A assim se chega ao fim...

(atenção que tem spoilers

 

em homenagem àquela que foi em tempos a minha série favorita - house - fiz questão de acompanhar os últimos episódios da derradeira temporada.. ainda estou em choque com a patifaria que os produtores decidiram fazer ao wilson.. quer dizer, patifarias fizeram eles com todos... still...

 

como drama que é, não se podia pedir um final melhor que este, à easy rider, onde dois amigos se fazem à estrada, rumo ao desconhecido.. de facto, podia ter sido bem pior.. lá pelo meio a coisa ainda tremeu. mas por acaso o penúltimo episódio até deixava adivinhar este desfecho :)

foi um final comovente, com algumas visitas do passado, e ainda houve ali lágrimazinha a rolar pela cara abaixo. muito por culpa da nostalgia, dos tempos áureos, do que podia ter sido e não foi..

adorava a série, falei dela várias vezes por aqui.. mas às tantas mudou de rumo e não consegui atinar com as mudanças. começou a descambar durante a quinta temporada e só aguentei parte da sexta, depois desisti.. vi apenas um ou outro episódio no fox quando não estava a dar nada melhor nos outros canais.


quando há uns meses atrás soube que ia ser cancelada não foi um choque, já ia longa (oito anos.. é obra!) e os ratings já começavam a cair bastante, acho que tomaram a decisão na altura certa. antes agora do que arruinar por completo uma das melhores personagens de tv dos últimos tempos, brilhantemente interpretada pelo hugh laurie, que nos impressionou com o seu sarcasmo, causticidade e extraordinária perspicácia, e nos proporcionou grandes momentos televisivos :)

23 de Maio de 2012, às 20:39link do post comentar