028 - Apanhar uma narsa valente

...e pronto, aconteceu. YAY :P

(não foi assim *tão* valente, vá.. às vezes pode não parecer mas ainda existe uma restia de juizo em mim he he)

tava agendada desde outubro para acontecer na passagem de ano. isto porque durante a festa de anos da leo, e a conversar sobre o assunto, o tio prometeu-me que me providenciaria um pifo pela passagem de ano. e eu achei que era capaz de ser uma boa ocasião para tal!

chegou o dia 31 e até havia bastante álcool naquela casa..o problema é que sangria e cerveja não me convencem, e só perto da meia-noite é que fui à carga.
meia garrada de vodka e quase uma litrosa de joy laranja/maracujá meteram-me o mundo a andar à roda..ou se calhar era só a minha cabeça!

deve ter sido praí ao terceiro que comecei a achar que tava a ficar marada. ao quarto já via tudo a andar à roda, fazia equilibrio para andar e tinha que me agarrar aos moveis para chegar onde queria em segurança.
ao quinto ria-me por tudo e por nada. tinha a voz arrastada e fazia um esforço enorme para ter um discurso minimanente coerente. a meio do sexto achei que a missão tinha sido cumprida com sucesso. mesmo assim, o processo ainda foi longo, demorou praí 3 horas :P

não me lembro de ter subido as escadas e chegado ao quarto. lembro-me do marido a largar-me na cama, e quando dei por mim, tava a ter o primeiro encontro imediato com a sanita. foi estranho..aquilo pareceu-me tão natural que nem me importei.
só dizia parvoíces, e depois dizia ao marido que ele era "um bom homem" por me aturar lol

no dia seguinte acordei cheia de sede e pus-me a beber água.. e depois tive o segundo encontro imediato com a sanita.
andei o dia todo com o estômago muito sensível e um sabor horroroso a sumo de laranja na boca, mas não me chegou a doer a cabeça nem nada disso. menos mal!

e pronto.. quem viu, viu (ou leu, no twitter, lol)! quem não viu, temos pena, que nem tão cedo me meto noutra... para além de não ser nada de especial, existe o factor "detesto alcool" e ter que fazer um esforço danado pa atingir esse objectivo nem por isso é agradável...mas pronto, valeu pela experiência, agora já sei o que é estar bêbado (só espero não ter perdido muitos neurónios no processo :P)..

mas por momentos temi por esta tarefa lol, tava a ver que não a conseguia realizar..até a minha mãezinha gozou comigo "a primeira bebedeira aos 30 anos... isso devia ir parar ao guinness!" lol

11 de Janeiro de 2010, às 01:02link do post comentar