Se ele não fosse assim… XIII

tenho várias constelações de cabelos bancos espalhadas por esse universo que é a minha cabeleira, mas como não costumam estar visíveis a olho nú, não perco muita energia com o assunto.

acontece que uma delas deu em nascer mesmo aqui, à beirinha da testa. começou por ser apenas um cabelito branco, grosso e brilhante, que eu achava adorável.
só que nos entretantos, o fulano decidiu arranjar companhia.. contei alguns nove.. NOVE!!! ora, não preciso de mais demonstrações do meu estimado corpo que estou a ficar idosa e comecei a barafustar, que tal coisa era inadmissível e que estava a um cabelo branco de começar a pintar a gadelha para esconde-los todos e que yada yada yada..

o homem, que estava ali mesmo ao lado a assistir ao meu acesso de fúria, responde com grande excitação:

- what?! nem penses! mais uns quantos e ficas como a rogue!!!

a rogue é a personagem de x-men favorita dele.. e por causa das coisas agora estou proibida de aniquilar os cabelos brancos.. pelo menos do alto da tola prá frente : /

12 de Junho de 2015, às 19:10link do post comentar(1)