Leggings

se houve moda que me tirou do sério (e não no bom sentido), foi aquela de se usar leggings como se fossem calças. achava uma falta de gosto tremenda a malta andar por aí a flashar a pata do camelo e as banhas do rabo a quem não tinha pedido para ver, e nalguns casos, lamento a frontalidade, mas é uma visão do inferno..

mas a moda não se foi embora, antes pelo contrário, tornou-se numa peça standard de vestuário. as leggings-calças não vão a lado nenhum.. e era apenas uma questão de tempo até que eu própria me desse por vencida e alinhasse também. demorou, mas aconteceu.

portantos, visto que fui uma activista anti-leggings no passado, achei que devia meter as coisas em pratos limpos. eu, isa maria, confesso-me dona de dois pares delas. e gosto muito de usá-las sem mais nada por cima. são realmente confortáveis, tou fã!

MAS!!

só consigo vesti-las com blusas ou t-shirts compridas, não quero andar a mostrar ao mundo aquilo que não gosto que me mostrem a mim.

First world problems... X

trabalhar na zona do chiado tá-se a revelar um drama...

e não é por causa do caos provocado pelo intenso trânsito automóvel e humano que enfrento diáriamente, mas sim... pelas modas!

eu, que nem por isso ligo muito a essas merdas, e muito menos tenho pachorra para acompanhá-as, dou por mim toda invejosa dos trapos que a malta passeia pelas ruas.. a estrangeirada então, ainda me complica mais o esquema, com os estilos malucos que trazem para cá.

até dos gajos tenho inveja. a sério!

um destes dias, passa por mim um tipo enfiado numa saia comprida justa, que lhe assentava estupidamente bem! tão estupidamente bem, que senti uma dor aguda na alma, ao concluir que jamais iria vestir uma saia que me assentasse de forma espectacular como àquele gajo.

não há dia que não me cruze com alguém que me faz virar a cabeça, e nesses breves segundos, olhar fixamente em busca de vestígios da marca. raramente tenho sorte.. acho que já estive mais longe de abordar as pessoas, e perguntar-lhes onde compraram a roupa. para mim considerar fazer tal coisa, o assunto é grave!

22 de Junho de 2016, às 23:04link do post comentar ver comentários (2)

'Le me

tem idade suficiente para ter juízo, embora nem sempre pareça. algarvia desertora, plantou-se algures na capital, e vive há uma eternidade com um gajo que conheceu pelo mirc.

no início da vida adulta foi possuída pelo espírito da internet e entregou-lhe o corpo a alma de mão beijada. é geek até à raiz do último cabelo e orgulha-se disso.

offline gosta muito de passear por aí, tirar fotografias, ver séries e filmes, e yada yada, yada... é ler o blog ;)

bucket list

'Le liwl

era uma vez um blog cor-de-rosa que nasceu na manhã de 16 de janeiro, no longínquo ano de 2003, numa altura em que os blogs eram apenas registos pessoais, sem pretensões de coisa alguma. e assim se tem mantido.

muitas são as fases pelas quais tem passado, ao sabor dos humores da sua autora. para os mais curiosos, aqui ficam screenshots das versões anteriores: #11 #10 #9 #8 #6 #5 #4

seguir nos blogs do sapo

Follow follow us in feedly