Se ele não fosse assim… VIII

ontem fomos outra vez dar ao pedal. a dada altura, já quase a terminar a volta e todos estropiados (35km, not bad), chegámos a uma rotunda no porto de lisboa, que ao fim-de-semana está deserta, e o homem grita:

"FUCK DA POLICE"

e segue em frente. 

já eu, condicionada pelo hábito, tornei à direita. preparava-me para abrir a boca e dizer "quero ver se quando tirares a carta também vais em frente" quando nesse preciso momento ele arrepende-se e trava bruscamente... 

...com o travão errado!

pelo canto do olho vejo-o a mandar um salto de cima da bicicleta e a largá-la no meio do chão. por sorte não se magoou, mas mesmo que se tivesse magoado, eu já não conseguia parar de rir muahhahaha

7 de Abril de 2014, às 23:50link do post comentar