(du)Bai bai Sultan Forestad

desde há uns tempos para cá que andávamos a dormir desconfortavelmente sem saber bem porquê, até que comecei a suspeitar do colchão, que estava a ficar espalmado ao meio, duro e sem elasticidade..

 

não fiquei muito contente com a despesa que se adivinhava, pensava que aquilo era coisa para durar mais anos mas estava enganada.. parece que 6 anos já é muito para um colchão de espuma manhosa.. e bem vistas as coisas, pelo preço que paguei por ele não me posso queixar :P

 

voltamos à origem em busca de um novo. eu mais virada para os de espuma ou látex e o marido  para os de molas por serem mais firmes. experimentamos todos, alguns mais do que uma vez, os de látex foram os primeiros a serem riscados da lista. entretanto, eu continuava a puxar por um igual ao que tínhamos e o marido por um de molas, que não me convencia totalmente.

para desempatar, pedimos conselho a um colaborador daquela secção que disse que o de molas era o colchão mais vendido, e eu dei-me por vencida..

 

mas precisamente por ser o mais vendido, estava…esgotado!

 

ficamos de passar lá no sábado seguinte para ir busca-lo.. mas comigo não totalmente convencida com a oferta do ikea, fomos à loja da pikolin em almada, espreitar o que havia. o marido continuava voltado para os de molas, eu nem por isso.. mas comecei-me a mentalizar que se optássemos por um colchão decente, tinha que me preparar para desatar os cordões à bolsa big time..

como a loja da pikolin tinha pouquíssima coisa, fomos a uma colchaonet que não fica muito longe do trabalho. nessa loja sentei o rabo no melhor colchão que alguma vez experimentei. nem sequer imaginava ser possível um colchão assim tão confortável. era feito num material todo xpto que se moldava perfeitamente ao corpo mas não deixava que nos afundássemos...um sonho!

 

o preço? um pesadelo... €1400 *chuinf*

 

de qualquer modo, o marido não ficou impressionado com o colchão super-ultra-hiper-mega-confortavel.. e como aquela loja também não tinha muito por onde escolher, fomos a uma maior no sábado seguinte.

 

experimentamos vários colchões.. de facto, acho que me deitei em todos os que existiam na loja, inclusive no colchão dos meus sonhos que não impressionava o marido, que por esta altura já tinha cedido ao facto de eu não querer nada haver com molas. a contrapartida era que fosse firme.

 

tenho que prestar uma pequena homenagem à colaboradora da loja, pela paciência brutal que teve  connosco he he he não parávamos quietos de um lado para o outro e mostrou-se incansável perante todas as nossas dúvidas :)

 

cerca de hora e meia depois, eis que finalmente nos decidimos por um que obedecia a todos os requisitos..todos, menos menu um: o preço. só custava o dobro daquilo que estávamos inicialmente dispostos a pagar, mas pronto.. uns anos de noites de sonos bem dormidos compensam o investimento.

 

saímos da loja com a encomenda feita e sinal pago, e com a promessa que dali por três semanas, teríamos o colchão a ser acartado 7 andares a cima e o velho rebocado sem custos. no problem, três semanas passam depressa...

 

...mas eis que no sábado seguinte, o marido recebe um telefonema da loja para nos perguntar se o colchão podia ser entregue na segunda. ora toma!

 

chegou ontem e é lindo, uma pena que vá passar 99.9999% do tempo coberto pela roupa da cama.. só tem um problema, que eu pelo menos não estava a contar: é 10cm mais alto que o antigo, portanto a cama agora tá altíssima.. se tiver sentada nem chego com os pés ao chão e as mesas de cabeceira, que antes tavam exactamente à altura da cama, agora tão lá em baixooooo.


nem quero imaginar se algum dia mandar um tralho da cama....e pior, o furas mandar um tralho da cama... se bem que com sorte ele perde a coragem de subir para lá e deixa de nos acordar a meio da noite quando quer alguma coisa heheeh

 

de resto, assentou perfeitamente em cima do sommier e os lençóis do ikea servem-lhe que nem uma luva.

 

esta manhã acordei sem dores no fundo das costas, mas também acho que não passei horas suficientes na cama que dessem para avaliá-lo e não quero tirar conclusões precipitadas. pa semana digo de minha justiça se a qualidade do sono melhorou ou não :)

 

quanto à colchaonet, recomendo vivamente!

9 de Novembro de 2010, às 19:53link do post comentar