Madrid me gusta!

no último fim-de-semana de outubro o marido levou-me para madrid com intenções de pagar uma promessa que me tinha feito há uns anos atrás, quando recebeu uma newsletter a anunciar a inauguração deste moço

 

eurostars madrid tower

 

"um dia vamos dar uma nas alturas" disse-me :D

 

levou alguns anos a concretizar a coisa, mas a breve passagem por madrid em agosto remexeu-lhe qualquer coisa na memória, pois umas semanas depois, ao receber uma newsletter (outra!!) da iberia com umas promoções interessantes, decidiu reservar um fim-de-semana na capital espanhola pela comemoração do combo birthday/anniversary em grande e nas alturas!

 

desta vez ia um bocadinho melhor preparada. já sabia que bilhetes de metro comprar, tinha assinalado alguns pontos turísticos que queria visitar, tinha um mapa (que é tão genial que vou dedicar-lhe um post tem um post dedicado), tinha inclusive uma reserva feita num restaurante para o jantar. nada mal para quem detesta fazer planos com antecedência :D

 

madrid é confusa, cheia de gente, mas fixe (nem acredito que tou a dizer isto)! 

 

fartámo-nos de andar a pé (pelas minhas contas, palmilhamos à vontade mais de 20km) e de metro. aquele metro é demoníaco. dá um jeitaço do caraças porque chega a todo o lado, mas matou-nos de cansaço lol às tantas já preferíamos andar a pé!

 

vimos e revimos o centro, comemos tapas no mercado de san miguel, strollamos pela gran via, puerta del sol, entrámos numas quantas lojas na fuencarral, comemos paella num tasco com muito bom aspecto (embora fosse 100% orientado para turistas), mas ao parque del retiro já chegámos ao anoitecer (PQP a mudança da hora) e não deu para ver grande coisa nada..

 

barajas cuatro torres business area tapas Untitled mercado de san miguel Untitled plaza mayor Untitled

 

ficou ainda MUITO por conhecer... mas algo me diz que sou capaz de cair lá mais umas quantas vezes nos tempos vindouros, até porque (e a coisa que mais me choca nesta historia toda) ir e voltar a madrid de avião fica custa praticamente o mesmo que ir e voltar à terrinha de carro pela AE... e leva menos tempo!

 

quanto ao hotel, é brutal e os quartos fantásticos, proporcionou uma experiência incrivel. ficámos no 22º andar que tinha uma vista de cortar a respiração, principalmente à noite. o spa (29º andar), então, nem se fala. estar num jacuzzi com vista quase total sobre a cidade é qualquer coisa...

infelizmente tem alguns problemas: o staff não é lá muito atencioso nem simpático, fica longe do centro como tudo e comer lá é para esquecer, que os preços são estupidamente caros. para não ajudar, apanhamos um evento qualquer e na hora que estava a chegar a vipalhada toda fizeram-nos entrar (nós e os restantes hóspedes) pela porta de cavalo. meh...

1 de Novembro de 2012, às 01:56link do post comentar(1)