Tá engrassade

tenho um vizinho, que desde a primeira vez que o vi, cismei que lhe conhecia a cara de algum lado.. ou da tv, ou de algum hospital.. tem-me andado a moer o miolo há semanas.

hoje tive finalmente a revelação: é a cara chapada de um dos ex da jess (new girl), e guess what? é um actor que faz de médico na série muhahaha é que até o olhar e o sorriso são iguais.. tão creepy lol

8 de Junho de 2017, às 20:12link do post comentar

Tenho uma vizinha

a ouvir (e acompanhar a letra em altos berros), aquelas baladas romântico-pirosoas de corações despedaçados, tipo jardins proibidos, o anel de rubi e umas outras que dou graças ao senhor por não saber o que é, mas que soam igualmente lamechas.

será que devia ir até lá, oferecer-lhe o meu ombro amigo para ela chorar, ou ver se está tudo bem, se precisa que lhe dispense um rolo de papel higiénico (não tenho kleenexes em casa, ora bolas)?

30 de Julho de 2015, às 21:11link do post comentar ver comentários (2)(1)

Temos pena

tão parece que hoje celebra-se o dia das pessoas que habitam muito próximas umas das outras. sobre este vou dar os meus 2 cêntimos, pois é assunto que me deixa eriçada dos nervos..

há quem tenha sorte com os vizinhos que lhes calhou na rifa, eu nem por isso.. depois de ter levado anos ANOS a aturar o filha-da-puta do cão do lado a ladrar dia e noite sem parar, e de aturar velhos avariados das ideias, deixei de ser vizinha boa onda e que cala e consente em prol do bom ambiente com os outros. caguei. o de cima aluga a casa a gente barulhenta, que às quatro da manhã a meio da semana andam numa chinfrineira que não se consegue pregar olho? faço queixa! o da ponta deixa estacionado no hall do andar um móvel que não usa durante semanas? faço queixa! mandam vidro pela conduta do lixo quando é proibido? faço queixa! entra-me uma beata acesa pela janela? faço queixa! (agora por falar nisso, tenho que fazer queixa da quantidade de cinza que costumo encontrar nos parapeitos). apanho a porta do prédio aberta à noite? faço queixa! 
não pago pouco de condomínio, é bom que as coisas andem nos eixos.

e não tenho problemas se tiver que aspirar a casa depois das dez da noite, e até à meia-noite não me preocupo muito com o volume da TV. e espero que tenham juízo antes de virem chatear-me, que até das duas da manhã ainda dou tolerância e tenho aturado muita música de merda, gritaria e gargalhadas histéricas, e outras coisas mais, sem ir bater-lhes à porta a pedir que acalmem os ânimos.

mas vá, tenho um pedaço do meu wifi sempre disponível para quem tiver enrascado e precisar de ir à net, por isso não de egoísmo não me podem acusar :D

27 de Maio de 2015, às 01:53link do post comentar ver comentários (7)

Isto de viver em apartamentos tem muito que se lhe diga

não há casa mais prática.. mas em contrapartida, a nossa privacidade (e a dos outros) fica só assim um bocadinho comprometida.

das várias questões que existem, a do ruído é capaz de ser das mais chatas.. especialmente se não estamos no último andar do prédio.

 

não basta o chinfrim que por vezes consegue atravessar os minúsculos poros dos dois palmos de betão que nos separam do andar de cima, o tomp tomp tomp de um lado para o outro, os móveis a serem arrastados e as portas a baterem, como no silêncio da noite, ouvir-se perfeitamente a actividade mictória do vizinho.. e estamos a falar de sanitas suspensas!

 

é preciso ter estômago.. e não vale a pena estrebuchar pois o vizinho de baixo também é capaz ter ter algumas queixas nossas - MAS - nada nos impede de fazer uma utilização criativa desses pequenos incómodos, pois não? :D

 

assim de repente, ocorre-me que pode ser um excelente ice breaker para usar em reuniões de condomínio ou nos silêncios constrangedores durante as viagens de elevador:

 

"então vizinho, aquilo ontem é que foi uma senhora mija, hem.. mais um bocadinho e provocava uma inundação no prédio!" seguido de risada labrega

 

ou então ficar simplesmente a olhá-lo de esguelha, com cara de caso "eu sei que tiraste o cú da cama às duas da manhã para ir mijar"

Seguros..

accionamos o seguro da casa pela primeira vez, e para minha surpresa, funcionou! (uma pessoa desconfia sempre daquela máfia lol)
isto porque o tecto da vizinha de baixo tem infiltrações na zona da casa de banho e queria fazer obras e não queria ser ela a pagar, tal e qual como não quero ser eu a pagar o arranjo do tecto da minha cozinha. até aí tudo bem, a questão era co guito, que não era pouco. vai daí, andamos a pagar seguro à 4 anos para quê? venha de lá esse perito!
(claro que não nos livramos da franquia, que ainda é elevada, mas como não chega nem a metade do estrago, não tou nem aí!

então o tal perito esteve lá esta manhã. aproveitamos a oportunidade e combinamos com o vizinho de cima, para ir lá ver o nosso "belo" tecto na presença de um especialista. e pronto, agora que ele já sabe que é a ele que lhe compete aquela despesa, é começarmos a pensar em pedir uns orçamentos :)

será que é este ano que fico com a casinha a 100%?
13 de Fevereiro de 2008, às 19:43link do post comentar ver comentários (6)

Enquanto uns já não suportam as obras do metro à porta de casa, outros aproveitam-se delas!

Hoje íamos a sair, quando um vizinho que se cruzou connosco vem com uma história daquelas que não se ouvem todos os dias: aparentemente, a policia foi chamada ao local por um morador do prédio ao lado, porque alguém do último andar (que é o setimo) estava a atirar tijolos para a rua..

Olhamos para dentro das vedações das obras do metro e lá estavam os tijolos e bocados de madeira..basicamente, entulho. O gajo ainda nos perguntou se fomos nós, mas as nossas obras já terminaram há uns anitos... agora, o moço aqui do lado é que anda com obras em casa há montes de tempo, e pelos vistos, deve-se ter cansado de carregar sacos de entulho pelo elevador...

À hora que aquilo aconteceu, que segundo o tal vizinho, foi por volta das oito da noite não estávamos cá, porque realmente, deve ter sido uma coisa engraçada de de ver..deve deve! :P

"Gostava de saber o que a Mimi acha do nosso sistema de som novo...?"

Desmanchei-me a rir ao ouvir a pergunta que o marido atirou pro ar, depois de termos estado a ouvir um cd de kraftwerk em altos berros (isto, por volta das 3 da tarde).. Há que aproveitar estes momentos em que podemos "esticar" o som das colunas mais um bocadinho, ne?

Isto é soa a private joke (e é), mas eu tento x'plicar: a mimi é a nossa vizinha de baixo, que ainda há atrás uns dias nos perguntou o que é que andávamos a fazer às duas da manhã, que só se ouvia coisas a arrastar, que parecia que andávamos a lixar o chão...
Estávamos na verdade a enfiar os cabos para as colunas nos tubos, e nem por isso estávamos a fazer muito barulho, só que de facto, era de madrugada, e como estava tudo em silêncio, qualquer barulho é audível...

..de qualquer modo, gostávamos de saber a resposta lol

'Le me

tem idade suficiente para ter juízo, embora nem sempre pareça. algarvia desertora, plantou-se algures na capital, e vive há uma eternidade com um gajo que conheceu pelo mirc.

no início da vida adulta foi possuída pelo espírito da internet e entregou-lhe o corpo a alma de mão beijada. é geek até à raiz do último cabelo e orgulha-se disso.

offline gosta muito de passear por aí, tirar fotografias, ver séries e filmes, e yada yada, yada... é ler o blog ;)

bucket list

'Le liwl

era uma vez um blog cor-de-rosa que nasceu na manhã de 16 de janeiro, no longínquo ano de 2003, numa altura em que os blogs eram apenas registos pessoais, sem pretensões de coisa alguma. e assim se tem mantido.

muitas são as fases pelas quais tem passado, ao sabor dos humores da sua autora. para os mais curiosos, aqui ficam screenshots das versões anteriores: #11 #10 #9 #8 #6 #5 #4

seguir nos blogs do sapo

Follow follow us in feedly