Chamem-lhes parvos...

não gosto de trazer assuntos mediáticos aqui pró tasco mas tropecei numa reportagem sobre a história da fiscalidade verde e dos sacos de plástico, que me explicou um "fenómeno" recente que eu ainda não tinha percebido, o dos “novos” sacos dos supermercados.

estreei-me nesta coisa de pagar 0.10€ por saco três dias após a taxa ter entrado em vigor. vinha do trabalho e lembrei-me que precisava de ir ao supermercado buscar umas tretas. era pagar o saco num pingo doce a meio do caminho ou ainda ir a casa, agarrar num saco usado, e ter de pegar no carro para ir ao supermercado mais próximo.. coisa para perder quase uma hora em vez de meia dúzia de minutos e 0.10€.

deram-me o saco prá mão e fiquei parva a olhar para ele. enorme, levava à vontade o conteúdo de dois sacos dos habituais, e muito mais espesso. um exagero para aquilo que ia transportar nele.. e um desperdício para usá-lo no caixote do lixo, como fazia com os outros que custavam 0.02€..


passados uns dias repetiu-se a mesma cena, mas num continente. vim de lá com outro sacalhão que serve para tudo menos para lixo.. bom mas se andavam a cobrar os 10 cêntimos por aquilo, menos mal.

sucede que no supermercado do ECI, a coisa passou-se ligeiramente diferente. paguei 0.10€ por um saco igual aos que já trazia antes *à borla*, e que foi pró lixo porque rompeu-se pelo caminho (isso e também porque a gata enrolou-se toda nele e mijou-se lá dentro, don't ask)..

moral da história: no pingo doce e no continente não me senti tão roubada porque os sacos são melhores, já no supercor não achei tanta piada..

e eis que chegamos ao dia de hoje, em que fico a saber o porquê de uns me vendem sacos decentes e outros não. chamem-lhes parvos.. ao venderem os tais sacos grandes e grossos (muhahahah) pelos mesmos 0.10€, algumas cadeias não só conseguem contornar esta medida, como ainda lucram com ela.. e sem terem de entregar um tostão furado (da taxa) ao estado. se isto não foi um golpe de génio, não sei..

ah, e agora tenho que comprar sacos para o lixo. o ambiente, esse, fica na mesma.. já a carteira..

6 de Março de 2015, às 00:40link do post comentar