Trinta e Três

volvidos 15 anos após ter dado oficialmente entrada na vida adulta, olho para trás e...

 

 

consegui alcançar praticamente tudo aquilo que almejava para o meu futuro em jovenzinha. diga-se de passagem que não era muito exigente, vá.. mas imaginava-me feliz da vida, dona de um apartamentozito, um trabalho que gostasse, um carrito para dar as minhas voltinhas sem prestar cavaco a ninguém e bonus points se conseguisse sair da província e ir viver prá capital (o meu fetiche da altura). arranjar gajo era opcional (não esperava grandes milagres da vida muhahaha)

 

e fico pasma por ver que consegui tratar disso tudo e mais qualquercosinha ainda durante os vintes, devo ter sido boa pessoa na vida anterior e esta é a minha recompensa, só pode! mas não.. nem tudo foram rosas, houve muito dente arrancado pelo cú (ter ar de chavaleca nem sempre é positivo - às vezes não nos levam muito a sério.. e o hóme sofre do mesmo problema). houve sim muito esforço, determinação, firmeza e sobretudo paciência para enfrentar os chiliques do destino.. 

 

..isso e ter conseguido filar uma jóia de moço para me fazer companhia durante a viagem!

 

portanto, o grosso dos meus objectivos de vida foi alcançado e apesar de estar bastante satisfeita pelo feito, chego aos 33 e penso "...e agora, caralho??" 

 

realmente.. o ser humano só à porrada :D

 

pois é.. agora tenho que tratar de filtrar a batelada de coisas que gostava de fazer, decidir no que apostar e esforçar-me por conseguir, que a vida de adulto é complicada e eu sou dada a grandes desvaires!!

26 de Outubro de 2012, às 20:49link do post comentar