Um natal diferente

decidimos, eu e o marido, oferecer-nos a nós próprios uma escapadinha especial. então no domingo, apontamos a bússola para norte, e fizemo-nos à estrada.
tínhamos pela frente 486km até ao nosso destino: melgaço!

chegamos por volta das seis da tarde, completamente de rastos, e depois de conhecermos as instalações, fomos saber como era do spa, para programarmos as actividades: massagens e banho turco! ah poizé!
depois do jantar, no restaurante do hotel, fomo-nos enfiar no jacuzzi, mas aquilo nem por isso estava muito quente.. não demoramos muito até sair de lá e ir encher a banheira do quarto he he he

hotel relaxing hotel hotel
       
hotel hotel wc a room with a view


na segunda comecei o dia no spa do hotel com uma massagem relaxante. fazia mais sentido se a tivesse recebido o dia anterior depois de ter conduzido 500km, mas pronto, foi bom à mesma. depois fiquei à espera que o marido recebesse a dele, e fomos dar uma volta pelas redondezas, sem antes (como bons tugas que somos) termos ido atestar a viatura em território espanhol. andamos por terras e terriolas, subimos e descemos montanhas, e apanhamos um frio desgraçado, a pesar do sol que estava. muito fixe!

a caminho de s. gregório serras peneda peneda


depois seguiu-se o jantar de natal. quando lá chegamos, a sala tava cheia de malta...casais sozinhos como nós eram muito poucos, nós e outro casal, que pela conversa era o segundo natal consecutivo que lá passavam.
a comida era à fartanzana, comer até não aguentar mais: entradas, pratos principais, sobremesas, late nite snacks no bar. à maneira.

depois chegamos ao quarto e tinham ido lá deixar-nos um presente, uma pequena lembrança do hotel. adorei o pormenor :)

a parte mais divertida foi que nos empinocamos a rigor para a janta só porque sim!
eu, de vestido preto, encharpe, e saltos, e o marido, de calças de fazenda, camisa, pullover e sapatos dignos desse nome, completamente o oposto do nosso wardrobe habitual lol. e tal como eu esperava, para além de ter rapado algum frio durante o jantar, não conseguia andar (por causa dos sapatos) sem parecer que tinha alguma deficiência nas unhas dos pés, tinha que andar agarrada ao marido...que vergonha :P

na terça, depois do pequeno-almoço, começamos a arrumar a tralha, pois tínhamos o banho turco reservado para as 11h, um bocado em cima da hora de check-out...
somos fãs daquilo desde a primeira vez que entramos num e ainda nunca tínhamos apanhado um tão bom como aquele. ficamos maravilhados, para além da sala que era espectacular, em pedra preta e com água fria no chão, tinha um pormenor que me agradou imenso, o vapor trazia mentol, que facilitava e muito a inspiração. normalmente sinto alguma dificuldade em respirar lá dentro, mas assim foi muito mais fácil, aguentei os 20mn sem problemas :)

depois fizemo-nos à estrada, rumo sabe-se lá onde, só sabia que queria atravessar a serra da peneda. o sacana do dia é que nos estragou os planos... choveu desde que nos enfiamos no carro até perto da estação de serviço de santarém...
as nuvens e a chuva minaram qualquer tentativa de fotografar aquelas paisagens lindas da serra... soube-me a pouco, portantos, penso lá voltar dentro em breve.

peneda barrosã peneda peneda


notas finais:

- os três dias passaram rápido demais...
- da próxima vez que voltar ao hotel, não esquecer de por na mala para além dos chanatos, roupões e toucas de banho (uso obrigatório na piscina interior), pois essas coisas são pagas à parte :P...
- nem sei como é que o chasso se aguentou...fez mais de 1000km em três dias (600 só num deles).. quando andava lá perdida no meio da serra, tremia só de pensar que aquilo se ia abaixo lol
- começar a levar lanchinhos nas incursões em território desconhecido...
- sobrevivi, inteira, sem um arranhão, à A1 em dia de regresso a casa. pelas atrocidades que vi na estrada, nem sei como foi possível... cheguei à conclusão que existem mas é poucos acidentes, há gente que merece esfrangalhar-se toda, a ver se aprendiam a ter mais juízo nas putas das cabeças...a sério!
- foi a ultima vez que dependi dum mapa para me orientar em sitios estranhos...não me perdi, mas foi stressante...
- o dia 25 é um dia desértico...tá tudo, tudo, tudo fechado :P