O universo às vezes tem um sentido de humor muita foleiro

tão no domingo passado armei-me em esquisita que não queria saber de banhos de areia e o que é que eu levei ontem à tarde em tróia?

um monumental banho de areia! 

já assisti a fenómenos parecidos, geralmente antecedem a uma carga d'agua valente.. mas este deixou-me abismada, por ter acontecido sem aviso nem nada que o fizesse prever.

chegámos à praia por volta das três e meia, o dia não tava particularmente bonito mas estava abafado e sem vento nenhum. assentamos arraiais e nem meia-hora tinha passado quando a amiga da sis comenta "está a levantar-se vento".. segundos depois vem do lado do mar uma rajada tão poderosa que levou chapéus de sol pelos ares.. aquilo não é brincadeira, se apanha alguém pelo caminho pode ser bastante chato. dessa rajada até ao caos instalado foram segundos!

o vento era tal maneira forte que o nível do mar até pareceu ter subido, e o que antes parecia um lago, agora estava numa cor e agitação assim pró medonhas. mal conseguia olhar na direcção dele, que mesmo completamente enrolada na toalha e com óculos, entrava-me areia para os olhos. aliás, entrava-me areia para todo o sítio, olhos, nariz, boca, ouvidos... ao princípio teve piada, mas rapidamente deixou de ter. agarramos nas coisas e ala dali para fora, não fosse a coisa ficar ainda mais feia.

num momento estava um dia de praia absolutamente normal. pessoas esparramadas na areia, pessoas passear de um lado pro outro, pessoas a tomar banho, pessoas a brincar, pessoas a ler, pessoas a espremerem-se umas às outras, pessoas a tirarem selfies em posses ridículas, pessoas a enfardar sandes enroladas em papel de alumínio, pessoas a passar loção..

..no outro estávamos literalmente a ser escorraçados para fora da praia. a intensidade do vento era continua e não perdia força. às tantas já ninguém se incomodava em segurar ou ir buscar os chapéus que eram arrancados pela força do vendaval e rebolavam desenfreados até às dunas, e até um colchão de ar veio disparado do banco de areia, a 3km dali.. um pandemónio que só visto!

nunca vi uma praia vazar tão depressa lol

mas fiquei lixadona, claro que fiquei! quer dizer.. fiz questão em levar lá a sis para ir conhecer aquele pedaço de paraíso que tanta publicidade lhe tenho feito, hora e meia fechados no carro para lá chegar, e sucede aquilo? que primeira impressão do caraças..

no meio daquela confusão de vento, areia, chapéus no ar, pessoas em pânico, gritos e choros e ainda a reclamar por terem pago um dia de estacionamento e terem que sair dali tão depressa, ainda conseguimos resgatar uma gaivota, que estava quase enterrada na areia sem se conseguir mexer.. mas sobre a sina da bixa ainda aguardamos desenvolvimentos..

8 de Junho de 2015, às 23:59link do post comentar