A propósito do dia dos namorados

hoje é um bom dia para partilhar uma das coisas que tenho aprendido ao longo do tempo, a respeito de relações e vida a dois:

 

o amor não se vê nas mensagens de texto, cartões, flores, chocolates e nos ursinhos de peluche, nem nas férias e fins de semana românticos, nas sessões de spa e massagens a dois. nem tampouco na troca de mimos e carícias ou naqueles momentos onde tudo é simplesmente belo e corre às mil maravilhas, sem desafios, preocupações ou transtornos.

 

o verdadeiro amor revela-se quando duas pessoas por força do destino se vêem obrigadas a passar pela merda mais inimaginável e conseguem sair ilesos e mais unidos do que nunca.

 

quando há que fazer sacrifícios, quando há que manter a calma e a frieza, quando a solidez e estabilidade são postas à prova, quando um não deixa o outro se ir abaixo porque desistir é a saída fácil, quando não há ressentimento...

 

...isso sim é amor!

 

não me posso queixar, já temos passado por cenas bem caricatas ao longo destes quase 10 anos de vida em comum, felizmente nada de realmente grave. mas tenho a certeza que se acontecer alguma coisa, tenho a pessoa certa ao meu lado.

14 de Fevereiro de 2011, às 22:17link do post comentar