101 coisas: ir a um nutricionista

ora aí está uma coisa que eu queria fazer há uma porrada de tempo!

"então o que a trás cá?", perguntou a rapariga quando me sentei.

bom, o meu médico anda há dois anos a chatear-me a cabeça por causa do peso mas não há forma de passar disto, e durante a tarde costumo a ser atacada por umas molezas tão putas que chego a pensar que vou aterrar de fuças na mesa (fui um bocadinho mais civilizada, claro).. queria saber se a minha alimentação pode, de alguma forma, estar a contribuir para isto.

motivações apresentadas, a primeira coisa que me disse foi que o peso tá bom. concordo contigo, sista. carry on!

de seguida quis saber como são habitualmente as minhas refeições e assustou-se por serem "apenas" quatro. sugeriu que devia sofrer de quebras de glicemia por passar tantas horas sem comer. acrescentou que provavelmente ficava desesperada por açúcar.. é verdade, sim senhora. acontece frequentemente por volta das seis ou sete da tarde, ficar com instintos homicidas se não arranjar uma fix de açúcar!

 

portanto, não devia passar tantas horas sem meter nada no estômago e depois enche-lo repentinamente.. concordei.

 

depois começou-se a elaborar um plano alimentar e aí é que as coisas começaram a descambar, que eu sou uma cliente "difícil" :D

 

sugeriu três lanches.. três! uau..

 

e pão ao pequeno-almoço e pão ao(s) lanche(s).. se comer uma sandes ao almoço ou umas tostas com requeijão ao jantar já começa a ser demasiado pão e pão nem sequer é das coisas que gosto mais, por isso deixa-me lá ficar com o meu bolinho ou o meu scone.. e dois lanches no máximo!

 

à terceira sugestão de leite/iogurte protestei. três doses de lacticínios num só dia já começa a ser demasiado.. ainda por cima como bastante queijo..

alternativa: sumos! eish.. gosto pouco de sumos. água doce deslavada ou néctares espessos.. naturais também não, que de laranja não bebo e de outras frutas é demasiado caro complicado.

 

depois ouvi a palavra "light" e protestei novamente. não toco em nada rotulado de "light". manias..

 

mas o pior foi quando sugeriu que optasse sempre por cereais e farináceos integrais! pão, massas e arroz.. integrais... blargh!!

 

já tentei incluir essas tretas integrais na alimentação, juro que tentei. tudo dinheiro mal gasto, que aquilo é intragável... in-tra-gá-vel!!

bem sei que é muito mais saudável e a tripa agradece, mas a minha língua contorce-se numa agonia atroz quando por lá passa qualquer coisa integral.. a menos que sejam daquelas tostas torradíssimas, isso ainda marcha... de resto, thanks, but no thanks.

 

menos mal, as minhas opções alimentares para as refeições principais estão aprovadas e devem continuar w00t!

 

ainda me sugeriu um suplemento vitamínico, mas... epá...

não foi mal de todo. aceitei a sugestão de comer mais vezes durante o dia. não vou é comer "meia bolinha integral com doce ou queijo e um iogurte", prefiro fruta a pão.. e se tiver *mesmo* esfaimada vou lanchar um donut/scone e o galão de costume :D 

24 de Abril de 2012, às 20:55link do post comentar