Weekend!

nos primórdios aqui do blog eu tinha um hábito que era fazer o resumo do fim-de-semana, mas depois perdeu-se no tempo. não, não vai voltar (podem respirar de alivio :D) mas por acaso este fim-de-semana que passou teve os seus momentos, acho que valem a pena o registo.

tão na sexta saímos do trabalho tarde, cansados como o raio e um bocado murchos, e como nenhum de nós tava de apetites a fazer o jantar, o homem sugeriu que fossemos aos nachos. ainda não tinha a tripa recuperada da dose da semana passada, mas vá, que se lixe, bora lá..

como de costume, o homem pediu álcool para acompanhar o petisco. uma pipa dele, para ser mais exacta. trouxeram-lhe uma margarita que dava à vontade para duas pessoas. trouxeram também dois copos e serviram, apesar de eu ter dito que não queria. bom, mas estava ali a olhar para mim e o homem convenceu-me a experimentar "faz de conta que estás a morder uma rodela de lima no japonês, vá!".

dei um tragozito naquilo e para meu espanto, até me soube bem. tava tão gelada que quase nem dava pelo álcool (ou então era porque tinha a boca toda a arder por causa dos jalapeños muhahahah). pena que não vou muito à bola com o sabor da lima (ou limão).. "tão manda vir uma de morango" sugeriu ele.

e veio um balde de granizado de morango with a twist para mim. digamos que saímos os dois de do restaurante bastante mais alegres do que entrámos. fomos o caminho todo para casa, agarrados um ao outro, e só nos riamos das conversas parvas que iam surgindo. algum efeito aquilo deve ter tido lol 

acabar a semana nos copos, quem diria. se a moda pega.. :D

os planos para sábado eram acordar cedo e ir palmilhar a serra. só que para além de já não termos acordado lá muito cedo, a manhã estava incrível e achei que devia abrir as janelas para arejar a casa durante umas horas. então só por volta das três é que nos fizemos à estrada.

iniciamos o passeio às quatro. queria fazer um percurso de 15km, mas como já era tardote e ainda íamos meter geocaching pelo caminho, havia uma grande probabilidade de nem metade disso conseguirmos fazer. a primeira cache enganou-nos logo (geocaching com um gps à séria, sem vista de satélite LOL) e fez-nos perder quase 40 minutos. a segunda perdemos montes de tempo à procura dela, a terceira já era demasiado tarde para grandes aventuras, até porque a serra tava TODA fuçada de javali. nada como no risco.. devem andar poucos por ali, devem... e a quarta não dava mesmo para fazer, que o recinto já estava fechado ao público.

resultado: apenas 8km e uma cache. bah, tamos mesmo enferrujados :P

 

i'm on the top of the world

 

ao anoitecer subimos até as antenas para observar as luzes do horizonte. parecia quase que estávamos num avião, que vista brutal, de dia ou de noite, que aquela serra tem. às tantas o marido diz "olha lá, consegue-se ver o farol da berlenga".. cafixe!

"isso lembra-me que não vamos a peniche há uma porrada de tempo" constatei.. e uns minutos depois acrescentei que "por acaso até comia um belo dum peixinho assado..." começou-me logo a saliva a escorrer, só de pensar nisso.

rota traçada no gps e uma hora depois estávamos em peniche, abancados no popular. comi um sargalhão fresquinho que me regalei e o homem uma bela  espetada de peixe e lulas :D'

depois fomos dar a volta de reconhecimento do costume, para desmoer. acabamos por andar mais uns 3km, às voltas pelo centro da cidade. not bad!

no domingo planeava exercitar os braços a esfregar as janelas, que estão completamente badalhocas, mas quando olhei para o céu

 

 

portanto, foi ronha, máquinas de roupa, tábuas de roupa, e a limpeza semanal da casa. típico domingo invernoso.