056 - Tirar um curso de escrita criativa

como era intensivo, foi apenas uma amostra das coisas que tornam a escrita criativa. fizemos uns exercícios giros que me deram muito em que pensar e me ensinaram muita coisa, inclusive que estou mais longe de cumprir um dos meus objectivos do que imaginava.

a meio do curso ainda considerei meter-me num menos condensado, onde aprofundássemos mais as ferramentas e fizéssemos os exercícios com mais calma, mas desisti da ideia, pelo menos para já. antes de voltar a pensar em escrita a sério tenho que lamber muito papel. a minha escrita é demasiado directa, simples e descontraída e foi dificil abstrair-me disso. para além disso preciso vocabulário, gramática, e muito treino.

a única aula que não gostei foi a última, onde tivemos que fazer vários exercícios auto-biográficos, do tipo tentar pescar memórias enterradas nos confins do cérebro através de sensações ou objectos.
e a pontaria do formador, que foi buscar precisamente um dos assuntos que eu mais odiei na minha vida..caiu-me muita mal. há coisas que prefiro simplesmente não me lembrar delas, e fui obrigada a recordar, a digerir e escrever sobre elas.

também serviu para aperceber-me de outras coisas, tipo, ir meter-me num curso superior, a trabalhar full-time ao mesmo tempo seria uma péssima, péssima ideia..vou ter que adiar esse projecto mais uma vez. cheguei à conclusão que depois de um dia de trabalho, o máximo que aguento de aulas é hora e meia, e nunca mais de três dias por semana...temos pena :(

e antes que perguntem, tirei aqui :)

27 de Janeiro de 2009, às 23:32link do post comentar