Love is in the air

não haja dúvida que as árvores e as demais plantas escolheram uma forma de reprodução muito engenhosa: servir-se do vento para transportar a sua semente de umas prás outras, uma vez que não podem sair do lugar onde foram nascer para tratar desse assunto.

chega primavera e a atmosfera de todos nós é palco de um intenso bacanal*, com pólen de toda a especie e feitio a ser lançado em quantidades massivas por esses céus fora, e que à deriva vai bailando até encontrar uma parceira desejosa de recebe-lo no seu seio :D

só que entretanto, boa parte dele é aspirado por narizes insuspeitos..

e começa o drama sazonal de muitos humanos e do seu sistema imunitário coninhas.. olhos inchados e lacrimejantes, comichões em sítios onde nenhuma unha alcança, espirros à parva, doses industriais de gosma.. passar abril e maio nisto não é fixe. não. é. fixe!

eu, que enquanto vivi no campo não sofria nem sequer alguma vez me preocupei com essa coisa dos pólenes, foi preciso vir pra cidade para começar a ficar afectada por essa moléstia.. e agora quando vou pró campo, volto toda desgraçada, com a cabeça feita num oito. e depois chego a casa ainda tenho o gato.. cabrona de sorte.

* existe outra palavra, também começada pela mesma letra, que era mais adequada para o caso.. mas eu não quero ferir susceptibilidades muhahahaha

Kingsman, the secret service

passou-nos despercebido, este filme. não me recordo de ter ouvido falar dele, nem tão pouco de vê-lo em cartaz. mas ontem estivemos entretidos a vê-lo e acabou por ser uma daquelas surpresas bastante agradáveis.


é uma espécie de homenagem aos james bond old skool, com inúmeras referências ao estilo do espião clássico inglês ultra-cavalheiro, mas actualizado aos dias de hoje. e vindo dos mesmos gajos do kick-ass, dá para ter uma ideia do tipo de violência gratuita misturada com comédia absurda que nos é servido durante duas horas.

desfile de estrelas, umas cenas de porradaria à maneira (ainda que tenham sido bastante contidos na sangria), e muito humor e classe. é previsível mas não deixa de surpreender.. e mais spoilers não quero fazer!

se tal como eu não sabiam da sua existência, ide fazer o favor à vossa pessoa de ver esta pérola :)

25 de Maio de 2015, às 00:25link do post comentar ver comentários (4)

'Le me

tem idade suficiente para ter juízo, embora nem sempre pareça. algarvia desertora, plantou-se algures na capital, e vive há uma eternidade com um gajo que conheceu pelo mIRC.

no início da vida adulta foi possuída pelo espírito da internet e entregou-lhe o corpo a alma de mão beijada. é geek até à raiz do último cabelo e orgulha-se disso.

offline gosta muito de passear por aí, tirar fotografias, ver séries e filmes, e (sempre que a preguiça não a impede) gosta praticar exercício físico.

mantém uma pequena bucket list de coisas que gostava de fazer nos entretantos.

de resto, é ler o blog :D

'Le liwl

era uma vez um blog cor-de-rosa que nasceu na manhã de 16 de janeiro, no longínquo ano de 2003, numa altura em que os blogs eram apenas registos pessoais, sem pretensões de coisa alguma. e assim se tem mantido.

muitas são as fases pelas quais tem passado, ao sabor dos humores da sua autora. para os mais curiosos, aqui ficam screenshots das versões anteriores:
#11 #10 #9 #8 #6 #5 #4

follow us in feedly  Seguir nos Blogs do SAPO

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.