O fim-de-ano perfeito!

a noite em que 2008 nos ia deixar foi planeada com bastante antecedência. além disso, o ano estava a correr tão bem que exigia uma despedida à sua altura!

então, já estava decidido desde do ano passado, que a próxima passagem de ano seria novamente celebrada no casino. a novidade deste ano é que o dia e a noite também seriam passados em grande, num hotel em lisboa. nada como terminar o ano a fazer das coisas que mais gostamos: spa e relax num sitio à maneira.
a escolha recaiu no vip grand hotel & spa, que já andava debaixo de olho desde a sua inauguração. e que grand escolha fizemos nós!!! oh my...mas lá chegaremos!

há uns meses atrás, tava eu a acompanhar a cafezada da hora de almoço dos suspeitos do costume, quando olho pra montra da miss sixty, e depois de limpar a baba, disse: "já sei o que vou usar na noite da passagem de ano!"

e foi mesmo!

o difícil foi encontrar uns ténis à maneira, mas encontramos uns bem giros na nike store, que combinavam na perfeição com o meu esplendido jumpsuit da killah.

o marido vestiu-se novamente na h&m. comprou um blazer assim pro brilhante, para combinar comigo, e uma camisa às riscas roxas, para combinar também comigo (levei um casaco roxo, e as meias também eram roxas), que iria usar com uns jeans e uns all stars. tava mesmo grosso, o homem!

um dia antes, tava a pensar cá para comigo que seria um sacrilégio vestir-me daquela forma sem me maquilhar...mas eu não me sei maquilhar...mas o hotel tem spa e cabeleireiro... também devo conseguir uma make up artist que me faça o servicinho, não..?
e contei a ideia ao marido, que se prontificou a descobrir se tal coisa era possível.
e era!

as coisas não podiam tar a correr melhor. dia 31 seria um dia perfeito, para acabar um ano perfeito.

fizemos o check-in às três da tarde. chegamos ao nosso quarto, no 11º andar e ficamos assombrados com o que vimos!
o quarto era lindo, muito bem decorado, e finalmente uma cama confortável, com edredon de penas em vez de mantas, almofadas decentes, tudo branquinho. e o wc era fabuloso, e tinha uma banheira absolutamente g-e-n-i-a-l!


(claro que não é preciso contar-vos sobre a rambóia que houve dentro daquela banheira, pois não? aposto que a vossa imaginação já se antecipou loll)

depois fizemo-nos ao banho turco. não chegamos a perguntar pelo jacuzzi porque eu tinha a maquilhagem marcada pras 5.45 e não ia haver tempo para tudo. mas o banhito soube muito bem!

então à hora marcada lá estava eu, pronta para ficar fabulosa. e bem tava a precisar, que o meu nariz estava vermelhão como tudo, e tinha o queixo numa desgraça por causa das borbulhas. já não era a primeira vez que era maquilhada por uma pro, mas foi a primeira que mo fizeram comigo deitada he he
o marido não assistiu porque quis que fosse surpresa. e ele gostou do que viu hi hi hi

depois tivemos uns problemas técnicos com os nossos intestinos, que eu já tava a ver a coisa a andar para trás, e em vez de chegarmos ao casino às nove, chegamos as nove e meia e aquilo já tava apinhado.
a nossa mesa este ano era perto da janela, e voltamos a ficar ao lado dumas tias, mas estas ao menos eram estrangeiras e não eram tão enjoadas como as do ano anterior.

quando reparei que, ao contrario do ano passado, não havia passas em cima da mesa ia-me dando uma coisa má. nem queria acreditar que não ia comer as minhas 12 passas quando batesse a meia-noite...levamos o jantar todo a fazer conjecturas, do tipo, porque é que o destino este ano não queria que eu pedisse os meus 12 desejos, como faço sempre desde que me lembro. e até chegamos a umas conclusões interessantes, mas eu queria mesmo as minhas passas...

o meu estômago ainda estava marado (o filha-da-puta do xico tinha que me visitar no último dia do ano :P), mas a sopinha parece que compôs a coisa. levamos montes de tempo a jantar, também com entrada, sopa, prato de peixe, prato de carne e sobremesa, foi obra...acabamos por não sair para ir ver o fogo de artificio e assistimos da nossa mesa mesmo :)

por volta das onze e meia começa-se a ver o espumante a chegar às caixas, e com ele, as benditas das passas, que começaram a ser distribuídas pelas mesas...e naquele momento, a noite ficou pura e simplesmente perfeita!

o resto do jantar foi passado a recordar o ano que estava prestes a terminar, e eu a ver que dava cabo da maquilhagem com as lágrimas de emoção..nem consegui agradecer decentemente ao marido por me ter proporcionado o melhor ano da minha vida, que começava logo a querer chorar... e chegou a meia-noite, e comi as passas e pedi os meus desejos, e vi o fogo de artificio, e molhei o bico no espumante e ia vomitando, e dei beijinhos ao marido, enquanto ouvia clássicos dos 80's, que eu tanto gosto...perfeito. absolutamente perfeito!

saímos do casino por volta da uma e meia...que eu não suporto xutos e pontapés, e aquilo estava a rebentar pelas costuras. as máquinas paparam-nos 20 euros sem devolver nada em troca, e achamos que estávamos a desperdiçar quality time valioso que podia ser aplicado na banheira do quarto hi hi hi

e o ano começou bem, muito bem!

(mais fotos por aqui)