Preacher

tem faltado o tempo para andar em cima das estreias da summer season, mas esta trazia passe VIP e teve prioridade. entrou a matar (literalmente). o primeiro episódio foi-me um bocado ao estômago, é verdade.. mas não conseguia tirar-lhe os olhos de cima! não foi pela violência gratuita, disso tenho a certeza. dispensava ver pessoas vaporizadas instantaneamente, fracturas expostas, sangue e entranhas e outras bizarrices. mas as personagens são... carismáticas, e o enredo serve-nos doses bem medidas de drama, suspense e acção, acompanhadas de humor muito seco e obscuro. e está polvilhada de pequenos detalhes e diálogos hilariantes.

conseguimos rapidamente perceber que aquilo tem tudo para correr mal e queremos ficar para assistir ao acidente. é basicamente isso. não vou spoilar para não perder a piada da surpresa, mas como o nome é um giveaway descarado, vou só dizer que no epicentro da trama existe religião.. abordada numa perspectiva muito desconcertante.

tanto que o lado mais gore-ish acaba por passar despercebido. e ao que parece, a adaptação da série está muito contidinha, exigências do canal. é nestas alturas que me dá uma vontade maluca de ler comics. ah sim, é baseada numa novela gráfica da vertigo, a editora alternativa da DC, voltada para o público mais maduro.

a cinematografia também merece honras de destaque. inspiraram-se bastante muitos planos e transições dos quadradinhos, e aquilo resulta numa dinâmica fora do habitual.

apesar do ritmo ter abrandado ligeiramente nos episódios que se seguiram ao piloto, é uma daquelas séries que apetece ver de enfiada. já vai a meio, e acho que vou ter saudades.

 


gostava que o lucifer se inspirasse um bocadinho neste tom sombrio e somewhat violento para a segunda season, acho que só tinha a ganhar :)

[UPDATE] vai ter segunda season, e com mais 3 episódios FUCK YEAH!

29 de Junho de 2016, às 09:29link do post comentar