Wanted!

Aviso à navegação: este post é um spoiler gigantesco!

na semana passada fomos ao cinema ver o wanted, que foi claramente escolhido porque nele participam dois actores que é sempre um prazer vê-los em acção: o morgan freeman e a angie!

a sessão foi numa daquelas odiosas salas apertadas, tipo aquela que está para fazer um ano onde nós desmanchamos a rir com o filme mais idiota de sempre. antes deste começar, comentei com o marido que no fundo, estava com saudades de ir ver um filme tão parvo como aquele para me partir a rir novamente.

muahahaha... mal sabia eu o que me esperava!

começou bem, com uma cena completamente ripada ao matrix. um gajo que se manda de uma janela de um arranha-céus, em slow motion, a levar os vidros à frente das trombas, e que em pleno voo, mata os gajos do edifício da frente e em vez de cair estatelado no meio do asfalto, não, safa-se, para segundos mais tarde apanhar com um tiro em cheio nos cornos. tiro esse, vindo de uma distância surreal, tipo, quilómetros!



a personagem principal do filme, um completo falhado, com crises de identidade, ataques de pânico, o trabalho mais aborrecido do mundo, e uma vida pessoal miserável, que um dia se vê recrutado para uma fraternidade de assassinos profissionais, que limpam deste mundo, potenciais causadores do caos. basicamente, tudo aquilo que nós, por uma vez ou outra, já fantasiamos.



ora, essa tal fraternidade, que já existe há coisa de mil anos, actua segundo as ordens de um tear mágico. um tear que tece os nomes dos alvos a abater de uma forma muito peculiar: sobrepõe um dos fios de forma a gerar.... código BINÁRIO!

sim, leram bem, um tear que tece código BINÁRIO com nomes de pessoas a abater!



ficamos também a saber que os ataques de pânico do rapaz não são bem ataques de pânico, mas sim um poderoso instinto hereditário que ele possui, que em situações de stress, o ritmo cardíaco aumenta até aos 400 batimentos por minuto e induz uma descarga de adrenalina tão pujante que lhe dá poderes extra-sensoriais, capazes de o fazer disparar contra uma mosca, tirar-lhe as asas para fora e deixa-la viva, a rabiar!

sim, leram bem, 400 batimentos cardíacos por minuto!



...and it gets worse!

depois de seis semanas a apanhar forte e feio no lombo, e de saber disparar balas com efeito, à lá bola de futebol, o nosso herói torna-se assassino profissional e começa a ser mandado para as suas missões. uma delas, de veras interessante!



imaginem só a cena: o gajo vai a conduzir um carro ao lado de uma limusina. nessa limusina viaja um mafioso que é o alvo a abater. só que a limusina tem vidros à prova de bala, sendo o único ponto fraco, o tecto de abrir...

e como é que ele resolveu a situação, perguntam vocês?

simples! a angie apareceu em seu socorro. conduzia um corvette, com "nariz" achatado e baixinho. chegou-se à frente, inverteu a marcha e veio contra o carro do rapaz, um mustang, para servir de rampa e impulsionar o mustang de modo a que ele desse uma pirueta por cima da limusina. desafiando todas as leis e mais algumas, ele consegue levar a cabo a sua missão, pela janela do tecto do carro, dispara um tiro certeiro ao mesmo tempo que pede desculpa...

mais genial é impossível, a sério!



às tantas, num espectacular acidente de comboio, onde o comboio descarrila numa ponte sobre um desfiladeiro e as carruagens caem até se perder de vista sem se desmancharem todas e os nossos heróis continuam vivos, descobre-se que afinal a fraternidade tem andado a enganar o rapaz e meteu-o atrás do próprio pai, que ele não conhecia e julgava-o morto.



só que agora já era tarde demais, porque o rapaz tinha acabado de matar o pai.

...e é que nem vou falar nas balas a chocarem umas com as outras à duarte & cia,



ou nos banhos de cera capazes de curar os ferimentos todos em horas!!

bom, continuando..

traído, o rapaz termina o plano do pai, que é acabar com o big boss da fraternidade, que andava a enganar a malta toda. para isso ele tem que entrar no covil dos assassinos, onde tinha passado as últimas seis semanas.

e como é que ele faz isso sem ser agarrado?

fácil! cria uma manobra de diversão que consiste em largar milhares de ratazanas com bombas-relogio agarradas ao lombo para dentro do covil e espera pela hora do fogo-de-artificio, que é uma coisa gira de se ver!
mais giro foi a forma que ele encontrou para transportar as ratazanas: dentro de um camião do lixo, que entrou pelo portão a dentro de marcha a trás!

a cereja em cima do bolo é quando, num circulo em redor do rapaz, os assassinos que restavam, descobrem que estavam todos marcados para morrer pelo tear, e angie decide acatar as ordens do tear e põe fim à vida dos assassinos todos de uma só vez, com uma bala só!!!

e como é que ela o faz, perguntam vocês?

fácil! dispara um tiro com o tal efeito à pontapé de canto, em que a bala faz um circulo perfeito de 360º, atravessando alguns 12 crânios, incluindo o dela, que é a ultima a receber o tiro na têmpora.



ridículo? sim, MUITO!
...mas gostei, claro! muita acção, muito humor, e rendeu umas belas gargalhadas. isso é que interessa!

resta apenas uma questão: como é que estrelas como o morgan freeman e a angelina jolie se prestaram a uns papeis destes? será que não leram o guião? bolas...

19 de Agosto de 2008, às 22:52link do post comentar