Orquídea mutante!

a minha

 

orquídea mutante

esta rapariga foi-me oferecida pelo sr.marido a propósito do nosso 5º aniversário. mandou-a entregar no office, e por lá esteve durante alguns meses, até que as flores murcharam e perdeu uma ou duas folhas. parecia uma planta zombie, tinha tão mau aspecto que decidi que tava na altura de desaloja-la da minha secretária.

assim, um dia trouxe-a comigo.. indecisa se havia de jogá-la fora pelo caminho ou levá-la para casa..

 

e conseguiu chegar a casa!
deixei-a ficar num canto da cozinha durante semanas, mas não tinha grandes esperanças nela. esteve muitas vezes vai-não-vai pro lixo, até que um dia notei que a gaja tinha folhas novas a despontar. salvou-se!

 

na época seguinte pariu uma única flor, provavelmente como forma de protesto :D

 

percebo pouco de orquídeas plantas e não tenho grande jeito para jardinagem. daí que tem sido muito negligenciada ao longo do tempo, às vezes passa semanas sem ver água e fica com as folhas todas encarquilhadas, mas a gaja arranjou um truque: dispara raízes pra tudo quanto é lado, tipo tentáculos, parece um alien :D

 

..e este ano ano, para comemorar os seis anos connosco, preparou-nos uma surpresa: floriu como nunca antes!

orquídea mutante

brotou três cachos de flores lindíssimas. está ENORME!! 

tivémos de a pôr num vaso maior e tudo. o hóme desconfia que ela deve-se ter clonado e neste momento temos não uma, mas duas orquídeas no mesmo vaso, porque ela agora tem dois focos distintos de folhas. não faço ideia como ou quando isto aconteceu.. mas gosto da ideia :)

 

anyway.. ela tá TÃO bonita que decidimos mudá-la da cozinha para a sala, onde passamos mais tempo e podemos apreciá-la como merece. 


Untitled 

um destes dias arranjamos-lhe uma companheira, branquinha :)

 

não imagino quantos anos nos irá durar, não encontro grande informação sobre o lifespan delas. li por aí que quanto bem tratadas podem chegar até aos 30-40 anos. provavelmente se cuidarmos dela como deve ser, é capaz de envelhecer mesmo connosco he he he

26 de Maio de 2012, às 18:21link do post comentar