Se ele não fosse assim... XXIII

"nestes dias assim, em que não saímos de casa, se não fosse eu a fazer comida, passávamos fome!"

it's funny cause it's true :D

(em minha defesa, ele gosta de cozinhar.. aliás, segundos antes disse exactamente isso)

27 de Março de 2017, às 00:24link do post comentar

Se ele não fosse assim... XXII

esta manhã apanhei-o a vestir uns long johns (ie, leggings para gajo) com um granda buraco no joelho.

- ò migue.. esses leggings já iam pró lixo, não?
- qual é o problema? tá na moda! até parece que não usas calças rasgadas.. fdx, quer dizer as gajas safam-se com essas cenas já um gajo parece mal!"

it's funny 'cause it's true :D

a classe das desculpas esfarrapadas que este gajo se lembra é qualquer coisa.. até fico a bater mal lol

mas tenho que deitar as unhas àqueles leggings e enfiá-los no lixo pela calada, se não é até terem mais buracos que tecido :/

7 de Março de 2017, às 14:30link do post comentar ver comentários (9)

Se ele não fosse assim... XXI

ontem, ao regressarmos de três dias de passeio pela estrela, viemos o caminho todo a queixar-nos com dor aqui, com dor ali, a medir pilinhas. eu, porque acumulo muita tensão nos ombros e no pescoço e fico cheia de dores, e as muitas horas de condução que fiz durante as mini-férias fizeram estragos, ele porque doía-lhe a anca romba, e estar muito tempo sentado na mesma posição piora a coisa. "mas tu amanhã vais à fisioterapia e arranjam-te isso, não te queixes!" saquei eu do meu trunfo. mulher sai sempre vitoriosa!

hoje recebo uma mensagem dele, a informar-me que deixou uma sessão marcada para mim na fisioterapia, para ir ver do pescoço. cortar-me não era opção. tão atencioso, o meu homem.

à hora marcada lá fui. não estava de grandes apetites, mas uma massagem para aliviar a tensão acumulada, que ao fim do dia já começava a ameaçar a típica dorzinha de cabeça, não era a pior das ideias.

pois descobri que a última coisa que aquilo é, é uma massagem.. é tortura. eu gemi. eu gani. comparadas àquela, as de nível 10 dos SPAs são festinhas no cangote! uma hora, ali a ser amassada e esticada sem dó nem piedade, a insistir precisamente onde mais doía, para desfazer os "calhaus" que tinha nos músculos e metê-los no lugar. pelos vistos tenho as costas feitas num oito, só ouvia queixas e era eu que estava deitada na marquesa!

saí de lá mais desconcertada do que entrei, espero não ter um colar de nódoas negras amanhã.. suspeito que o homem não fez isto para mim ficar mais aliviada, mas sim para ver se paro de gozar com ele, por vir sempre a queixar-se da fisioterapia lol realmente aquilo não é pêra doce..

bom, mas lá que a coisa ficou mais solta, ficou!

2 de Março de 2017, às 01:54link do post comentar ver comentários (10)(2)

Se ele não fosse assim... XX

não tem a carta de condução, mas ensinou-me uma manobra com o carro (que ele usa para desemerdar estacionamentos complicados) que tem poupado o nosso pára-choques e os pára-choques alheios, nas tuas íngremes do bairro alto.

also.. tenho mesmo que atinar com os transportes públicos... a pintura do meu lindo carrinho tá a ficar toda descascada buáááá..

2 de Fevereiro de 2017, às 00:14link do post comentar ver comentários (6)(2)

Se ele não fosse assim… XIX

partilhar a vida com um gajo que sofre de OCD tem as suas vantagens. por exemplo, a gaveta das meias está sempre organizada que é um mimo!

é uma missão que ele encara com muita seriedade e dedicação. até tem honras de tour, esta gaveta (ahem, chama-me sempre para admirar a sua obra). então vejamos, a organização das meias obedece aos seguintes critérios:

- proprietário;
- cor;
- comprimento;
- utilização (causais, ginásio, caminhada, esquisitas - as últimas são todas minhas);
- estação do ano;

tudo em filas certinhas. até dá pena desmanchar lol

[adenda: aqui está a prova]

18 de Janeiro de 2017, às 23:58link do post comentar ver comentários (15)(3)

Se ele não fosse assim… XVIII

tava em frente ao espelho, a stressar com a minha completa inabilidade para fazer uma coisa tão básica como um messy bun. o homem, que enquanto escovava os dentes assistia pelo reflexo do espelho à minha batalha contra o cabelo, não tardou a brindar-me com um daqueles comentários inspirados dele:

"baldaste-te às aulas de como ser mulher, não foi?"

uma toalha encharcada pelo lombo tinha sido mais que merecida, se não fosse verdade MUHAHAHAH

dez minutos de luta e muito cabelo sacrificado sem necessidade depois, dei-me por vencida e apanhei o cabelo no carrapito banal do costume.. um dia ei-de conseguir! tenho fé! a esperança é a última a morrer!

1 de Julho de 2016, às 14:57link do post comentar ver comentários (7)

Ainda os azares do homem II

se dúvidas restassem quando ao homem ter nascido durante algum alinhamento cósmico manhoso, dissiparam-se completamente nos últimos tempos.

é azarado ponto final e ao que parece, o azar dele tem especial apetência por telemóveis, como aquela vez que o iphone foi à máquina de lavar, ou aquela que o lumia levou com uma faca em cima.

...e se há coisa que a sabedoria popular garante, é que não há duas sem três!

homem entra no carro. no preciso momento em que se senta no banco e puxa a porta para fechá-la, o telemóvel escorrega-lhe do bolso e leva um valente entalão na porta. ficou todo trucidado.

...que timing do crl!

se os calções que vestia podiam ter o bolso do outro lado? não!
se o telemóvel podia ter caído entre o banco e a porta? não! 
se podia ter caído no chão? não!

o telemóvel tinha 2 meses.

(e não perguntem pela porta, que ainda não arranjei coragem de ir inspeccionar se houve estragos)

15 de Junho de 2016, às 23:28link do post comentar ver comentários (4)

Se ele não fosse assim… XVII

"o que é que aconteceu práqui no teu roupeiro? parece o armageddon..."

it's funny 'cause it's true :D

22 de Maio de 2016, às 01:28link do post comentar(1)

Se ele não fosse assim… XVI

estava a ler um artigo sobre definição de cargos profissionais da minha área, que ele é mais fácil encontrar o pote de ouro no fim do arco-íris que determinar o nome da profissão que exerço, muda a cada meia de dúzia de meses, e pergunto ao homem:

eu: "já sou senior?"
ele: "sim, porque és velha!"

tá certo…

2 de Março de 2016, às 00:07link do post comentar ver comentários (2)

Pesadelos

parece que a noite passada foi agitada. levei o sono todo a ter pesadelos, que me semi-acordaram umas quantas vezes, tal não era a aflição. consigo recordar-me de fragmentos de dois deles, num ia a conduzir, era noite e de repente deixei de ver tudo ao meu redor, inclusive a estrada, via apenas os faróis projectados numa imensidão vazia e não conseguia parar o carro. o outro era com extra-terrestres (what else is new), que se fecharam numa igreja (ou que era) a comer pessoas (parasyte tem culpas no cartório, e provavelmente attack on titan também.. isto de não poder ver cenas de terror por causa dos pesadelos não tem piada mesmo nenhuma :P), tive que escapar de lá, e escapar dos outros todos que ia encontrando pelo caminho até que às tantas deve-me ter acontecido qualquer coisa, que despertei.

hoje de manhã o homem queixou-se que não parei quieta nem me calei a noite toda, com gemidos incompreensíveis. contei-lhe dos pesadelos.

"deixa estar que eu também tive pesadelos.." diz ele, "com uma puta duma iframe!"

e continua, agastado "...e que o conteúdo estava cortado, e que o domínio era diferente, e que era preciso enviar a altura por postmessage, e que ninguém corrigia aquilo e o diabo a sete... que merda de coisa para se sonhar!" 

epá.. ter pesadelos com ET's a devorar pessoas é mau, mas sonhar a noite toda com uma iframe consegue ser umas quantas vezes pior :D

26 de Janeiro de 2016, às 23:32link do post comentar ver comentários (2)

'Le me

tem idade suficiente para ter juízo, embora nem sempre pareça. algarvia desertora, plantou-se algures na capital, e vive há uma eternidade com um gajo que conheceu pelo mirc.

no início da vida adulta foi possuída pelo espírito da internet e entregou-lhe o corpo a alma de mão beijada. é geek até à raiz do último cabelo e orgulha-se disso.

offline gosta muito de passear por aí, tirar fotografias, ver séries e filmes, e yada yada, yada... é ler o blog ;)

bucket list

'Le liwl

era uma vez um blog cor-de-rosa que nasceu na manhã de 16 de janeiro, no longínquo ano de 2003, numa altura em que os blogs eram apenas registos pessoais, sem pretensões de coisa alguma. e assim se tem mantido.

muitas são as fases pelas quais tem passado, ao sabor dos humores da sua autora. para os mais curiosos, aqui ficam screenshots das versões anteriores: #11 #10 #9 #8 #6 #5 #4

seguir nos blogs do sapo

Follow follow us in feedly