Hot Dogs

eu e o homem somos grandes fãs desta despretensiosa invenção gastronómica. e não somos esquisitos, tanto marcha um decadente cachorro do frankie's como um somítico cachorro do ikea.

em tempos que já lá vão, quando ainda éramos jóves e inconscientes, tínhamos uma espécie de tradição, (não, não falo daquela de andarmos a bater as roulottes da margem sul tarde e a más horas) que um dia por semana, o jantar era cachorro quente, elaborado em casa, com todo o requinte. entretanto com a idade fomos ganhando juízo, e passou a ser um manjar ocasional.

aí há uns tempos, o homem andava todo choroso que lhe apetecia um cachorro afogado em chucrute, como tinha comido na roulotte da maria wurst, no alive. como a maria tá um bocado longe e não havia maneira dele se calar, acabámos por ir ao supercor abastecer-nos de ingredientes (daqueles que morrem no frigorífico e na despensa, meio consumidos, mas pronto..)

começamos pelo pão de cachorro, que não tem grande ciência. de seguida escolhemos umas salsichas de aves tipo frankfurt, já conhecidas cá da casa, bem boas. gostamos de nos enganar pensar que são um bocadinho mais saudáveis que de porco. depois fomos à procura do chucrute, era o ingrediente que não podia falhar. pelo caminho achamos que pepino fatiado em pickle especial para hamburgers seria uma boa adição ao nosso cachorro. next batata-palha. e por fim, a secção dos queijos, só faltava mesmo o cheddar.

o principal motivo que me faz ir ao supercor é a diversidade de produtos, e a secção de queijos não me desiludiu. não senhora: cheddar mexicano, com pimentos e chili?? OLÁ!! 

...e já que estamos nessa, venha daí também um pedaço desse espectacular queijo com wasabi hi hi hi this is gonna be cool \m/

só deixamos ficar a cebola frita na prateleira porque olhei para o cesto e achei que era um bocado overkill, com a quantidade de merdas esquisitas que já tínhamos práli.

chegamos a casa, e let's do this!

o homem tratou de meter o pão no forno para ficar ligeiramente tostado, e aquecer as salsichas em água quente, quanto eu tratei de ralar os queijos.

estava a construir o meu cachorro, absolutamente fascinada com a combinação letal de ingredientes que estava a cobrir a salsicha:

mostrada, batata-palha, chucrute, pepino em pickle, cheddar picante e o gouda com wasabi. tudo coisas altamente saudáveis :D'

à primeira dentada, com a boca em fogo, ocorreu-me que aquilo tinha tudo para correr (bem) mal, mas depois passou-me e até tive pena de não termos trazido também a cebola. tava tão bom que repetimos a dose. sem remorsos!

claro que o resultado desta patifaria não se fez esperar.. andámos, sem exagero, uma semana à rasca das tripas.. FFS!

tenho cá para mim, que a grande culpada desta história toda é a nossa preocupação em ter uma alimentação razoavelmente saudável. o sistema digestivo fica todo panisgas com as sopinhas, e as saladinhas, e o peixinho, e os legumeszinhos cozidos a vapor. depois quando lhe aparece uma carga assim mais marada, cai o carmo e a trindade...

bah!

3 de Novembro de 2016, às 15:00link do post comentar(1)