Sacana do furacão

há uns anos compramos um kit de limpeza para as máquinas fotográficas, onde vinha incluído um soprador. soprador esse que levou um sumiço pouco tempo depois..

visto que se tinha tornado numa das obcessões do furas (e quando ele metia uma coisa na cabeça, era imparável), tínhamos uma ideia de onde poderia estar escondido, mas não conseguiamos lá chegar - o interior da chaise longue!

o furas tinha dois esconderijos, o sommier e a chaise longue, e uma das suas actividades favoritas, era acartar com os seus "tesouros" entre as duas localizações. por "tesouros" entenda-se, tudo o que o sacana do ladrãozeco encontrasse pela frente e conseguisse deitar a fateixa..
T-U-D-O!! como daquela vez em que não sabíamos o que era feito dos frascos das amostras, e ele tinha levado para dentro da cama.. basicamente, se não estava a dormir, andava a carregar cenas. e quando não encontrava nada novo para roubar, dedicava-se a transportar o seu vasto espólio de um lado pro outro. passava horas nisto, era um fartote.

quando há umas semanas estávamos no processo de enviar o sofá para o criador, porque a humidade deu cabo dele e não estava em condições de ser vendido ou doado, o homem não quis deixá-lo ir sem antes esventrar a chaise longue, e ver que tesouros nela estavam encerrados há mais de cinco anos.

sacos de plástico, meias, uma bolsa de telemóvel que em tempos já tinha tentado mandar para o lixo mas ele foi lá resgatá-la, palmilhas que arrancava dos sapatos, brinquedos, dardos da nerf, comida podre.. e o soprador! 



(quem foi que veio picar cebolas aqui pró pé da gente, quem foi??)

se o saco dos frascos das amostras tivesse passado pelo buraco que ele lá cavou, só agora é que tínhamos desfeito o mistério :D

das muitas características geniais que os furões têm, esta é de longe a mais engraçada. os furões gostam dos seus "tesouros", e dedicam grande parte dos seus dias a mantê-los. e ficam furiosos quando mexemos neles he he he

tantas saudades deste bixo...

4 de Maio de 2017, às 21:10link do post comentar ver comentários (5)

...e o que eu me ri com isto hoje?

mesmo que seja peta, tá muito bom! 


obrigada por partilhares esta pérola, @trodrigues :D

23 de Julho de 2014, às 21:51link do post comentar

Meet... Sasha!

como sou preguiçosa e aborrece-me a desarredar os móveis para limpar por baixo, arranjei esta peste moça para me ajudar :D

 Untitled

 

kidding. esta coisa fofa veio continuar a tarefa que o furas começou: destruir a casa! :D

 

apesar de tar farta de saber que não temos muita disponibilidade para animais, desabituarmo-nos deles é um tormento.. e o furacãozito deixou um vazio tremendo na nossa vida. bem tentei lutar contra a falta que me fazia um mafarrico peludo, cada vez que começava a vacilar, enumerava mentalmente todas as desvantagens em ter bixos e a coisa atenuava..mas quem é que estava eu a tentar enganar? 

 

cheguei a um ponto em que até os gatos de rua já perseguia, só para tentar sentir-lhes o pêlo. foi nessa altura que o marido viu que era inútil resistir e começou a habituar-se à ideia de que mais cedo ou mais tarde iríamos voltar a ter outro animal.. mas desta vez seria um gato. ter outro furão agora era complicado, já para não falar que ainda não recuperei do trauma de ter um pet tão fixe mas com uma expectativa de vida tão curta..

 

até nomes arranjámos, só faltava mesmo aparecer o bixo.

 

uns tempos mais tarde, tava eu descansadinha da minha vida quando o marido pasta-me no chat um link para o facebook.. para a foto de uma gatinha para adopção.. tão fofa que arrepiava! e como se isso não fosse doloroso o suficiente, acrescentou por baixo: "sasha..."

 

apeteceu-me esganá-lo! 

 

mas até o safado foi incapaz de resistir àquela ternura e quis saber se alguém já lhe tinha deitado a mão ou se podia ficar com ela. ficou-nos prometida, mas ainda íamos ter que (des)esperar umas semanas até que fosse seguro separa-la da mãe. 

 

...e como o universo tem um sentido de humor distorcido, no dia em que fomos buscá-la, fazia precisamente um ano que o furas nos deixou..

 

uma semana depois!

 

esta seriga(i)ta tem tanto de meiga como de maluca (brinca com tudo, dá piruetas e corridas insanas pela casa), adoptou-nos com uma facilidade incrível e é super dependente: anda sempre, sempre atrás de nós e mia quando lhe desaparecemos de vista. andamos completamente derretidos com ela :)

 

(btw.. sim pervs, essa mesmo :D)

2 de Dezembro de 2012, às 00:47link do post comentar ver comentários (9)

Susto..

no mês passado fomos com o furacão ao veterinário. consulta de rotina para ver como é que ele se está a portar.

 

a ultima vez que o vet lhe tinha posto os olhos em cima foi em fevereiro passado, quando ele começou com os ataques motivados pela doença no pâncreas. desde essa altura que está a ser medicado duas vezes ao dia, e tem-se estado a aguentar, algo que eu não tinha gandes esperanças. 

 

nem eu nem o vet, que ficou deveras surpreendido de vê-lo com tão bom aspecto. segundo ele, não se lembra se alguma vez viu um furão tão velho (7 anos e meio) com os problemas que tem (pâncreas, coração, adrenal, baço) com tão bom aspecto. à parte das presas gastas e amarelecidas, e de cataratas num olho, ele está impecável. continua com um pelinho espectacularmente denso e brilhante, e com apetite voraz, nada típico de um furão com tanta maleita.

 

o vet acha que ele tá-se a aguentar tão bem por causa dos cuidados que temos tido com ele. por acaso temos feito tudo o que está ao nosso alcance no que diz respeito à saúde dele. consultas de rotina com analises, rx, ecografias a tudo o que é possivel fazer, o que nos tem permitido apanhar doenças em fases iniciais e dar-lhe tratamento adequado (implante, beta-bloqueadores, prednisolona).. enfim, umas valentes pipas de massa por um animal tão pequeno. mas não costumamos olhar às despesas, se é pelo bem estar dele, siga!

 

a minha maior preocupação quando lá estive é se ele estaria a sentir dor, mas o vet achou que não. e se come e faz as necessidades como normalmente, é bom sinal.

 

só houve uma coisa que ele nos disse que me deixou preocupada. que estes gajitos agarram-se à vida com um força fora do comum e é frequente os donos terem que tomar decisões difíceis, porque eles simplesmente não se deixam ir..

ontem de madrugada tivemos a prova vida disto.

 

seriam umas duas e meia da manhã ouvimos um grito aflitivo vindo do quarto, parecia quase um gato assanhado a lutar com outro. fomos ver o que se passava e encontramos o bixo num estado que nem sei bem como descrever.. parecia que o estavam a matar. ginhachava, contorcia-se todo.. tanto que era difícil agarra-lo.

 

trouxemo-lo para a sala e ficamos a segura-lo no lugar enquanto ele tinha ataques sucessivos, completamente diferentes daqueles que estávamos habituados. durante duas horas, o bixo parecia literalmente que nos estava a morrer nas mãos. de certeza absoluta que estava a sofrer com dores excruciantes...mas àquela hora era escusado chatear o vet dele.. leva-lo a um vet normal também não era opção porque não sabem o que fazer com eles..

 

por volta das cinco e meia da manhã acalmou finalmente. mas não tinha reacção, o corpinho delgado dele estava hirto, não se mexia, apenas ofegava e lamentava-se. pensamos mesmo que estávamos a perde-lo..

 

deixamo-nos dormir na sala com ele ao lado. quando acordamos de manhã cedo, ele continuava deitado na mesma posição, vivo! 

finalmente aceitou água e tomou logo a medicação, a qual engoliu como se estivesse esfomeado.

 

passado algumas horas estava a fazer a vida habitual: comer, sujar a casa de banho, e andar a entrar e sair de dentro do sofá. está aparentemente normal e sem indícios do que se passou na noite anterior.

 

...realmente são mesmo uns animais com uma capacidade de recuperação incrível. mas segunda temos que melgar o vet, tenho cá para mim que isto é capaz de se repetir..

10 de Setembro de 2011, às 18:40link do post comentar ver comentários (2)

Grande furas!

o nosso pequeno furacão não sabe, mas hoje ele completou 7 anos de idade. uma idade considerável para os da espécie dele. 

 

é um bonito número que eu cheguei a pensar que não ia comemorar, quando há três meses atrás julgávamos que ele não ia resistir até ao ano novo.

mas hoje ele acordou o dono as cinco e meia da manhã, com uma valente mordela na orelha. 

 

está cá hoje precisamente porque tem donos teimosos, que tudo têm feito para minimizar os danos que os males da idade lhe têm provocado.

apesar do ar de cansado, tá porreirito. já renovou o pêlo e tudo: é dono de um casaco branco brilhante invejável e continua fofo e mimado como no primeiro dia...

....e o sofá continua a sofrer atrocidades às garras deste pequeno diabrete, e o quarto continua a ser invadido por formigas!

 

 furas, being cute!

 

parabéns peludo mal-cheiroso,

e que ainda nos venhas chatear durante muitas mais madrugadas!

23 de Março de 2011, às 22:07link do post comentar ver comentários (7)

E o mês de Fevereiro acabou...

...connosco a correr as farmácias de serviço a tentar levantar a receita da cortisona para o bixo, porque estava muito estranho e estavamos dispostos a espetar-lhe a agulha para ele arrebitar.
sem sorte nas farmácias, valeu-nos a boa vontade da vet de serviço na clinica do costume....já a 1 de março!

pronto..até nem custou muito dar-lhe aquilo, esperemos é que resulte e amanhã temos *mesmo* que atinar com a medicação do bixo...mesmo!

 

PQP fevereiro!

[Adenda] 
sete! SETE farmácias depois lá encontramos a porcaria do medicamento.. entretanto a caça continua porque finalmente temos a receita para medicação oral em vez de injectavel..espero que não seja tão dificil de encontrar como o outro :P 

1 de Março de 2011, às 01:13link do post comentar ver comentários (1)

Worried..

não sei o que é que o vet fez ao furas hoje, mas não o via assim tão activo há meses!
espero que não seja mau sinal ou efeito secundário, ou que ele esteja incomodado com alguma coisa.. não me parece que esteja em sofrimento, mas não pára quieto.. levou finalmente o implante para tratar a adrenal e uma injecção de cortisona por causa do insulinoma (o bixo padece de todos os males possiveis..)  e voltou completamente diferente.

 

é bom vê-lo assim, mas como tem andado tão em baixo, tou desconfiada.. : / 

25 de Fevereiro de 2011, às 21:51link do post comentar ver comentários (9)

De volta ao vet

dois dias depois de regressarmos de férias, começamos a notar que o rabixolas andava um bocado esquisito.. arrastava-se demasiado, mal comia, não dava mimos.. pensamos que poderia ser do calor, mas quando lhe metemos a "piscina" cheia de água à frente, ele em vez de enfiar o focinho lá dentro e fazer o "submarino" como de costume, deitou-se ao lado, com um ar muito aborrecido...
achamos que não podíamos adiar a vista ao vet por mais tempo.

apesar de eu não ter estômago para estas coisas, calhou-me a mim ir tratar do assunto. fui com ele para oeiras, para não estar a esperar mais um dia e deixar piorar as coisas.

o vet mal pegou nele para apalpa-lo disse logo que o baço tava inchado, sinal que algo de mau se passava. depois foi anestesiado para fazer analises de rotina ao sangue e rx.

os valores das análises estavam mais ou menos normais, e o rx confirmava o baço bastante inchado e mostrava o coraçãozito aumentado dele, que o vet sugeriu logo nova eco (à espera de marcação).

para tentar identificar a origem do problema, segue-se uma coisa que eu espero não voltar a assistir tão cedo: um esfregaço rectal. 
três pessoas a segurar naquele caganito. ele gemeu, contorceu-se, mijou-se e cagou-se todo. coitado do animal... só não foi mau de todo porque acabou por fornecer ao vet "material" para lhe diagnosticar uma inflamação nos intestinos. 

tratamento: antibiótico durante uma semana...

primeira tentativa: administrar o antibiótico oralmente (com uma seringa). 
o vet avisou logo que ia ser complicado e que ele não ia gostar nada daquilo, e o que se seguiu foi a coisa mais cruel que já vi acontecer àquele bicho... ele não só ODIOU o antibiótico e cuspiu-o até à ultima gota, como se trincou todo. às tantas já espumava e sangrava da boca, deixava-se cair e batia com a cabeça por todo o lado.. ele completamente desorientado e eu completamente horrorizada.. nunca antes o tinha visto em tamanha agonia e só perguntava ao vet se ele não tinha trincado a língua, porque só via sangue em cima da marquesa...

a única solução era dar-lhe o antibiótico por injecção intradérmica. vá lá que disso ele não se queixa...

durante uma semana fomos todos dos dias com ele a caminho da clinica levar o antibiótico. o mais interessante do processo é que se conseguiu notar perfeitamente os progressos a cada toma. cada dia que passava parecia mais um bocadinho animado e comia melhor, até ao culminar, que foi voltar a ir ter connosco à cama chatear-nos hehehe

entretanto ainda não voltou ao vet, mas aparentemente parece estar bem, pelo menos anda bem eléctrico (quando está acordado). e espero que assim continue por mais uns tempos.. não gosto nada de ter que submete-lo à tortura do vet (que é um bom vet) :P

15 de Julho de 2010, às 01:41link do post comentar ver comentários (2)

6 anos...

...do canoxa saca-palmilhas profissional mais fofo do mundo, coisa mai linda!

 

Furas


a foto é antiga porque eu sou uma preguiçosa :P

23 de Março de 2010, às 23:11link do post comentar ver comentários (6)

E porque eu valorizo estas coisas...

o vet hoje telefonou ao marido para saber como é que o furas se tem andado a portar.

..é por estas e por outras que eu gosto tanto daquele vet!

18 de Maio de 2009, às 22:13link do post comentar ver comentários (1)

'Le me

tem idade suficiente para ter juízo, embora nem sempre pareça. algarvia desertora, plantou-se algures na capital, e vive há uma eternidade com um gajo que conheceu pelo mirc.

no início da vida adulta foi possuída pelo espírito da internet e entregou-lhe o corpo a alma de mão beijada. é geek até à raiz do último cabelo e orgulha-se disso.

offline gosta muito de passear por aí, tirar fotografias, ver séries e filmes, e yada yada, yada... é ler o blog ;)

bucket list

'Le liwl

era uma vez um blog cor-de-rosa que nasceu na manhã de 16 de janeiro, no longínquo ano de 2003, numa altura em que os blogs eram apenas registos pessoais, sem pretensões de coisa alguma. e assim se tem mantido.

muitas são as fases pelas quais tem passado, ao sabor dos humores da sua autora. para os mais curiosos, aqui ficam screenshots das versões anteriores: #11 #10 #9 #8 #6 #5 #4

seguir nos blogs do sapo

Follow follow us in feedly