Summer of 16 // a massagem

desengane-se quem pensa que a malta com papel não faz figuras foleiras.. como aquela família da mesa ao lado, que passou o pequeno-almoço sorrateiramente a preparar o almoço e o lanche daquele dia. aliás, não vi poucas pessoas acompanhadas por mini-lancheiras. às tantas uma pessoa até se sente parva por não fazer o mesmo :/



e ainda com o pequeno-almoço a acomodar-se no estômago, eis que chega a hora da massagem.

como costume, o homem quis ser trucidado e marcou 10 (o máximo) no campo da intensidade da massagem. eu fiquei-me por um 7. não me apetecia sair dali com nódoas negras, e deixar as pessoas a pensar que o meu esposo é daqueles que gosta de  arrear porrada na mulher.

é suposto descontrairmos e tal e coisa, mas o meu cérebro não deixa. passa os 50 minutos a trollar-me. tipo, "eina ca'ganda seca.. toma lá pensamentos parvos para te entreteres. quem é amigo, quem é?". é que nem me deixa descansar..

começa mal aterro na marquesa. “jasus, esta musiquinha zen é lame que arrepia.. porque não sons da natureza, como o oceano a enrolar-se preguiçosamente na areia, ou uma pequena cascata, num bosque frondoso onde ecoa o canto melodioso dos pássaros, ou chuva a cair em cima das folhas carnudas das plantas tropicais? qualquer uma dessas opções relaxava mais que esta bodega";

enquanto a massagista se prepara para meter-me as mãos em cima. "estômago amigo, por favor, poupa-nos à canção do teu povo" (o gajo começa a gorgulhar sempre que estou de papo para o ar e comi há pouco tempo. no fundo, gosta de me fazer passar vergonhas perante outras pessoas. é um cabrão);

a massagista ataca as pernas. “crap.. tenho o pelame todo a despontar, parece lixa. espero que a moça não se importe do tratamento não solicitado de dermo-abrasão que está a receber nas suas delicadas mãos”;

ou então importa-se. “socorro!! esta mulher tem rolos de massa no lugar dos braços!! estou a ser completamente cilindrada. mais um niquinho de pressão e deixo de conseguir conter os gemidos que estão caçados na goela.. será que trocaram a folha do homem com a minha? eu pedi 7, não 10!!”;

nos intervalos da tortura. “ena! tão minuciosa ca'té vai até à ponta dos dedos. ainda bem que cortei as unhas ontem, se não pobre da moça ficava toda esquartejada" (as minhas unhas são inacreditavelmente rijas. e a água salgada ainda as endurece mais. foi preciso estar uma hora de molho na piscina morna para conseguir contá-las. não estou a brincar, eu corto-me nas minhas próprias unhas!);

hora de virar, cara enfiada no buraco. “olha que toalha tão estrategicamente bem posicionada. se me babar ou pingar do nariz, ninguém vai reparar na poça por baixo da mesa” e pouco depois. "hum..espero que ninguém vá usar esta toalha, eu não queria usar esta toalha!!". e já mais pró fim. "man.. vou ficar a tarde toda com marcas na cara. todàgente vai reparar nisto e rir-se de mim nas minhas costas".. not funny!!

sabem o que não é nada fixe depois de uma hora de massagem, num ambiente calmo, com música serena (ainda que lame), do qual saímos meio dormentes e assim queremos permanecer por mais umas horas. sabem? putos aos berros na piscina/lounge do spa. o spa permite crianças em determinado horário, foi uma novidade. não teria sido chato se os putos - bebés, um deles mal andava, não estivessem constantemente a testar a acústica do espaço, e a correr à volta da piscina e a mandar bombas para dentro de água, e os pais a gritarem ainda mais alto para eles sossegassem. mas o que achei mesmo piada (NOT!), foi ter visto estes pais, a meter com os filhos ainda bebés - um deles mal se segurava nas pernas, já disse não já, no banho turco. no banho turco?? troféu de pais do ano para estes dois, já!!

essa tarde foi passada perto do barril, a curtir a paisagem da ria e a aproveitar todos os segundos dentro daquela água deliciosa. as ondas estavam de volta, mas à maré cheia, a praia faz um efeito de tanque. a um metro da rebentação já mal temos pé, muita fixe para dar mergulhos da areia. há fotos disso, mas devido à ausência de trajes mínimos, não podem ser publicadas muhahaha

to be continued...

4 de Outubro de 2016, às 09:10link do post comentar(2)