPS em portugal. 

 

e eis que uma hora depois, a UPS telefona a comunicar que receberam as instruções da alteração de morada, mas que como a encomenda já estava com o estafeta, a entrega na nova morada só depois do fim-de-semana. finalmente aliviado, o marido pediu-lhes que retivessem a encomenda nas instalações que íamos lá ao fim do dia levantá-la pessoalmente.

 

entretanto a crucial desfez-se em mil desculpas... e de repente já dava para alterar a morada no perfil da conta... lol

 

às sete e meia da tarde metemos finalmente as mãos no pacote.. que vinha num estado *tão* lastimoso que tínhamos dúvidas que os módulos ainda estivessem bons.. felizmente, horas depois (e um teste rigoroso) estavam instalados e a bombar!

 

puff.. por uma falhazita de merda, a confusão que não meteu!
tamos fartos de mandar vir/devolver cenas pela net, mas ainda não nos tinha calhado uma cena tão caricata quanto esta :P

13 de Junho de 2012, às 01:23link do post comentar

Pelas ruas da blogaria

os senhores das marcas gostam muito de arranjar carrecos carros para as meninas da blogosfera experimentarem durante uns dias e depois desunharem mil posts sobre o assunto, ilustrados com fotos onde esboçam sorrisos de orelha a orelha (como se o assento proporcionasse orgasmos - hum.. vai na volta.. se o carro produzir muita vibração até pode suceder-se o facto muahahaha), fazendo crer que aquilo é a oitava maravilha do mundo.

 

fdx.. a menos que me passassem um gt-r, um dbs ou um r8 prás mãos (ou um tt, vá.. para não dizerem que sou muito exigente), não, muito obrigada!

11 de Junho de 2012, às 23:16link do post comentar ver comentários (3)

Prometheus, are you seeing this?

SPOILERS... MUITOS!

 

o alien estreou cá uns dias antes de eu vir ao mundo, e vi-o pela primeira vez (pelo menos que tenha memória) por volta dos 4/5 anos. foi um filme que me marcou para a vida, de tão aterrorizada que fiquei com aquilo.. desde essa altura que sou atormentada por pesadelos com xenomorphs, apesar de nos últimos anos, de habituada que estou, sonhar com os monstros do giger ou com gatinhos tem praticamente o mesmo efeito :D 

 

apesar disso cresci fã da saga (exceptuando o 4º filme e as misturas com os predators) e como nunca tive oportunidade de vê-los no grande ecrã, fiquei bastante entusiasmada quando soube do prometheus. não quis ler nada sobre o filme para evitar spoilers. esperava-o bastante agressivo, e que à semelhança do alien/aliens, me deixasse acagaçada pro resto da vida. 

 

mas aquilo que vi na madrugada de quinta, de assustador teve muito pouco.. bah!

 

para começar o prometheus não é sobre a origem dos aliens (ou é?* :D), apenas partilha o mesmo universo. uma suposta espécie alienígena que pode ter estado na génese da espécie humana e a demanda de dois cientistas em encontra-la, que os leva para o espaço numa missão de reconhecimento.

 

..só que a missão dá pró torto quando em vez de seres amistosos god-like cheios de respostas, encalham numa nave cheia de armas biológicas(?), que esses mesmos seres tinham preparado para aniquilar a espécie humana (?).. às tantas encontram um deles em stasis e quando o "acordam", a reacção dele não é propriamente dito a esperada.

 

entretanto, e provavelmente para estabelecer laços entre este e os restantes filmes do franchise, duas horas e meia depois.. olha, um alien

(* ...e aqui fica a duvida se foi nesta altura que surgiu o xenomorph ancestral ou não..)

 

no final, quando a "espécie de ripley" se pira do planeta com a cabeça do andróide debaixo do braço, montada numa das naves alienígenas atrás do planeta deles em busca de respostas, ficamos com a aquela sensação de "tão.. e o resto??"

 

imo, a história tem ideias muito fixes, mas foram exploradas de uma forma um bocado atabalhoada.. para não falar em plot holes (do tipo, com um mapa tridimensional da "caverna" e contacto com a prometheus, o geólogo e o biólogo da missão perdem-se nos túneis? srly? O.o)

 

o filme levantou-me uma série de dúvidas que nem por isso são respondidas, o que frustra um bocado.. para enumerar algumas : 

 

- porque é que o "engenheiro" se suicida(?) no início do filme? e em que planeta é que ele está mesmo? 

- existem gravuras feitas por civilizações terrestres antigas, será de facto um convite ou um aviso sobre os visitantes hostis, que quem sabe contribuíram para o desaparecimento dessas mesmas civilizações? 

- e porque é que haveriam de representar num mapa a localização de um depósito de armas biológicas numa lua perdida no universo?

- o que é que aconteceu para a que população de alienígenas que estavam naquela base tivesse morrido repentinamente? rebelião?
- como é que o david parecia simplesmente saber operar a tecnologia alienígena, e comunicar com eles? só porque estudou pelo caminho? e o que terá dito ao space jockey que o irritou tanto?

- o material genético que eles tinham armazenado em cilindros já servia para criar aliens ou foi o acaso "humano ingere acidentalmente ADN alienígena, papa fêmea infértil, que engravida, e 10 horas depois tira uma lula da barriga" lula essa que se torna gigante em poucas horas e aloja um chest burster no space jockey dando origem ao xenomorph ancestral? 

 

ah e tal, usem a vossa imaginação.. epá, pois.. bem sei que isto tudo são apenas estratagemas para gerar fuss em torno dos filmes, mas preferia que me tivessem contado uma boa história em vez de retalhos que andam ao sabor da interpretação de cada um.. (mas se alguém por aí me quiser elucidar em algumas das questões, please do

 

also, as personagens (à excepção do david) estavam pouco desenvolvidas, algumas completamente acessórias (daquelas que ficamos aliviados quando morrem :D ) e o acting também não fez milagres.. 

 

os efeitos visuais estão muito bons, sem grandes excessos de CGI, e a fotografia exelente. gostei bastante dos cenários e das naves e os efeitos de holograma. 3D é que... nem vê-lo... não sei se foi de mim (que btw até gosto bastante de ver filmes em 3D) mas não me pareceu que se notasse grande coisa... (mas hey, sobra pra todos, que eu já tenho notado o 3D onde outros juram a pés juntos que não há lol)

 

notam-se várias ligações ao alien. logo assim de chapa, o titulo do filme revela-se da mesma forma, e fonte semelhante, o ambiente da nave e das relações e diálogos entre a tripulação, o andróide desprovido de sentimentos e emoções com uma secret agenda, o planeta onde decorre a acção, que parece ser o mesmo..

 

(e aqui anda uma grande confusão, porque lê-se por aí que não é (a designação dos planetas é diferente), mas se compararmos os dois, existem simplesmente demasiadas semelhanças: lua/planetóide com morfologia idêntica, orbita em torno de um gigantesco planeta com anéis, a (mesma?) nave abandonada, tripulada pela mesma espécie dos space jockeys, caída na mesma posição.. em que ficamos?)

 

.. a mensagem que a nostromo capta, que inicialmente se pensava ser um s.o.s., mas na verdade é um aviso para não se aproximarem ali, até ao andróide ficar com a cabeça separada do resto do corpo (cliché lol).. enfim, mais food for thought.

 

gostei, mas tenho que admitir que esperava um bocadinho mais de um filme do ridley scott..

 

para finalizar: the theatre situation

 

nos cinemas do el corte inglés não há lugares marcados, o que é chato.. obriga-nos a ir para a porta do cinema cedo se queremos apanhar bons lugares. e mãezinha, se eu sou conas possessiva com os meus lugares centrais na segunda fila..

 

o filme estava agendado para as 00h01, aterrámos no piso dos cinemas uma hora antes e não se via muita movimentação. entretanto às onze e meia decidimos que estava na hora de ir andado para a entrada da sala. a principio estávamos lá apenas meia dúzia, na maior das descontrações, mas rapidamente começou a amontoar-se gente por todos os lados. fui-me posicionado cada vez mais próximo da entrada, com ar de quem está a defender o seu território.. e a ser alvo de olhares de morte muhahah estava lá um então que parecia que nos queria bater :D

 

às tantas os funcionários acharam seguro meter uma fita para controlar aquela angry mob e evitar confusões durante a saída dos espectadores da sessão de outro filme (aquele com a enjoadita) que ainda decorria na sala.

 

quando finalmente limparam a sala e tiraram a fita, 20 minutos depois da hora marcada, parecia a corrida mais louca do mundo. uns por uma entrada, outros por outra, o rapazito do cinema a dizer "calma que há lugares para todos" quase que desapareceu no meio da multidão em fúria. eu mandei-me por uma porta, o marido por outra, quem chegasse primeiro tinha que segurar os lugares e defende-los com a própria vida. pode parecer ridículo, mas a verdade é nunca antes vi uma sala encher tão depressa :D

 

antes não gostava de ir aos dias de estreia por causa das confusões, mas desde que começaram a fazer estas estreias à meia-noite do "dia anterior" a coisa muda um bocado de figura porque fico com a sensação que quem vai lá àquela hora são os agarrados que querem *mesmo* ver o filme em primeira mão e a concentração de nerds por m2 é claramente maior :D 

VERÃO!!

água, alentejo, amarelo, areia, azul, bikini, brisa, bronze, calções, calor, camarinhas, campismo, caracóis, caruma, céu, cigarras, crocs, dourado, dub, escaldões, férias, festivais, gaspacho, havaianas, jolas, mar, marisco, melância, música, ócio, pé-rapado, peixe assado, pele, pêssegos, pimento assado, pinheiros, pó, praia, revistas, salada, sol, sudoeste, t-shirt, tenda, toalha, transpiração, verde...

tãaaaaaa boooooooooom :D 

1 de Junho de 2012, às 19:04link do post comentar

'Le me

tem idade suficiente para ter juízo, embora nem sempre pareça. algarvia desertora, plantou-se algures na capital, e vive há uma eternidade com um gajo que conheceu pelo mirc.

no início da vida adulta foi possuída pelo espírito da internet e entregou-lhe o corpo a alma de mão beijada. é geek até à raiz do último cabelo e orgulha-se disso.

offline gosta muito de passear por aí, tirar fotografias, ver séries e filmes, e yada yada, yada... é ler o blog ;)

bucket list

'Le liwl

era uma vez um blog cor-de-rosa que nasceu na manhã de 16 de janeiro, no longínquo ano de 2003, numa altura em que os blogs eram apenas registos pessoais, sem pretensões de coisa alguma. e assim se tem mantido.

muitas são as fases pelas quais tem passado, ao sabor dos humores da sua autora. para os mais curiosos, aqui ficam screenshots das versões anteriores: #11 #10 #9 #8 #6 #5 #4

seguir nos blogs do sapo

Follow follow us in feedly