A minha orquídea de estimação

andou dois anos a ser negligenciada. mas como aparentemente as bixas são imortais, conseguiu aguentar-se à bronca sem água ou cuidados durante meses a fio, até que decidimos trazê-la de volta, mesmo arriscando as condições pouco favoráveis (a humidade da casa anda à volta dos 40-60% e ela não gosta desse clima). fomos buscá-la num quente dia de julho. demos com ela toda murcha, mas se a experiência nos ensinou alguma coisa, foi que o facto de estar murcha não significa que tenha ido desta para melhor.

aproveitamos a mudança de vaso para cortar-lhe as raízes mais ressequidas e mudar-lhe o substrato, e rezámos pelo melhor. sete meses depois, um dos “pés” (clonou-se há uns anos) está seco e sem sinais de vida, provavelmente não vai renascer nada ali, o outro a bem ou a mal, tem-se aguentado. nos últimos dias uma das folhas mais antigas começou a amarelecer e hoje caiu. quando fui tirar a folha, fiz-lhe uma inspecção minuciosa, à procura de sinais de recuperação, que ainda não perdi a esperança nela.

a minha cara quando reparei que estão duas, cada uma mais minúscula que a outra, mas estão duas folhas novas a nascer. é o milagre da primavera YAY março :'D

1 de Março de 2016, às 23:36link do post comentar