Isa vai ao ginásio: tortura II

no presente momento em que debito estas palavras, encontro-me em grande sofrimento lol

na segunda tive o 30º treino com a PT. a meio da primeira série de lounges com a perna de trás elevada, e um salto quando subia, logo após ter feito a mesma lounge, mas com 7,5kg em cada mão (mas sem o salto, valha-me minha nossa senhora), e a sentir os músculos a das pernas a pegarem fogo, vi logo que aquilo ia-me sair caro...

não sei ondé que a moça vai buscar inspiração para os exercícios, mas manda-me fazer com cada coisa, que até fico a bater mal. em 30 treinos foram raras as vezes em que repetimos o mesmo exercício. há sempre uma variaçãozinha cretina qualquer, que é o suficiente para atacar logo os músculos desprevenidos, e fazer-los ganir durante dois ou três dias. não há forma do corpo se habituar!

ontem as dores entraram de mansinho, como de costume, e ao longo da tarde foram-se revelando. ao fim do dia tinha um andar novo 😂😭

hoje estão on fire. vou ignorar as dores dos abdominais, que em comparação com as outras não são nada. começam logo ali nas almofadas do assento, e descem sem só nem piedade até ao gémeo. tão para além do andar novo, custa-me horrores a sentar, a levantar, e a andar. o simples facto de levantar os pés do chão é penoso. basicamente, custa-me fazer qualquer movimento que envolta usar os músculos das pernas. parece que estou toda entrevada.

nestas alturas pergunto-me se vale a pena, andar constantemente com dor aqui, com dor ali, por causa do exercício físico... quero acreditar que sim. mesmo!

11 de Abril de 2018, às 15:30link do post comentar(1)