Ai cascas, cascas...

que me levas à falência...

eu não disse que tava com um mau pressentimento, quando fomos deixar o cascas na revisão na semana passada?

uns dias antes de lá ir, começou a fazer um barulho esquisitóide, e os meus ouvidos não gostaram. se há som que eu conheço bem é o ronco saudável do meu cascas, e aquele som não me pareceu bom.

a juntar à válvula da marcha atrás (yay finalmente tenho os meus sensores de volta e vou deixar de estacionar como uma selvagem), aos discos e pastilhas dos travões, aos óleos e outros líquidos, aos muitos filtros, tubos, peças e pecinhas, afinações, e verificações, levou um compressor do a/c novo.. a factura da revisão são 5 páginas.. e a estalada foi ainda maior do que aquela em que mudou a correia de distribuição..

até fico mal-disposta só de pensar naquele número de euros que voou da minha conta em segundos :P

(ninguém te manda fazer as revisões na marca, onde os mecânicos são extra zelosos e não deixam escapar nada, e tu nem estrabuchas porque tens muito amor e carinho pelo carrinho)

e tenho cá para mim que isto é apenas o início.. tá a ficar velhote, é natural que comece a dar mais despesa daqui prá frente.. e este ano ainda falta o iuc, a inspecção, e o seguro.. PQP!!

como voltou todo lavadinho, dá para ver em todo o seu esplendor, as marcas de guerra dos últimos seis meses de estacionamento nas ruas apertadas do bairro alto.. está pejadinho de pequena mossas, riscos, raspões, mordelas.. o que a preguiça comodidade de uma pessoa faz ao seu pobre carrinho chuinf :'(

a boa noticia é que aproveitamos a semana forçada sem carro para voltar aos transportes públicos, como as obras do cais do sodré já terminaram, a coisa tá mais pacifica. aliás, acho que levo menos tempo de autocarro, que de carro + encontrar lugar para estacioná-lo.

anyway, já fui esticá-lo uns kms na AE e parece-me que tá fixe, veio mesmo todo afinadinho. e não queria deitar foguetes antes do tempo, mas ainda não dei pela presença de dois barulhos marados que ganhou pela altura da substituição da correia de distribuição, será que desapareceram automagicamente? mas chiu, let's not jinx it! BAH!

8 de Abril de 2017, às 01:10link do post comentar

Aquela altura do ano

o cascas foi finalmente à revisão e armou-se em troll.. saíu de casa a fazer o barulho irritante que ganhou há um ano atrás. e pela segunda vez, assim que chega à oficina, amua, faz birra e não quer mostrar aos senhores donde vem o raio do barulho. passou lá a noite, ficou um dia a mais e nada. grande cabrão, ainda não é desta.

anywhoo, veio de lá todo afinadinho, limpinho, cheirosinho, e prontinho para ir comer asfalto. há uns meses que não leva um esticão valente e tá a precisar dele. e eu também, tou morta de saudades de conduzir mais do que 15 minutos seguidos, e farta de levar com semáforos a cada meia duzia de metros de estrada. sigaaaaaa!!!

8 de Março de 2016, às 23:45link do post comentar ver comentários (5)

Ai cascas, cascas...

tenho suores frios quando faço as contas ao rombo colossal que a "festa" do teu 6º aniversário me vai mandar no orçamento: um par de sapatos novos; a revisão dos 120k + mudança da correia de distribuição + pastilhas dos travões (e esperamos que seja tudo!!); seguro; iuc; inspecção.. tudo no espaço de um mês… au... auuu… é assim tipo nuvem negra a pairar sobre nós, sabes? mas vá, tu mereces, que te portas bem, não dás chatices e tás sempre pronto prás farras. és um moço porreiro e temos sido muito felizes ao longo dos muitos milhares de kms que já percorremos juntinhos ♥

 

e que venham outros tantos (e é bom que nem tão cedo me faças entrar em despesas do genero, humpf)! 

22 de Julho de 2014, às 22:09link do post comentar ver comentários (2)

Suddenly… 5 anos de cascas!

…e a paixão que nutro por esta máquina, que não esmorece nem um bocadinho com o passar do tempo? :D ao fim destes anos todos ainda fico emocionada quando olho para ele.. não é normal, não é normal!!

 

a brincar a brincar já lhe meti 113 mil km no lombo, e mesmo apesar de todas as barbaridades que tem sofrido nas nossas mãos, não nos tem deixado ficar mal (vá, apenas não aprovo o timing que escolheu para sugar o que restava da bateria - mas, hey! ao menos não foi onde judas perdeu as botas). 

ainda não lhe tirei a mossa da porta, adquirida na serra da estrela às contas duma rajada de vento, a pintura já tem algumas arranhadelas, especialmente na zona dos puxadores, os plásticos dos pára-choques já têm umas marcas fruto do descuido de terceiros, mas por ser menino de garagem, tá implacável pá idade (e uso) dele \m/

 

às vezes, quando se fala em comprar carro novo, há quem venha com a conversa do "péssimo investimento, desvaloriza mal sai do stand, yada yada"… sim, é verdade! já vale metade do que paguei por ele, mas.. cum caneco, se voltasse a 2008 não fazia nada diferente. novo, mesma marca, mesmo modelo, mesma versão e mesma cor. ADORO o cabrão do carro e ainda hoje, acho que ia ter dificuldade a escolher outro que não aquele (a não ser que tivesse pelo menos 50k para estoirar muhahaha), até porque apesar da competição feroz que têm, os cascas continuam reis e senhores do seu segmento :D

 

i fucking my car!

22 de Julho de 2013, às 22:35link do post comentar(1)

A primeira vez do Cascas!

no dia que nos preparávamos para regressar de férias, o cascas decidiu fazer greve - migos, nem pensem que me faço à estrada com este calor. amanhem-se!

 

assim do nada. ok.. na noite anterior tinha notado um ruído estranho que parecia vir do motor, mas como percebo de mecânica o equivalente a um cú e ele também não se queixou de nada, fiquei naquela.. se continuar, segunda vais passar o dia no spa do entreposto. mas ele não quis esperar até segunda..hell, nem sequer até chegar perto de casa.. foi mesmo ali, num ermo a 200km de distância. fofinho!

aquela cena toda fez-me aperceber dos riscos que muitas vezes corremos, quando nos metemos por essas montanhas e caminhos de cabras, que tanto gostamos - mas hey, faz parte da emoção da coisa lol j/k

 

adiante. telefonamos para a assistência em viagem e transmitimos todas as informações solicitadas. uma hora e meia depois (nada mau para um domingo à hora de almoço), o reboque estava a içar o carro. bombardeamos o tipo como perguntas sobre o carro e o destino dele, mas ele não nos adiantou grande coisa.. disse-nos apenas que como as oficinas estavam fechadas, ia para o parque deles e que depois a seguradora logo dava instruções.

 

a informação mais útil que deixou foi, caso se a seguradora não entrasse em contacto connosco até dali a 15mn, para entrarmos nós em contacto com eles "porque eles às vezes esquecem-se", e foi-se embora com o meu precioso às costas. até me doeu a alminha..

 

como a seguradora nunca mais dava sinais de vida, meia hora depois telefonamos. somos então informados que o transporte para a oficina que queríamos excedia o plafond da assistência em viagem para reboque, por isso o carro tinha que ser visto primeiro numa oficina convencionada (que ainda não se sabia qual e onde era, por ser domingo), para averiguar se o problema era grave o suficiente para ser transportado para cima, ou se era logo arranjado por lá.

 

(suponho que estes procedimentos sejam motivados pelas fraudes que acontecem todos os anos pela altura das férias, que a malta "avaria" propositadamente o carro para que o seguro pague a viagem de regresso - still, não deixa de ser chato, pela merda de uns, pagamos todos)

 

tivemos que decidir se ficávamos pelas redondezas à espera do diagnostico do bixo, ou voltávamos para a capital e rezávamos que o tratassem decentemente.. como na segunda era dia de regresso ao trabalho depois de duas semanas de férias, decidi que não queria faltar, então pedimos transporte e logo se tentava articular as coisas com o seguro e a oficina..

 

mas ainda foram precisas mais 2 horas e uns telefonemas para nos mandarem um taxi :P

(que luxo, hem, regressar de férias da costa alentejana de taxi muhahaha not funny, até porque o taxista foi multado por excesso de velocidade perto de grândola - dia jeitoso, aquele lol)

 

no dia seguinte voltámos chatear a seguradora (porque aparentemente eles esquecem-se que têm clientes pendurados à espera de informações da parte deles) para saber como é que ia ser a nossa vida. do outro lado informam-nos que a oficina convencionada mais próxima com disponibilidade era em portimão, e porque os custos de transporte para lá não compensavam, iam logo mandar o carro para a oficina que tínhamos pedido, que o carro já estava a aguardar agrupamento.. epá, e não podia ter sido logo visto na oficina para onde foi rebocado? por momentos arrependi-me de não ter ficado por lá mais um dia.. mas agora era tarde demais.

 

pouco depois recebemos uma sms a confirmar que o carro seria entregue na "nossa" oficina algures na quinta-feira.. era tentar não pensar muito no assunto para não espicaçar os nervos.

 

quinta chegou, sem noticias algumas - nem da seguradora, da oficina ou do transporte ou do crl que fosse.. telefonema para a oficina. quem atende não sabe de nada, mas vai perguntar e já telefona de volta. a manhã passa-se e nada.

 

a meio da tarde começo a stressar à séria e o homem telefona para o seguro para saber do transporte. minutos depois a seguradora retribui o telefonema e informa que o carro foi entregue ontem…OI??? ONTEM? e avisar, não? fónix.. isto é normal?

 

rápida visita à oficina. o carro estava lá - thank u, jebus! - inteiro e aparentemente sem mazelas algumas. puff.. alguma paz, finalmente!

 

o tipo da recepção da oficina diz que achou estranhíssimo ter recebido o carro sem contactos nenhuns.. nem o seguro, nem o transporte se deram ao trabalho de passar essa informação aos gajos (e aqui até admito alguma culpa no cartório, podíamos ter entrado em contacto com a oficina logo na segunda a avisar que o carro ia seguir para lá, still.. esperava algum profissionalismo da parte da seguradora :P), mas já sabia que o proprietário se tinha acusado umas horas antes :)

 

anyway.. o que mais me lixou nesta história toda não foi o chilique do carro, mas sim a actuação da seguradora. termos que ser nós sempre a andar em cima deles, a falta de comunicação entre as partes envolvidas, e o tempo que tudo parecia demorar para acontecer. mas vá, não se pode esperar milagres quando optamos por ser poupados nos serviços que subscrevemos..

costuma-se dizer que há males que vêm por bem.. faltavam 22 dias de renovar a anuidade, a primeira vez que recorro aos serviços deles em 5 anos, e fico logo tão mal impressionada?! se se tivessem portado à altura, era bem capaz de continuar cliente, mas assim, deram-me um excelente motivo para dar de fuga :P

 

e foi só uma avaria.. imagino se tivesse sido um acidente ou se me tivessem gamado o carro.. távamos bem tramados!

 

ah, o enguiço do cascas? a bateria deu o peido mestre e precisou de ser substituída, tá como novo \m/

11 de Julho de 2013, às 00:52link do post comentar ver comentários (7)

Coisas idiotas que faço questão de deixar registadas

aos 4 anos e 8 meses o cascas foi finalmente mandado parar pela polícia (em portugal).. fónix, tava ver que nunca mais acontecia!!!

 

forças misteriosas do cosmos têm evitado sucessivamente que a bófia considere o meu carro necessitado de fiscalização, algo que me fazia suspeitar de algum imbróglio com a papelada e eu tinha era uma sorte do caneco. bom, foi hoje.

 

quase à porta de casa, like a boss. por momentos ainda pensei que já me tinha f'dido… a modos que é um bocado penoso respeitar o limite de velocidade da ex-zona pedonal, especialmente depois das dez da noite, e a coisa às vezes escapa uns 3 ou 4km do suposto. mas parece que não foi o caso. inda bem he he he

 

for the record, há mais de 5 anos que não flashava a carta de condução a um agente da autoridade :D

19 de Março de 2013, às 22:51link do post comentar ver comentários (4)

Que dia do caneco!

tirámos o dia para tratar de bur(r)ocracia. a lista dividia-se entre ir ao banco tratar de uma série de assuntos pendentes, ir ao smas fazer uma reclamação, ir a oeiras à financeira do carro, e outras coisas um pouco menos chatas.

foi uma correria pegada, sempre, sempre dum lado pró outro.. chegámos ao fim do dia compeltamente derreados, mas conseguimos deixar tudo tratado w00t!

 

assim até dá gosto :D

 

e agora quero deixar aqui um agradecimento muito especial ao nosso querido (des)governo..

 

MUITO, MUITO OBRIGADA não te teres alambazado
com os nossos subsídios de natal!
 

 

é que assim pudemos oferecer-nos a melhor prenda possível: pagar a última mão cheia de prestações do carro e tirar um peso enorme de cima da conta bancária das costas. vamos entrar em 2013 bem mais descansados \m/

 

qashqai

 

É NOSSO.. TODO NOSSOOOOOOO!!!

Shit just got SERIOUS

 

 

aos 4 anos, 4 meses e 6 dias... w00t!!

28 de Novembro de 2012, às 21:16link do post comentar

Nerdgasm..

finalmente arranjámos um porta-chaves à altura do cascas. w00t!

Untitled

"you can go about your business.. move along, move along.."

Dormir no carro é fixe!

poupa-se uma porrada de guito em alojamento (não tenho ideia de quanto pode custar uma dormida na mais modesta das pensões num destino de praia em pleno agosto, mas suponho que por menos de 50€/noite não arranje grande coisa), e temos liberdade de ir para onde nos apetece sem preocupações. insatisfeitos com o local? basta soltar as amarras!

 

mas tem as suas desvantagens..

 

o cascas até pode ser espaçoso e nós dois pigmeus que cabem em qualquer cochicho, mas a coisa requer logística, agilidade e paciência. mas o carro foi caro, só tem mais é que render, né? :D 

 

rebater os bancos, encher e acomodar o colchão é o menos. quando chega a hora do sono é que são elas!

Untitled 
a rotina "pré-dormida" inclui não esquecer de estacionar o carro com a traseira mais elevada que o nariz, para vencer o desnível dos bancos rebatidos (assunto a resolver em breve) e assim dormirmos mais confortáveis, amanhar as "pratas" nos vidros da frente e de trás, verificar se os vidros estão ligeiramente descidos (para o ar circular durante a noite), se as cortinas laterais estão devidamente encaixadas nas janelas para não entrar mosquitagem (na primeira noite tivemos uma invasão e pêras), se o carro está trancado, e decidir se queremos ou não dormir com o tecto panorâmico aberto. 

 

(se calha adormecermos a mirar o céu - que é do mais saboroso que há - somos violentamente acordados pela claridade da alvorada e começamos a assar lentamente.. ter que ir ao lugar do condutor desbloquear o carro, ligá-lo, fechar o tecto e desligá-lo, é chato)

 

porque o carro é alto, é necessária uma certa ginástica para entrar (ou sair) pelas portas traseiras, ao mesmo tempo que temos que descalçar-nos para não sujar os interiores. marradas na porta acontecem com frequência. 

(entretanto chegámos à conclusão que entrar pela parte da frente do carro facilita a tarefa. cravamos os joelhos nos assentos e mergulhamos lá para trás, por entre os bancos)

 

com os bancos rebatidos e a "cama" feita, o único espaço livre que sobra para a tralha que transportamos é onde normalmente viajam as pernas dos passageiros traseiros, zona essa que fica tapada pelo colchão. quando precisamos de qualquer coisa, temos que levantá-lo, o que faz com que ande sempre a roçar nas costas dos bancos dianteiros. aqui não há volta a dar, é rezar que o tecido seja bom (o que parece ser o caso) :D

 

the last but not the least, não ter uma retrete digna nas redondezas. ainda que a malta contorne a questão levando um garrafão de 5l de água, que serve essencialmente para lavar a tromba e os dentes, existem hábitos difíceis de quebrar :D pessoalmente não me importo de cagar no mato, já o homem... banhos, só de toalhitas. e ainda foram uns quantos (dia-sim-dia-não).

Untitled 

apesar desta trapalhada toda, adoramos isto e sabe tãããããããããããããããooo bem dormir no carro!

 

sobre os sítios onde pernoitamos..

 

nos alteirinhos, junto à falésia. é o meu spot favorito mas a bófia não vai na conversa.. há uns tempos atrás espetaram lá uma placa a dizer que é proibido pernoitar, mas ninguém parece realmente querer saber disso. na manhã do segundo dia, távamos nós na ronha, quando apareceram dois agentes da autoridade a mandar a malta recolher ao estacionamento "oficial". o truque parece ser chegar tarde e sair cedo :)

 

já na margem alentejana da ribeira de seixe, a história é outra. estão sempre lá montes de caravanas estacionadas, de toldos e esplanadas montadas. parece uma pequena comunidade, em constante metamorfose. raramente conseguíamos estacionar no mesmo sitio e havia sempre vizinhança nova.

Untitled 
espanhóis, franceses, alemães, holandeses, e tugas. tudo ao molho e fé em deus. apesar do aspecto (por vezes) duvidoso, a estrangeirada que por ali pára, aparentam ser malta fixe, calma e super educada. metiam-se na conversa uns com os outros e estavam todos na boa e em paz com o mundo. 

adorava vê-los a curtir o pôr-do-sol enquanto jantavam, e baterem palmas perante o espetáculo.


(já os tugas... mas isso é história para outro post he he he)


tá-se muito bem por ali, pena que a zona esteja um bocado maltratada devido à movimentação incessante de gentes, mas a proximidade à praia é um grande ponto a favor. é só preciso atravessar o rio! 

'Le me

tem idade suficiente para ter juízo, embora nem sempre pareça. algarvia desertora, plantou-se algures na capital, e vive há uma eternidade com um gajo que conheceu pelo mirc.

no início da vida adulta foi possuída pelo espírito da internet e entregou-lhe o corpo a alma de mão beijada. é geek até à raiz do último cabelo e orgulha-se disso.

offline gosta muito de passear por aí, tirar fotografias, ver séries e filmes, e yada yada, yada... é ler o blog ;)

bucket list

'Le liwl

era uma vez um blog cor-de-rosa que nasceu na manhã de 16 de janeiro, no longínquo ano de 2003, numa altura em que os blogs eram apenas registos pessoais, sem pretensões de coisa alguma. e assim se tem mantido.

muitas são as fases pelas quais tem passado, ao sabor dos humores da sua autora. para os mais curiosos, aqui ficam screenshots das versões anteriores: #11 #10 #9 #8 #6 #5 #4

seguir nos blogs do sapo

Follow follow us in feedly