Os sitios onde o geocaching nos leva II

ultimamente não temos feito outra coisa se não andar às caches..deve ser por causa dos tempos de seca prolongados durante o inverno que passou, tivemos 4 meses sem fazer nenhuma e agora andamos a tirar a barriga de misérias :P

então, recomeçamos a meio de março quando andamos pelos lados do marvão.

há dois fins de semana atrás fizemos um powertrail ali prós lados de azeitão, cerca de 8km sempre em frente. tarde bem passada e nove caches na mala.

no fim de semana de páscoa, começamos logo na sexta, com a cachewalker do castelejo. o dia estava espectacular. 
foram alguns 10km em circulo a subir e descer montes e ainda passamos pela praia. foi mesmo a matar.

Cachewalker

no sábado e no domingo andamos a limpar as caches junto à costa desde os montes clérigos (aljezur) até à cordoama (vila do bispo).
umas mais difíceis que as outras, do tipo andamos enfiados até às orelhas no meio das estevas sem saber muito bem para que lado ir já que não havia trilhos nenhuns, era do tipo "o carro tá ali em baixo, é prali que temos que ir" e não ligues aos bichos a que dás boleia pelo caminho, ou fazer uma cache que envolvia subir a um monte assim nada pequeno já com a noite a cair...coisas do género, o que importa é que o dia acaba e a malta ainda esteja a respirar he he

Vale Figueiras

a verdade é que a costa vicentina é do mais bonito que o algarve tem para oferecer e nunca cansa, sejam as matas, as praias quase selvagens ou as falésias sobre o atlântico com vistas de cortar a respiração. sempre que posso dou um saltinho àquelas bandas pa recarregar as "baterias".
nunca gostei muito de bensafrim, mas tenho que admitir tem uma localização bastante estratégica, dá acesso rápido tanto à costa sul, como à costa oeste, e a verdade é dá um certo jeito ter casa lá he he

entretanto, e 250km mais a norte..

ontem decidimos ir para a arrábida, cachar à séria. quando digo à séria, falo em caches de nível 4 (de 5), quase inacessíveis a não ser pelos trilhos labirínticos que por lá existem.. e nem vou falar nas variações de relevo da serra :P
encontramos dois cotas geocachers que deram umas dicas preciosas antes de nos enfiarmos pela serra a dentro, já que nós não conhecíamos nada daquilo e eles já tinham uma certa experiência naquela zona.

a vegetação é densa e os trilhos são apertados. na maior parte do tempo, para além de não conseguirmos ver por onde andávamos, tínhamos que andar quase agachados e as plantinhas não nos pouparam, era com cada vergastada que quando de lá saímos, mais parecia que tínhamos sido atacados por um urso selvagem.
por milagre não cheguei a torcer um pé naquelas rochas afiadas (mas houve umas quantas ameaças :P)!

fizemos 5 caches em 4 horas, sempre a abrir. foi puxado, puxado, puxado!
onde perdemos mais tempo foi no pico do formosinho, no ponto mais alto da serra. vista maravilhosa, via-se tudo em redor. t-u-d-i-n-h-o!



com cerca de uma hora de luz e um trilho que não saibamos onde ia ter, achamos por bem voltar ao ponto de partida e onde estava o carro.
demos corda ao chanato e cá vamos nós, mato fora. descemos e subimos e descemos e enganamo-nos (pensamos nós na altura), e subimos, e subimos e descemos outra vez, sempre em passo acelerado.

quando finalmente chegamos ao carro, parecida que tínhamos levado um camaçal de porrada. não bastavam já os arranhões nos braços, como as pernas e os pés tavam feitos num oito..acho que não havia músculo que não me doesse nas pernas, por momentos pensei que não me restavam forçam para conduzir o carro de volta a casa..

...e como (in)consequência do dia de ontem, hoje as pernas doiam-me pa cacete! custava a subir e a descer degraus, e a cada passada que dava, conseguia ouvir os músculos a gritarem "sua imprudente, maldita, toma lá qué prà aprenderes! *sting sting*".. ouch!
mas não levaram a melhor, pois quando cheguei a casa ainda "pedalei" 45mn em cima da elíptica :P

claro que pior a emenda que o soneto, porque ficamos deveras entusiasmados com os trilhos da arrábida e agora queremos conhecer aquilo melhor.. e ainda ficaram lá muitas caches por encontrar..temos é que começa-los mais cedo, e não as 4 da tarde :P

(btw, se alguém por aí conhecer os trilhos na palma da mão, dicas, mapas etc são muito bem vindos..isso ou eventos que se realizem por lá, caminhasdas, etc.. era informação muitíssimo bem vinda!)