Outro daqueles...

...fins-de-semana com onda de calor devidamente instalada!
lá fomos nós mais uma vez a caminho da galé, com o termómetro do carro a marcar 40ºC no exterior, mas baixando para os 30º e poucos quando nos aproximamos da costa.

o parque tava à pinha, como seria de esperar a um sábado à tarde de julho, mas mesmo assim, o spot #2 estava vago.
depois, siga pra praia. às 4 da tarde ainda fazia um calor deveras abrasador.

nessa noite jantamos primeiro e tomamos banho depois, táctica que funciona muitíssimo bem nesta altura, primeiro porque não há filas para os balneários, depois porque a água já sai quente novamente. era meia-noite quando me apanhei lá, tavam as gajas todas a se produzirem para ir pra festa da praia :P

festa na praia significa duas coisas: primeiro, temos que dividir o agradável som da ondulação e do vento a roçar nas agulhas dos pinheiros com o puntz puntz puntz da música que vem lá de baixo da praia; segundo, é sinal que chegou altura em que temos meter uma pausa e só regressar ao parque já perto de setembro :(

no domigo tava tanto calor, mas tanto calor, que tornava-se quase desagradável estar na praia (...espera...eu escrevi mesmo isto? OMG!). às três da tarde tivemos que sair um bocado. voltamos quase as 5 e o calor continuava a dar-lhe forte e feio.

por volta das oito começamos a arrumar a tralha. 
tava uma daquelas tardes absolutamente magníficas. daquelas que explicam perfeitamente porque é que após 5 anos de visitas frequentes no verão, aquele continua a ser um dos meus lugares favoritos na costa alentejana, e por mais filas e banhos de água fria e rednecks que apanhemos (dependendo da altura, claro), não consigo deixar de adorar aquele sitio..

fez um pôr-do-sol incrível. tão incrível que não tive coragem de ir ao carro buscar a máquina para regista-lo. ficamos os dois ali, plantados à beira da falésia, maravilhados com aquele espectáculo.

foi das vezes que mais me custou a sair de lá, mas tinha que ser...
apanhamos uma fila monstruosa para entrar na A2 que arruinou os planos de irmos jantar a setubal..mas há males que vêm por bem, desviamos para alcácer do sal para jantar e esperar tranquilamente que o trânsito escoasse todo.

por sugestão do aqui perto fomos parar a um restaurante onde fomos muitíssimo bem atendidos. enchemos o bandulho com umas especialidades locais e servimos de refeição para os mosquitos do sado :P

e pronto, apesar de eu andar afanada do estômago e com pouca energia para estas andanças, pode-se dizer que este foi mais um dos nossos fins-de-semana épicos \m/

 

...e não tiramos a foto ao cascas GRRRRRRRR XP

27 de Julho de 2010, às 13:06link do post comentar