Gerês // dia 0

saímos na segunda à tarde, em direcção à parada do outeiro. 450km, nas calmas.

 

chegámos ao nosso destino por volta das 8 da noite. a hora ter mudado no fim-de-semana anterior foi um presente caído dos céus, que entrar por aquelas serras a dentro ao entardecer, é algo de mágico. ficámos parvos com a localização da nossa "casa" para os dias que se seguiam. isolada, lá no alto do cerro, voltada a poente para a cadeia de montanhas mais épica que existe em portugal. fica num ermo, mas é absolutamente fenomenal!

 

casa típica da montanha, decoração rústica, com um ambiente muito acolhedor e pessoal simpático. 

 

o quarto era espaçoso e muito quentinho (aquecimento central ftw), e tinha uma pequeno terraço com uma vista deslumbrante.


Untitled

 

de apontar apenas as almofadas, que eram muito duras.. esta malta da c'dade é muito molinha :D

nessa noite jantámos ilhada de vitela barrosã!

3 de Abril de 2012, às 21:49link do post comentar