Guerrinhas!

Ultimamente tenho notado na "blogosfera", uma coisa que me desagrada profundamente. São estas "guerrinhas" do "que é ou não é um blog", quais são os sites que devem ser considerados ou não, etc, etc...e isto, sem falar nas guerras entre blogs...

Isto agora é tão frequente que acho que quase todos os visitantes assiduos de blogs já devem ter tropeçado no assunto. A confusão está instalada, promovida por nichos dentro do nicho que é a bloga portuguesa...eu não quero saber!

Quando comecei a "blogar", não existiam regras, ou pelo menos pareciam não existir, e talvez tenha sido, em parte, esse facto que me levou também a ter um "blog". Agora, passados poucos meses e devido à explosão de blogs, toda a gente se preocupa com regras e definições, e "filosofam" sobre o assunto, analisam-no até a exaustão, chegando até a provocar um certo mal-estar e divisões na bloga. Separam-na! Estropiam-na!

Chegam, abancam-se, passado semanas querem ser donos da razão, querem impôr-se aos que já cá estavam, depois, esses revoltam-se e ainda é pior!

Será isto mesmo necessário? Se para ter um blog, tenho que submeter-me a isto, então eu salto da "carroça"!
A partir de hoje, este site passa a ser um site pessoal, com a inclusão do diário da vida da autora, entre outras coisas. Que o Lost In WonderLand deixe desde já, de ser considerado um blog (se é que alguma vez o foi, pois segundo as "regras" a que um blog deve "obedecer", o meu site nunca foi um blog).

Não quero participar, nem ter parte nenhuma nestas "guerras" estúpidas. Vou apressar a remodelação e retirar qualquer palavra que possa induzir à ideia que este site é um blog, excepto nos links, pois eu gosto de ler alguns blogs e de os ter linkados. Não quero estar sujeita às vossas regras, quero ter um site pessoal, e ter as minhas próprias regras.

De resto, continuará a ser igual ao que sempre foi. Reservo aos outros autores, que me têm "linkada" aos seus sites, a liberdade de me manterem nas suas link lists como blog, site pessoal ou removerem o link, devido ao meu manifesto. It's up to you!

24 de Junho de 2003, às 00:50link do post comentar