Dos cagaços na estrada

aconteceu-me presenciar duas vezes no espaço de um mês algo ainda inédito para mim: um pneu a rebentar em andamento.

daquelas cenas que até os não crentes rezam aos satinhos que não lhes suceda..

da primeira vez foi no autocarro e não vi, senti. ia sentada precisamente por cima dele. apanhei um cagaço do caraças, acho que fiquei sem pulso durante segundos.. aquela porra fez um estardalhaço ensurdecedor e soltou-se uma nuvem de fumo, enquanto pedaços de borracha retorcida voavam por todo o lado.
felizmente não aconteceu nada de grave e o mais chato nem foi o susto, foi ter de sair do autocarro e esperar pelo próximo.

hoje vinha ali monsanto acima pela A5, quando rebentou um dos pneus traseiros do reboque que seguia à minha frente. novamente sem stresses, até fiquei com a ideia de que aquilo é capaz de ser mais perigoso para um carro que tenha o azar ir ao lado do que para o próprio, por causa da onda de choque e dos estilhaços de borracha a serem projectados a alta velocidade..

como não há duas sem três, isto deixou-me logo com a sensação que a próxima vai-me calhar a mim, e que aquilo foi um aviso para me ir preparando... EEEEEEEK!!

24 de Maio de 2015, às 00:27link do post comentar