Será que foi sorte?

Ontem aconteceu-me outra daquelas coisas...
...estive a fazer o almoço, almocei, crashei no sofá um par de horas, estive por aqui a ver as modas...sempre a com um leve cheio a óleo queimado a me chegar ao nariz, mas pensei que se devia à confecção do meu pouco-saudavel almoço. Depois, por qualquer razão, fui à cozinha que vi que tinha o lume aceso, com a frigideira que usei para fritar os fishsticks, a cozinhar lentamente uma batata frita que tinha caído lá dentro. Hum...uma boca acesa durante três horas, uma frigideira com óleo, e não aconteceu nada. O óleo não pegou fogo, a frigideira estava intacta, apesar de ligeiramente queimada, a pega estava fria, o extractor estava frio, era como se tivesse desligado aquilo. Valeu-me ter a janela aberta, que sempre levava o cheiro do óleo, e mantinha a cozinha fresca.

Agora pergunto-me: será que foi a batata frita que salvou a coisa? Será que foi a janela aberta, e o vento que entrava? Será que foi sorte?
É que podia ter provocado um incêndio...

O furas conseguiu!
Abriu um dois buraco buracos no forro do fundo do sofá, e mal a gente se descuida, hei-lo a passear-se dentro do sofá. E como ele insiste em ir para lá, tem passado mais horas na cozinha do que o habitual. Agora é que vai ter mesmo que ser. Temos que arranjar um tecido grosso e à prova de unhas para re-forrar aquilo, tal como tivemos que fazer a um sofá na casa dos meus pais à uns meses.

O marido hoje saiu de casa aborrecido comigo. É que eu tive uma crise de dentes durante a madrugada, e recusei-me a ir ao dentista hoje. Se me voltar a doer hoje, amanha ele não me vai deixar escapar : P
    14 de Outubro de 2005, às 16:30link do post comentar