Meu, teu, ou nosso?

li por aí um post que fez-me lembrar de algo que does not compute very well: o facto de que a maioria dos casais que conheço optar por ter três contas: a dele, a dela e a conjunta, onde botam guito para as despesas comuns.

não sei se é por uma questão de habituação, mas não consigo ver bem a coisa feita dessa forma... por aqui existe apenas uma, e é nela que entra tudo e sai tudo. tínhamos duas pessoais, mas quando abrimos a conjunta para o empréstimo das obras da casa, acabamos por abandonar as outras.. não sei, acho que faz sentido que as assim seja, pois se é para "juntar os trapinhos", então que se junte tudo, né?

mas claro que isto é mais uma daquelas coisas que por muita confusão que me faça, não tenho nada a ver com isso. tratam-se de escolhas pessoais e provavelmente bem fundamentadas, e ainda por cima sendo prática comum.. mas pronto, não tinha nada melhor para fazer e apeteceu-me postar sobre isso :)

    6 de Abril de 2008, às 02:53link do post comentar