A primeira vez do Cascas!

no dia que nos preparávamos para regressar de férias, o cascas decidiu fazer greve - migos, nem pensem que me faço à estrada com este calor. amanhem-se!

 

assim do nada. ok.. na noite anterior tinha notado um ruído estranho que parecia vir do motor, mas como percebo de mecânica o equivalente a um cú e ele também não se queixou de nada, fiquei naquela.. se continuar, segunda vais passar o dia no spa do entreposto. mas ele não quis esperar até segunda..hell, nem sequer até chegar perto de casa.. foi mesmo ali, num ermo a 200km de distância. fofinho!

aquela cena toda fez-me aperceber dos riscos que muitas vezes corremos, quando nos metemos por essas montanhas e caminhos de cabras, que tanto gostamos - mas hey, faz parte da emoção da coisa lol j/k

 

adiante. telefonamos para a assistência em viagem e transmitimos todas as informações solicitadas. uma hora e meia depois (nada mau para um domingo à hora de almoço), o reboque estava a içar o carro. bombardeamos o tipo como perguntas sobre o carro e o destino dele, mas ele não nos adiantou grande coisa.. disse-nos apenas que como as oficinas estavam fechadas, ia para o parque deles e que depois a seguradora logo dava instruções.

 

a informação mais útil que deixou foi, caso se a seguradora não entrasse em contacto connosco até dali a 15mn, para entrarmos nós em contacto com eles "porque eles às vezes esquecem-se", e foi-se embora com o meu precioso às costas. até me doeu a alminha..

 

como a seguradora nunca mais dava sinais de vida, meia hora depois telefonamos. somos então informados que o transporte para a oficina que queríamos excedia o plafond da assistência em viagem para reboque, por isso o carro tinha que ser visto primeiro numa oficina convencionada (que ainda não se sabia qual e onde era, por ser domingo), para averiguar se o problema era grave o suficiente para ser transportado para cima, ou se era logo arranjado por lá.

 

(suponho que estes procedimentos sejam motivados pelas fraudes que acontecem todos os anos pela altura das férias, que a malta "avaria" propositadamente o carro para que o seguro pague a viagem de regresso - still, não deixa de ser chato, pela merda de uns, pagamos todos)

 

tivemos que decidir se ficávamos pelas redondezas à espera do diagnostico do bixo, ou voltávamos para a capital e rezávamos que o tratassem decentemente.. como na segunda era dia de regresso ao trabalho depois de duas semanas de férias, decidi que não queria faltar, então pedimos transporte e logo se tentava articular as coisas com o seguro e a oficina..

 

mas ainda foram precisas mais 2 horas e uns telefonemas para nos mandarem um taxi :P

(que luxo, hem, regressar de férias da costa alentejana de taxi muhahaha not funny, até porque o taxista foi multado por excesso de velocidade perto de grândola - dia jeitoso, aquele lol)

 

no dia seguinte voltámos chatear a seguradora (porque aparentemente eles esquecem-se que têm clientes pendurados à espera de informações da parte deles) para saber como é que ia ser a nossa vida. do outro lado informam-nos que a oficina convencionada mais próxima com disponibilidade era em portimão, e porque os custos de transporte para lá não compensavam, iam logo mandar o carro para a oficina que tínhamos pedido, que o carro já estava a aguardar agrupamento.. epá, e não podia ter sido logo visto na oficina para onde foi rebocado? por momentos arrependi-me de não ter ficado por lá mais um dia.. mas agora era tarde demais.

 

pouco depois recebemos uma sms a confirmar que o carro seria entregue na "nossa" oficina algures na quinta-feira.. era tentar não pensar muito no assunto para não espicaçar os nervos.

 

quinta chegou, sem noticias algumas - nem da seguradora, da oficina ou do transporte ou do crl que fosse.. telefonema para a oficina. quem atende não sabe de nada, mas vai perguntar e já telefona de volta. a manhã passa-se e nada.

 

a meio da tarde começo a stressar à séria e o homem telefona para o seguro para saber do transporte. minutos depois a seguradora retribui o telefonema e informa que o carro foi entregue ontem…OI??? ONTEM? e avisar, não? fónix.. isto é normal?

 

rápida visita à oficina. o carro estava lá - thank u, jebus! - inteiro e aparentemente sem mazelas algumas. puff.. alguma paz, finalmente!

 

o tipo da recepção da oficina diz que achou estranhíssimo ter recebido o carro sem contactos nenhuns.. nem o seguro, nem o transporte se deram ao trabalho de passar essa informação aos gajos (e aqui até admito alguma culpa no cartório, podíamos ter entrado em contacto com a oficina logo na segunda a avisar que o carro ia seguir para lá, still.. esperava algum profissionalismo da parte da seguradora :P), mas já sabia que o proprietário se tinha acusado umas horas antes :)

 

anyway.. o que mais me lixou nesta história toda não foi o chilique do carro, mas sim a actuação da seguradora. termos que ser nós sempre a andar em cima deles, a falta de comunicação entre as partes envolvidas, e o tempo que tudo parecia demorar para acontecer. mas vá, não se pode esperar milagres quando optamos por ser poupados nos serviços que subscrevemos..

costuma-se dizer que há males que vêm por bem.. faltavam 22 dias de renovar a anuidade, a primeira vez que recorro aos serviços deles em 5 anos, e fico logo tão mal impressionada?! se se tivessem portado à altura, era bem capaz de continuar cliente, mas assim, deram-me um excelente motivo para dar de fuga :P

 

e foi só uma avaria.. imagino se tivesse sido um acidente ou se me tivessem gamado o carro.. távamos bem tramados!

 

ah, o enguiço do cascas? a bateria deu o peido mestre e precisou de ser substituída, tá como novo \m/

11 de Julho de 2013, às 00:52link do post comentar